anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Ministros de Lula usam jatinhos da FAB em viagens para redutos eleitorais

Ministros de Lula usam jatinhos da FAB em viagens para redutos eleitorais

access_time16/06/2023 08:20

Ministros do governo Lula usam os jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB) para passar o fim de sema

Bandido que aterrorizou Confresa é morto em confronto com a PM

Bandido que aterrorizou Confresa é morto em confronto com a PM

access_time11/04/2023 07:49

Um dos bandidos que aterrorizou Confresa nesse domingo (09) morreu em confronto com a Polícia Milita

Ação integrada de forças de segurança prende 22 pessoas por invasão a propriedade rural

Ação integrada de forças de segurança prende 22 pessoas por invasão a propriedade rural

access_time31/10/2023 17:02

Uma ação integrada das forças de segurança resultou na prisão de 22 pessoas, nessa segunda-feira (30

OAB de Mato Grosso é contrária a projeto que altera falência e recuperação judicial

OAB de Mato Grosso é contrária a projeto que altera falência e recuperação judicial

access_time19/03/2024 07:02

A Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso, através da comissão estadual de falência e recuperação de empresa, informou há pouco, que expressa preocupação com a PL003/2024 que tramita em regime de urgência na câmara dos deputados, visando alterar o microssistema falencial, sem que fosse “oportunizado aprofundamento por juristas da área acerca dos reflexos e consequências negativas das inovações procedimentais propostas”.

A OAB detalha que estuda o tema em um grupo de trabalho e emitiu parecer, que será encaminhado aos deputados federais em especial os da bancada mato-grossense. A presidente, Gisela Cardoso apontou através da assessoria que é da democracia a devida escuta da amplitude de vozes, principalmente, neste caso, as vozes dos juristas.

O presidente da Comissão Estadual de Falência e Recuperação de Empresa, Breno Miranda, informa que a OAB-MT esta acompanhando o trâmite e a matéria pode ser votada amanhã (19).





Por: Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)

Outras notícias

Comentários