Spigreen
Notícias recentes
Mercado financeiro prevê queda de 5,12% na economia este ano

Mercado financeiro prevê queda de 5,12% na economia este ano

access_time18/05/2020 09:41

O mercado financeiro continua a revisar a estimativa de queda da economia neste ano. Pela 14ª semana

Prefeito recebe em seu gabinete pré-candidata ao Senado

Prefeito recebe em seu gabinete pré-candidata ao Senado

access_time28/06/2018 12:24

O chefe do executivo municipal de Novo Mundo, prefeito Toni Mafini, recebeu em seu gabinete na terça

Cruzeiro e Fluminense trocam Bruno Silva por Jadson

Cruzeiro e Fluminense trocam Bruno Silva por Jadson

access_time01/01/2019 09:08

Está tudo certo entre Cruzeiro e Fluminense para que os volantes Bruno Silva e Jadson troquem de clu

MT reduz desmatamento na Amazônia em 26% no mês de junho, diz governo
Desmatamento na Amazônia — Foto: Bruno Kelly/Reuters

MT reduz desmatamento na Amazônia em 26% no mês de junho, diz governo

Em junho, o estado do Amazonas lidera o ranking de desmatamento com 30% e é seguido por Pará (26%), Rondônia (19%), Mato Grosso (17%), Acre (5%), Roraima (1%), Tocantins (1%) e Amapá (1%)

access_time24/07/2019 17:47

O desmatamento na Floresta Amazônica em Mato Grosso teve redução de 26% em junho deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pelo governo do estado nesta quarta-feira (24) e são baseados em informações do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Imazon.

De acordo com o governo, entre os oito estados que compõem a Amazônia Legal, Mato Grosso é o único que apresenta redução nos índices desde fevereiro deste ano.

No acumulado entre agosto de 2018 e junho de 2019 em relação ao mesmo período de 2017 a 2018, a redução foi de 22%.

Em junho deste ano, o SAD detectou 801 quilômetros quadrados de desmatamento. O número, segundo o Imazon, representa uma redução de 31% em relação a junho de 2018, quando o desmatamento somou 1.169 quilômetros quadrados.

O estado do Amazonas lidera o ranking de desmatamento com 30% e é seguido por Pará (26%), Rondônia (19%), Mato Grosso (17%), Acre (5%), Roraima (1%), Tocantins (1%) e Amapá (1%).





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários