Spigreen
Notícias recentes
Caixa abre mais de 2 mil agências para saque de auxílio emergencial

Caixa abre mais de 2 mil agências para saque de auxílio emergencial

access_time30/05/2020 08:35

A Caixa abre hoje (30), de 8h às 12h, 2.213 agências para atendimento aos beneficiários do auxílio e

Mais uma antiga reivindicação da população está sendo executada pela atual administração

Mais uma antiga reivindicação da população está sendo executada pela atual administração

access_time09/08/2018 09:01

Problema crônico de uma vala aberta no meio da Rua Paraguai no Bairro Mãe de Deus. Uma obra que j

Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras

Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras

access_time23/09/2020 06:50

O preço do litro da gasolina vendida nas refinarias às empresas distribuidoras foi reajustado em 4%

Opositores de Maduro preparam protestos para 1º de maio
CARLOS GARCIA RAWLINS

Opositores de Maduro preparam protestos para 1º de maio

access_time20/04/2019 09:15

Em meio à crise política na Venezuela, opositores do governo Nicolás Maduro, liderados pelo autoproclamado presidente interino do país, Juan Guaidó, organizam uma megamanifestação para o dia 1º de maio em todo o país. A data é internacionalmente celebrada como Dia do Trabalho.  

Em uma série de publicações em sua página no Twitter, Guaidó tem convocado a população para os protestos que, segundo ele, poderão se tornar "a maior mobilização da história" do país. 

"E, no 1º de maio, sabendo que hoje não há salário que dê conta, faremos a maior mobilização de nossa história para exigir que cesse a usurpação e por um governo de transição", tuitou. 

No mês passado, opositores e apoiadores de Nicolás Maduro saíram às ruas no país, em manifestações quase diárias que se tornaram parte do cotidiano do país.

Desde o dia 21 de fevereiro, a fronteira entre a Venezuela e Brasil está fechada, por ordem de Maduro, o que impediu o envio de ajuda humanitária. O Brasil reconhece Juan Guaidó como presidente da Venezuela. 

No último dia 8, a organização internacional de ajuda humanitária Cruz Vermelha doou quatro toneladas de medicamentos e equipamentos para um hospital na Venezuela.





Por: Pedro Rafael Vilela - Repórter da Agência Brasil

Outras notícias

Comentários