Kurupí
Notícias recentes
Com a colaboração de Vinicius Junior, Real Madrid sai do sufoco contra o Valladolid e volta a vencer

Com a colaboração de Vinicius Junior, Real Madrid sai do sufoco contra o Valladolid e volta a vencer

access_time03/11/2018 15:11

O Real Madrid passou sufoco na tarde deste sábado. Uma das sensações do Campeonato Espanhol, o Valla

MT tem 88 mil inscritos no Enem 2019 e provas serão aplicadas em 57 cidades

MT tem 88 mil inscritos no Enem 2019 e provas serão aplicadas em 57 cidades

access_time17/07/2019 08:10

Mato Grosso teve 88 mil inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Os dados foram divu

Homem é preso em MT com droga e quase R$ 10 mil escondidos em almofada

Homem é preso em MT com droga e quase R$ 10 mil escondidos em almofada

access_time11/07/2018 10:41

Um homem foi preso nessa terça-feira (10) com porções de droga e quase R$ 10 mil escondidos em uma c

OAB-MT aplica suspensão preventiva a captadores

OAB-MT aplica suspensão preventiva a captadores

access_time25/07/2018 08:38

O Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) suspendeu preventivamente dois profissionais acusados de envolvimento em esquema de captação ilícita de clientela ocorrido em Peixoto de Azevedo.

De acordo com o inciso III do artigo 34 da Lei 8.906/94, valer-se de agenciador de causas, mediante participação nos honorários, constitui infração disciplinar. Já o artigo 7º do Código de Ética e Disciplina da OAB é taxativo ao destacar que é vedado o oferecimento de serviços profissionais que implique, direta ou indiretamente, angariar ou captar clientela.

Tanto a distribuição dos folhetos oferecendo serviços de consultoria jurídica, bem como a realização de eventos amplamente conhecidos como “Feirão Limpa Nome” constituem captação ilícita de clientela. Também é importante ressaltar que o exercício da advocacia é privativo aos profissionais devidamente inscritos na Ordem.

Nas últimas semanas, dois homens chegaram a ser presos em flagrante pela Polícia Militar de Peixoto de Azevedo quando atuavam na captação ilícita de clientes no município. Foram apreendidos documentos e identificados dois advogados de Cuiabá para quem a dupla estaria agindo. Ambos respondem a procedimento no TED e tiveram suas inscrições suspensas preventivamente.





Por: Assessoria de Imprensa OAB/MT

Outras notícias

Comentários