anuncie aqui
Notícias recentes
Obrador: é preciso incentivar o desenvolvimento para reduzir migração

Obrador: é preciso incentivar o desenvolvimento para reduzir migração

access_time02/07/2018 16:15

Andrés Manuel López Obrador, eleito presidente do México nas eleições de ontem (1º), conversou cerca

Desequilíbrio de gênero na política deve continuar, diz especialista

Desequilíbrio de gênero na política deve continuar, diz especialista

access_time09/08/2018 08:18

Apesar da mudança na legislação que obriga os partidos políticos a destinarem pelo menos 30% do Fund

Sargento é baleado pela mulher após não deixá-la ver mensagens do celular dele

Sargento é baleado pela mulher após não deixá-la ver mensagens do celular dele

access_time31/07/2018 08:07

Um sargento da Polícia Militar foi baleado na madrugada desta terça-feira (31) pela mulher dele, em

OEA estuda envio de comissão para investigar atentado na Venezuela

OEA estuda envio de comissão para investigar atentado na Venezuela

access_time09/08/2018 08:28

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, recomendou que o órgão examine a possibilidade de criação de uma comissão de especialistas internacionais para investigar o suposto atentado contra o presidente de Venezuela, Nicolás Maduro. No Twitter, Almagro classificou o governo Maduro de “ditadura”.

“Dada a falta de credibilidade da ditadura da Venezuela e ao uso de tortura para incriminar, é necessário nomear uma Comissão de Especialistas Internacionais para  investigar circunstâncias do atentado a Maduro", disse Almagro na rede social.

No último dia 4, durante as comemoração dos 81 anos da Guarda Nacional em Caracas, enquanto Maduro discursava, houve um barulho intenso devido à destruição de  drones carregados com explosivos. A informação foi divulgada pelo ministro da Comunicação e Informação da Venezuela, Jorge Rodríguez.

As autoridades venezuelanas alegam foi um atentado contra o presidente Maduro e envolve 19 pessoas, com apoio de colombianos e norte-americanos. As autoridades dos Estados Unidos e da Colômbia negam quaisquer envolvimentos.





Por: Agência Brasil

Comentários