ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Mato Grosso recebe 98.070 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira (30)

Mato Grosso recebe 98.070 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira (30)

access_time30/06/2021 12:29

O Ministério da Saúde informou ao Estado o envio de 98.070 doses de vacinas para a imunização dos gr

PM apreende mais de 10 toneladas de pescado impróprio para consumo humano em MT

PM apreende mais de 10 toneladas de pescado impróprio para consumo humano em MT

access_time16/12/2019 08:29

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental apreendeu mais de 10 mil kg de pescado impróprio para consum

Assembleia da OEA aprova resolução que abre caminho para suspender Venezuela da organização

Assembleia da OEA aprova resolução que abre caminho para suspender Venezuela da organização

access_time05/06/2018 21:46

A Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou nesta terça-feira (5) uma res

Neymar faz outro golaço, Seleção joga bem e fecha a preparação para Copa com nova vitória
Neymar comemora gol contra a Áustria (Foto: Leonhard Foeger/Reuters)

Neymar faz outro golaço, Seleção joga bem e fecha a preparação para Copa com nova vitória

Brasil de Tite derrota a Áustria por 3 a 0, em Viena, com facilidade e embarca ainda neste domingo para a Rússia. Neymar fica a um gol de igualar Romário como quarto maior artilheiro da Seleção

access_time10/06/2018 12:20

O ÚLTIMO TESTE
No último teste antes da Copa do Mundo, aprovação com direito a boa atuação e golaço. Neste domingo, a Seleção fechou sua preparação para o Mundial com vitória tranquila por 3 a 0 sobre a Áustria. Diante de um adversário que vinha de sete vitórias seguidas e apresenta semelhanças táticas a dois rivais do Grupo E (Suíça e Costa Rica), o Brasil de Tite controlou o jogo, finalizou 16 vezes e construiu o placar com goleada. Gabriel Jesus, Neymar - deixando o zagueiro no chão em mais um belo gol em seu retorno aos gramados - e Philippe Coutinho marcaram os gols em Viena. Agora é foco total na corrida pelo hexa!

PRÓXIMO DESTINO: RÚSSIA
A Seleção embarca para Sochi ainda neste domingo e tem chegada prevista para a madrugada de segunda no horário local (noite de segunda no Brasil). A estreia na Copa do Mundo será daqui a uma semana, dia 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov, às 14h (de Mato Grosso).

PRIMEIRO TEMPO
Tite diz que dominar é ter a posse de bola. Já controlar o jogo é não deixar o adversário finalizar. Foi a segunda opção que ditou a atuação da Seleção no primeiro tempo em Viena. Bem postado e quase sem ser ameaçado, o Brasil finalizou oito vezes e buscou variações para furar a linha de cinco defensores da Áustria. Em uma delas, Paulinho infiltrou pelo meio e quase abriu o placar. Mas o gol acabou saindo em um lance de sorte: Marcelo chutou, a bola desviou na defesa e sobrou livre para Gabriel Jesus tocar na saída do goleiro.

SEGUNDO TEMPO
Se a atuação no primeiro tempo já tinha sido boa, no segundo ela foi ainda melhor. Nem mesmo as alterações diminuiram o ritmo da Seleção, que soube aproveitar bem os espaços dados pelos austríacos - principalmente depois das substituições do técnico Franco Foda em busca da virada. Sem a linha de cinco defensiva e tentando jogar mais adiantada, a Áustria virou presa fácil. Quando perdia a bola, o Brasil conseguia recuperá-la rapidamente na maioria das vezes (o perde e pressiona que Tite tanto fala) e criava chances de perigo. Assim chegou ao segundo gol com Neymar, após linda jogada dentro da área, e ao terceiro com Philippe Coutinho.

NEYMAR FICA A UM GOL DE IGUALAR ROMÁRIO
No último domingo, Neymar voltou a jogar após três meses e marcou um golaço contra a Croácia. Uma semana depois, o roteiro foi parecido. Titular pela primeira vez desde o dia 25 de fevereiro, o camisa 10 teve boa atuação, foi caçado em campo (sofreu sete faltas) e fez outra pintura, com direito a deixar o zagueiro Dragovic caído no lance. Ficou 82 minutos em campo e marcou o seu 55º gol pela Seleção. O atacante está agora a um de igualar Romário (pelas contas oficiais da CBF), o quarto maior artilheiro da história do Brasil.

O MAESTRO DE VIENA
Em uma cidade famosa por sua orquestra filarmônica, Coutinho foi o maestro da Seleção. Um dos melhores jogadores em campo, o ''ritmista'' de Tite mostrou habilidade com a bola nos pés, levou o time a frente e buscou o gol a todo instante. Foi quem mais finalizou pelo Brasil (5). Além de marcar o terceiro gol, ainda acertou uma bola na trave.

Philippe Coutinho teve grande atuação contra a Áustria
Philippe Coutinho teve grande atuação contra a Áustria (Foto: Leonhard Foeger/Reuters)

DISPUTA ACIRRADA NO ATAQUE
A disputa entre Gabriel Jesus e Firmino pela vaga no ataque segue acirrada. O atacante do Liverpool, um dos jogadores da Seleção de maior destaque na temporada 2017/18, deixou sua marca na vitória contra Croácia e deu uma assistência neste domingo. Já o atual camisa 9 sofreu com lesões e chegou a perder a posição para Agüero no Manchester City durante o ano. Mas sempre correspondeu com a camisa do Brasil. E foi assim novamente contra a Áustria, com direito ao gol que abriu o placar - o décimo sob o comando de Tite - e boa movimentação.

BOM TESTE
A Áustria se mostrou um bom teste para o Brasil às vésperas da Copa. Com semelhanças táticas à Suíça e à Costa Rica, dois rivais da Seleção no Grupo E, os donos da casa fizeram jogo duro no primeiro tempo e deram espaços no segundo ao saírem em busca da virada. Vale lembrar que os austríacos vinham de sete vitórias seguidas (cinco com o atual treinador), com direito a triunfos recentes sobre Uruguai e Alemanha.





Por: Globo Esporte

Outras notícias

Comentários