Banner Outras
Notícias recentes
Supremo começa a julgar nesta sexta se estádios de MT, PR e ES podem vender bebida alcoólica

Supremo começa a julgar nesta sexta se estádios de MT, PR e ES podem vender bebida alcoólica

access_time28/02/2020 08:37

O Supremo Tribunal Federal (STF) começará a julgar nesta sexta-feira (28) se estádios e arenas de Ma

Mega-sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 72 milhões

Mega-sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 72 milhões

access_time01/09/2019 11:12

Ninguém acertou as seis dezenas do Concurso 2184 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado (31) à noite n

Ceará começa transferir chefes de facções para presídios federais

Ceará começa transferir chefes de facções para presídios federais

access_time07/01/2019 07:20

O governo federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), disponibilizou 60 v

Passageiro é preso em ônibus em MT com pistola, barra de ouro e R$ 9 mil em espécie

Passageiro é preso em ônibus em MT com pistola, barra de ouro e R$ 9 mil em espécie

Valdeci Soares da Silva, de 29 anos, alegou que venderia o ouro a pedido de um pastor em Pontes e Lacerda. Prisão ocorreu nesta sexta-feira (20) em Sinop

access_time20/07/2018 16:46

Durante uma viagem, um passageiro de ônibus foi preso nesta sexta-feira (20), em Sinop, a 503 km de Cuiabá, com uma pistola, uma barra de ouro e mais de R$ 9 mil em espécie. Valdeci Soares da Silva, de 29 anos, foi encaminhado para a delegacia e ficará à disposição da Justiça.

O G1 não consegiu localizar a defesa dele. A prisão, segundo a Polícia Militar, ocorreu após denúncias anônimas de que um passageiro viajava com uma arma.

Depois de abordar o ônibus e realizar buscas pessoais nos passageiros, a arma foi encontrada na cintura de Valdeci. Além da arma, ele tinha oito munições intactas com ele.

Na poltrona dele, foram encontrados R$ 9,5 mil em espécie, que segundo Valdeci, é o pagamento por serviços prestados recentemente.

No interior do calçado dele, os policiais encontraram uma barra de ouro. Aos policiais, Valdeci alegou que seguiria para Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, para vender o objeto a pedido de um pastor.

Além de Valdeci, um tio dele que o acompanhava também foi detido. Os dois foram levados para a delegacia para as providências cabíveis.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários