anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Vice-prefeito é preso com arma ilegal durante operação e solto após pagar fiança

Vice-prefeito é preso com arma ilegal durante operação e solto após pagar fiança

access_time16/05/2023 16:20

O vice-prefeito de Feliz Natal, Antônio Alves da Costa (PDT), foi preso nesta manhã por porte ilegal

Governo brasileiro ordena a volta do embaixador do país em Israel

Governo brasileiro ordena a volta do embaixador do país em Israel

access_time19/02/2024 16:06

Em resposta às crescentes tensões diplomáticas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ordenou

Equador construirá prisões de segurança máxima para combater gangues criminosas

Equador construirá prisões de segurança máxima para combater gangues criminosas

access_time12/01/2024 08:26

O presidente do Equador, Daniel Noboa, anunciou a construção de duas prisões “estilo Bukele” nas pro

Nasa encontra destroços de sonda japonesa na Lua
Ilustração do Hakuto-R, módulo que colidiu com a Lua | Foto: Foto: Divulgação/ispace

Nasa encontra destroços de sonda japonesa na Lua

Objeto colidiu com o astro inesperadamente

access_time30/05/2023 06:08

Na terça-feira 23, a Nasa divulgou imagens do local em que o módulo lunar japonês, da sonda espacial Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), se chocou contra a Lua. A nave, fabricada pela empresa ispace, estava em uma missão desde dezembro de 2022 e deveria ter pousado em solo lunar no fim de abril deste ano.

Os especialistas da Nasa analisaram dez imagens, produzidas em 26 de abril, um dia depois do impacto, e verificaram novos pontos na Lua, além de realizarem uma comparação com o que já era visível em fotos feitas antes do impacto. Depois das análises, os pesquisadores concluíram que essas regiões podem ser crateras originadas pelo choque da nave com a Lua ou partes do módulo japonês.

A Nasa planeja fazer mais registros da região. “O local será analisado posteriormente nos próximos meses, pois a LRO terá a oportunidade de fazer observações adicionais sob várias condições de iluminação e ângulos de visão”, informou a agência espacial, em nota.

Como a colisão da sonda japonesa na Lua foi descoberta

Momentos antes do previsto para o procedimento, a ispace perdeu contato com o módulo e disse que provavelmente ocorreu algum problema, assim, o pouso não aconteceu como planejado. Uma das hipóteses levantadas pela empresa foi um possível problema no combustível.

Para decifrar o ocorrido, os especialistas recorreram à sonda LRO. As câmeras que estão acopladas à LRO registram a superfície lunar com imagens de resolução bem alta. Vista essa qualidade, o equipamento da Nasa seria o mais indicado na tentativa de verificar o que ocorreu com a Hakuto-R.





Por: ESTÊVÃO JÚNIOR / REVISTA OESTE

Outras notícias

Comentários