Banner Outras
Notícias recentes
Mulheres deixam crianças cuidando de droga em MT e são presas por tráfico e corrupção de menores

Mulheres deixam crianças cuidando de droga em MT e são presas por tráfico e corrupção de menores

access_time27/07/2018 07:22

Duas mulheres foram presas em flagrantes, na quarta-feira (25), ao deixarem crianças e adolescentes

Mortes por coronavírus passam de 400 na China

Mortes por coronavírus passam de 400 na China

access_time04/02/2020 10:46

A China informa que o novo coronavírus já infectou mais de 20 mil pessoas e causou mais de 400 morte

Sem acordo, Reino Unido terá que participar das eleições europeias

Sem acordo, Reino Unido terá que participar das eleições europeias

access_time08/05/2019 08:46

O governo do Reino Unido confirmou que participará no próximo dia 23 das eleições que definirão os n

Mulher é assassinada em pátio de posto de combustível
Mulher foi assassinada em pátio de posto de combustível em Juína — Foto: Juína News

Mulher é assassinada em pátio de posto de combustível

Segundo a Polícia Civil, Jéssica Cristina Ribeiro, de 28 anos, foi morta por duas pessoas que estavam em motocicleta

access_time02/12/2019 10:36

Uma mulher foi assassinada a tiros na noite de sábado (30) em um posto de combustível em Juína. Segundo a Polícia Civil, Jéssica Cristina Ribeiro, de 28 anos, foi morta por duas pessoas que estava em uma motocicleta.

Os suspeitos fugiram, não foram identificados e nem presos até esta segunda-feira (2).

De acordo com a polícia, o crime ocorreu no pátio do posto de combustível por volta de 22h45. Jéssica foi encontrada caída no pátio com marcas de tiro na cabeça.

Testemunhas disseram à polícia que as duas pessoas estavam em uma motocicleta, passaram perto dela, atiraram e fugiram.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada, mas a morte da vítima foi confirmada no local do crime.

Os policiais fizeram buscas, mas os suspeitos não foram encontrados. O caso será investigado pela Polícia Civil. O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML).





Por: Por G1 MT

Outras notícias

Comentários