ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Homem é preso por extorquir mulher com ameaças de divulgar

Homem é preso por extorquir mulher com ameaças de divulgar "nudes"

access_time01/02/2024 10:09

Um homem, F.R.P.S.F., de 25 anos, foi preso pela equipe da Delegacia de Sorriso, na terça-feira (30)

Advogados são presos, filmam abordagem e denunciam truculência da PM

Advogados são presos, filmam abordagem e denunciam truculência da PM

access_time24/01/2023 11:58

Dois advogados de Cuiabá registraram um boletim de ocorrência contra policiais militares, na noite d

Bolsonaro: ‘Episódio do dia 8 será esclarecido via CPMI’

Bolsonaro: ‘Episódio do dia 8 será esclarecido via CPMI’

access_time30/03/2023 10:22

O ex-presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira, 30, que as depredações dos prédios públicos

Oposição quer escalar Moro no time da CPMI
O ex-ministro esteve presente em um almoço da Vanguarda na terça-feira 25 | Foto: Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Oposição quer escalar Moro no time da CPMI

Nos bastidores, o ex-juiz da Lava Jato manifesta interesse pelo posto

access_time26/04/2023 06:51

O Bloco Vanguarda, composto do PL e do Novo, está articulando para trazer o senador Sergio Moro (União Brasil-PR) para compor a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8 de janeiro.

Moro pertence ao Bloco Democracia, composto de PSDB, Rede, Podemos, MDB, União e PDT, que vai ter seis cadeiras na CPMI. De acordo com a atual distribuição, o União vai contar com apenas uma vaga no colegiado — que está sendo cotada para o senador Davi Alcolumbre (AP).

Nos bastidores, o ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça manifesta interesse pelo posto. Mas o martelo ainda não foi batido. Conforme apurou a reportagem, a oposição busca dois perfis para compor o time da CPMI:

  • Tropa de choque, mais aguerrido;
  • Técnico.

A experiência do ex-juiz deve ser de ótimo proveito no colegiado, segundo avalia a Vanguarda. Desse modo, Moro é o perfil mais técnico. O ex-ministro esteve presente em um almoço da Vanguarda, na terça-feira 25.

A “tropa de choque” escalada pelo bloco é composta dos senadores Magno Malta (PL-ES) e Flávio Bolsonaro (PL-RJ).

O bloco vai ter três cadeiras na comissão. Inicialmente, a terceira vaga seria do senador Jorge Seif (PL-SC). Contudo, as articulações estão colocando Seif na suplência e posicionando o senador Eduardo Girão (Novo-CE) na terceira tribuna.

Os nomes oficiais da CPMI só serão oficializados na quinta-feira 27 — um dia depois da leitura do requerimento.





Por: Rute Moraes da Revista Oeste

Outras notícias

Comentários