anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Jean Paul Prates, indicado para chefiar a Petrobras, tem empresas no setor de óleo

Jean Paul Prates, indicado para chefiar a Petrobras, tem empresas no setor de óleo

access_time05/01/2023 06:09

O senador Jean Paul Prates (PT-RN), indicado do presidente Lula para chefiar a Petrobras, tem quatro

Lula cancela privatização dos Correios e de outras seis estatais

Lula cancela privatização dos Correios e de outras seis estatais

access_time07/04/2023 08:17

O governo Lula cancelou a privatização dos Correios e de outras seis Estatais. Publicado no Diário O

Quadro ‘amaldiçoado’ é devolvido duas vezes na Inglaterra após assustar compradores: ‘Ela voltou’

Quadro ‘amaldiçoado’ é devolvido duas vezes na Inglaterra após assustar compradores: ‘Ela voltou’

access_time26/08/2023 09:20

Uma pintura que mostra uma garotinha está sendo classificada como quadro ‘amaldiçoada’, após ter sid

MT tem 5 municípios na lista de cidades mais violentas da Amazônia Legal, diz estudo
Fonte: Fórum Brasileiro de Segurança Pública

MT tem 5 municípios na lista de cidades mais violentas da Amazônia Legal, diz estudo

A cidade mais violenta da Amazônia em Mato Grosso é Aripuanã

access_time01/12/2023 09:25

Mato Grosso tem cinco municípios na lista que integra as 15 cidades mais violentas no território da Amazônia Legal. O estudo foi divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, nesta quinta-feira (30), com base em dados de 2022.

A Amazônia Legal é uma área delimitada em 1953 por lei federal com o objetivo de criar políticas para o desenvolvimento socioeconômico da região. É formada por nove estados: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e por parte do Maranhão, num total de 772 municípios.

Segundo o estudo, os nove estados somados tiveram taxa de 33,8 mortes a cada 100 mil habitantes em 2022, enquanto o país registrou, no mesmo ano, taxa de 23,3 para cada grupo de 100 mil. Em comparação com os demais estados, Mato Grosso está na 5ª colocação, com 1.072 mortes registradas entre 2021 e 2022.

Em relação ao maior número de municípios na lista, os estados que mais se destacam negativamente são Pará, com oito cidades na lista e Mato Grosso, com cinco.

Os dados levam em consideração os registros de quatro crimes: homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes em decorrência de intervenção policial.

A cidade mais violenta da Amazônia em Mato Grosso é Aripuanã, município localizado na região chamada de ‘Nortão Matogrossense’, com uma população de 24.626, segundo o censo 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Atualmente, o município possui forte dinâmica de exploração madeireira, principalmente retiradas ilegalmente de territórios protegidos, dentre eles os territórios indígenas de Aripuanã e Arara do Rio Branco.

Outros destaques do estudo
Tráfico de drogas

Entre 2019 e 2022, a apreensão de cocaína pelas polícias estaduais na Amazônia Legal cresceu 194,1% , totalizando pouco mais de 20 toneladas em 2022. O estado com mais apreensões de cocaína foi o Mato Grosso, com 14 toneladas, indicando que é um estado estratégico que se situa na fronteira e torna-se uma zona de entrada da droga no Brasil.

Desmatamento

Quando analisadas as taxas de desmatamento acumuladas por estado da região Amazônica, os estados do Pará e Mato Grosso lideram o ranking com 166.744 km² e 152.078 km² de área desmatada, respectivamente.

Os registros de incêndios criminosos na Amazônia Legal cresceram 51,3% entre 2018 e 2022. O maior número de registros de incêndios criminosos na Amazônia Legal foi em Mato Grosso, com 581 incêndios criminosos registrados.

Feminicídio

Entre os nove estados que compõem a região da Amazônia Legal, Mato Grosso foi o terceiro estado com maior taxa de feminicídio (2,6) em 2022. A maior taxa de feminicídio no último ano ficou para Rondônia, que apresentou 3,0 mortes por 100 mil, seguido do Acre com taxa de 2,7.





Por: g1 MT

Outras notícias

Comentários