Camara Peixoto
Notícias recentes
Bandeira tarifária da conta de luz continua verde em março

Bandeira tarifária da conta de luz continua verde em março

access_time23/02/2019 08:06

A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em março será verde, ou seja, sem custo ext

Confira transmissão de eclipse raro pelo Observatório Nacional

Confira transmissão de eclipse raro pelo Observatório Nacional

access_time10/06/2021 08:07

Um eclipse solar bastante especial, mas que não foi visível para quem mora no Brasil, aconteceu nest

Homem foragido da Justiça de Sinop tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Matupá

Homem foragido da Justiça de Sinop tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Matupá

access_time18/05/2022 08:57

Um homem procurado pela Justiça foi preso pela Polícia Civil, na manhã da terça-feira (17.02), no mu

Mulheres são mortas com facadas na cabeça e enterradas no distrito União do Norte

Mulheres são mortas com facadas na cabeça e enterradas no distrito União do Norte

access_time17/01/2020 08:37

Homem de 31 anos está preso em Peixoto de Azevedo suspeito de matar a cunhada e uma amiga dela, na quinta-feira (16). O crime cruel vitimou Maria Cleilde Monteiro Brandão, 34, e Nérias Dantas Amorim, 20. Os corpos foram encontrados enterrados em um canavial com várias marcas de facadas nas cabeças.

Conforme apurado pela reportagem, o homem é suspeito de agredir a ex-mulher, irmã e amiga das vítimas. Ela foi embora da cidade de União do Norte, após registrar várias ocorrências de ameaça e até mesmo de violência doméstica.

A irmã e a amiga ficaram para cuidar da casa, mas na manhã de quinta, elas faltam no trabalho e não foram vista pelos vizinhos, que acharam estranho. Uma testemunha, ao procurar pelas vítimas, encontrou um rastro estranho que levava ao canavial.

Lá, ele encontrou algumas enxadas e percebeu a terra mexida. Quando cavou, por mais de um metro, encontrou uma lona cobrindo dois corpos, identificados como sendo de Maria e Nerias.

Investigação
Polícias Militar e Civil foram acionadas e começaram as diligências na casa das vítimas, na Chácara São José. Tudo indica que o crime foi premeditado. A perícia apontou que a casa foi arrumada logo após a ação.

O suspeito lavou roupa, arrumou o quarto e ainda teve tempo de tirar o sangue. Mas, como usou de crueldade para matar a vítima, muito sangue respingou pelos móveis e ele não limpou. 

Os peritos apontaram que havia DNA das mulheres em vários lugares pela casa. Sangue nas paredes, móveis e até na máquina de lavar. Nérias foi morta degolada e ainda levou ao menos 9 facadas na cabeça.

Já a ex-cunhada ele teria matado com uma paulada na cabeça e em seguida, deu ao menos 9 facadas também na cabeça, igual Nérias. 

Prisão
Quando o crime tomou repercussão na cidade, o suspeito apareceu horas depois no Batalhão da PM na tentativa de se defender das acusações.

Mas, ele acabou sendo detido e encaminhado para Delegacia de Peixoto de Azevedo, onde segue preso como principal suspeito. 

Todos os indícios levam a crer que ele é o autor do crime. Inclusive, foi pego em posse do celular da cunhada. Durante todo o dia, ele ainda se passou por ela durante conversas pelo WhatsApp com a patroa da vítima.





Por: Gazeta Digital

Outras notícias

Comentários