ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Brasil investiga dois casos suspeitos da varíola do macaco

Brasil investiga dois casos suspeitos da varíola do macaco

access_time30/05/2022 12:35

O Ministério da Saúde confirmou nesta segunda-feira (30) que investiga dois casos suspeitos de varío

MATUPÁ: Homem morre eletrocutado após tentar consertar bico de luz em poça de garimpo

MATUPÁ: Homem morre eletrocutado após tentar consertar bico de luz em poça de garimpo

access_time08/02/2022 07:46

Um garimpeiro, identificado como Henrique Barbosa, de 29 anos de idade, morreu eletrocutado, nesta s

Águas de Peixoto pede apoio dos moradores para que o consumo de água seja feito de maneira consciente

Águas de Peixoto pede apoio dos moradores para que o consumo de água seja feito de maneira consciente

access_time25/05/2018 14:35

Devido à greve de caminhoneiros nas estradas em todo o país, que já afeta o fornecimento de combustí

OAB-MT aplica suspensão preventiva a captadores

OAB-MT aplica suspensão preventiva a captadores

access_time25/07/2018 08:38

O Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) suspendeu preventivamente dois profissionais acusados de envolvimento em esquema de captação ilícita de clientela ocorrido em Peixoto de Azevedo.

De acordo com o inciso III do artigo 34 da Lei 8.906/94, valer-se de agenciador de causas, mediante participação nos honorários, constitui infração disciplinar. Já o artigo 7º do Código de Ética e Disciplina da OAB é taxativo ao destacar que é vedado o oferecimento de serviços profissionais que implique, direta ou indiretamente, angariar ou captar clientela.

Tanto a distribuição dos folhetos oferecendo serviços de consultoria jurídica, bem como a realização de eventos amplamente conhecidos como “Feirão Limpa Nome” constituem captação ilícita de clientela. Também é importante ressaltar que o exercício da advocacia é privativo aos profissionais devidamente inscritos na Ordem.

Nas últimas semanas, dois homens chegaram a ser presos em flagrante pela Polícia Militar de Peixoto de Azevedo quando atuavam na captação ilícita de clientes no município. Foram apreendidos documentos e identificados dois advogados de Cuiabá para quem a dupla estaria agindo. Ambos respondem a procedimento no TED e tiveram suas inscrições suspensas preventivamente.





Por: Assessoria de Imprensa OAB/MT

Outras notícias

Comentários