anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Cuiabá faz três no Athletico-PR termina brasileiro em 12º e vai para Sul-americana

Cuiabá faz três no Athletico-PR termina brasileiro em 12º e vai para Sul-americana

access_time07/12/2023 06:01

Pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2023, Cuiabá e Athletico-PR se enfrentaram na noite d

Janja dispensa protocolo do Vaticano em encontro com papa

Janja dispensa protocolo do Vaticano em encontro com papa

access_time21/06/2023 16:10

Nesta quarta-feira, 21, durante visita ao papa Francisco, a primeira-dama, Janja, dispensou o protoc

Projeto de lei que prevê 50 escolas militares em MT é enviado à Assembleia

Projeto de lei que prevê 50 escolas militares em MT é enviado à Assembleia

access_time05/09/2023 08:00

O governo de Mato Grosso anunciou nesta segunda-feira (4) que pretende ampliar o número de escolas c

Oposição já tem nomes para CPI das ONGs
Os senadores Jayme Bagattoli (PL-RO) e Zequinha Marinho (PL-PA) vão ser indicados pela oposição para A CPI das ONGs | Foto: Foto: Câmara dos Deputados/Montagem Revista Oeste

Oposição já tem nomes para CPI das ONGs

Autor do pedido, senador Plínio Valério (PSDB-AM), pretende presidir o colegiado

access_time04/05/2023 17:22

O Bloco Vanguarda, da oposição, já decidiu os nomes dos dois membros que farão parte da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das ONGs. Conforme apurou a reportagem, trata-se dos senadores Zequinha Marinho (PL-PA), vice-líder do bloco, e Jayme Bagattoli (PL-RO).

Falta ainda escolher quem vai ocupar a vaga de suplente na comissão. Ao todo, o bloco vai ter duas cadeiras oficiais e uma na suplência. O autor da CPI das ONGs, senador Plínio Valério (PSDB-AM), pretende presidir o colegiado. Já a relatoria deve ficar com o senador Márcio Bittar (União Brasil-AC).

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), leu o requerimento da CPI em 4 de abril deste ano. A instalação deve acontecer nas próximas duas semanas — depois que os líderes partidários indicarem todos os membros.

A comissão vai ser composta por 11 titulares e sete suplentes. Além dos nomes da oposição, o Republicanos indicou o senador Hamilton Mourão (RS) como titular na comissão. O líder do partido, senador Mecias de Jesus (RR), será o suplente.

A CPI das ONGs vai ter 130 dias para investigar a liberação de recursos públicos para organizações não governamentais e para organizações da sociedade civil de interesse público.

Inicialmente, o pedido da CPI foi apresentado em 2019. O requerimento até foi lido no Plenário em 2022. Mas, com a mudança de legislatura, perdeu a validade. Neste ano, Valério recolheu novas assinaturas dos senadores, conseguindo 37 adesões, e apresentou um novo pedido.





Por: Rute Moraes da Revista Oeste

Outras notícias

Comentários