Banner Outras
Notícias recentes
Agressão contra a mulher é uma violência de repetição, diz socióloga

Agressão contra a mulher é uma violência de repetição, diz socióloga

access_time27/02/2019 09:13

A empresária e paisagista Elaine Perez Caparroz estava em seu primeiro encontro com Vinicius Batista

Excesso de exercícios leva a alterações negativas em órgãos vitais

Excesso de exercícios leva a alterações negativas em órgãos vitais

access_time02/07/2019 12:09

A prática de exercícios físicos intensos sem o tempo de recuperação adequado provoca alterações nega

Ginástica rítmica ganha ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima

Ginástica rítmica ganha ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima

access_time06/08/2019 09:32

A equipe brasileira de ginástica rítmica conquistou nesta segunda-feira (5) sua primeira medalha de

Mulher queimada em churrasco morre após ficar 22 dias internada no Pronto-Socorro de Cuiabá
No Facebook, familiares e amigos lamentaram a morte da mulher. — Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

Mulher queimada em churrasco morre após ficar 22 dias internada no Pronto-Socorro de Cuiabá

Aparecida Malsionato sofreu queimaduras enquanto participava de um churrasco em uma propriedade rural de Juara

access_time29/10/2018 17:33

Uma mulher de 43 anos morreu nesse domingo (28), no Pronto-Socorro de Cuiabá, após ficar internada 22 dias.

Aparecida Malsionato sofreu queimaduras enquanto participava de um churrasco em uma propriedade rural de Juara, a 690 km de Cuiabá.

Durante o churrasco, uma das pessoas que estavam presentes deixou cair um recipiente com álcool, que estava pegando fogo, em cima de Aparecida.

Ela foi socorrida pelos amigos e levada, inicialmente, ao Hospital Municipal de Juara.

Devido à gravidade do caso, Aparecida foi transferida para o Pronto-Socorro de Cuiabá.

O corpo de Aparecida foi liberado por policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser realizado exame de necrópsia.

No Facebook, familiares e amigos lamentaram a morte da mulher.





Por: Por Flávia Borges, G1 MT

Outras notícias

Comentários