Banner Outras
Notícias recentes
60% dos partos realizados em MT são cesáreas, aponta Ministério da Saúde

60% dos partos realizados em MT são cesáreas, aponta Ministério da Saúde

access_time11/09/2018 10:17

Um levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde aponta que em Mato Grosso 60% dos partos são cesá

Mulheres e meninas são as principais vítimas de tráfico humano

Mulheres e meninas são as principais vítimas de tráfico humano

access_time30/07/2018 08:54

No Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas, celebrado nesta segunda-feira (30), a Organização das Na

Secretaria de Assistência Social encerrou curso de manicure, pedicure e cabeleireiro

Secretaria de Assistência Social encerrou curso de manicure, pedicure e cabeleireiro

access_time19/07/2018 08:14

Após dez dias de aprendizados, várias alunas comemoraram o encerramento do curso profissionalizante

Paulistão será 'concluído em campo', mas data continua indefinida
Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF — Foto: Carlos Velardi / EPTV

Paulistão será 'concluído em campo', mas data continua indefinida

Federação e clubes discutiram em reunião hipótese de jogar sem torcida

access_time18/04/2020 13:10

A Federação Paulista de Futebol e os clubes que disputam a primeira divisão do Campeonato Paulista decidiram que o torneio "será concluído em campo" e que as partidas restantes serão realizadas "inicialmente com portões fechados".

A decisão foi tomada durante uma videoconferência na tarde desta terça-feira, que contou com o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, e dirigentes dos 16 clubes da Série A1, incluindo os presidentes de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos. Moisés Cohen, presidente do Comitê Médico da Federação, também participou da chamada.

Veja os principais tópicos da reunião:

  • O Paulistão será concluído dentro de campo;
  • Não há data, porém, para o retorno da competição; uma nova conferência em vídeo servirá para essa definição;
  • Os jogos poderão ser realizados inicialmente com portões fechados, evitando assim aglomerações;
  • A Comissão Médica da FPF vai desenvolver um protocolo de segurança para proteção de todos os envolvidos nos jogos.
  • O Campeonato Paulista foi interrompido por causa da pandemia do coronavírus quando faltavam duas rodadas para o fim da fase de grupos e mais as quatro datas previstas para os mata-matas.

Os clubes do interior preveem problemas com a administração do elenco, já que contratos de muitos jogadores venceram ou estão por vencer.

– O mesmo elenco é difícil alguma equipe do interior consiga manter. O que será conversado é a abertura, na mesma proporção, de atletas que ficaram sem contrato você possa estar fazendo novas contratações ou prorrogando os contratos. A Federação vai tomar algumas providências para que nenhum clube fique sem elenco – afirmou Genilson da Rocha Santos, presidente do Novorizontino.

O governo do Estado de São Paulo decretou isolamento social até o dia 22 de abril – quarta-feira da semana que vem – e é provável que o prazo seja renovado. Em entrevista ao "Fantástico" no último domingo, o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, declarou que os meses de maio e junho serão os mais críticos.

Veja abaixo a nota oficial da FPF:
"A Federação Paulista de Futebol e os Clubes do Campeonato Paulista Série A1 - 2020, em reunião virtual realizada nesta quarta-feira, 15 de abril de 2020, de forma unânime, chegaram ao seguinte entendimento sobre a situação atual provocada pelo COVID-19:

- Em respeito aos milhões de torcedores, parceiros comerciais e Grupo Globo, detentor dos direitos de transmissão, o Campeonato Paulista Série A1 – 2020 será concluído em campo, conforme estabelece o regulamento da competição;

- Diante do cenário de Pandemia, não há data para a retomada, que somente será definida em nova videoconferência a ser agendada, seguindo as determinações das autoridades públicas de saúde;

- A ordem de retorno do futebol priorizará a preservação da saúde de todos os envolvidos e, portanto, o bom senso indica que as competições com menor deslocamento de todos os envolvidos (estaduais) aconteçam primeiro, avançando em seguida para aquelas que exigem viagens mais longas (nacionais e continentais);

- Os jogos poderão ser realizados inicialmente com portões fechados, evitando qualquer risco de aglomerações;

- O Campeonato cumprirá a Lei Pelé, o Estatuto do Torcedor e a Legislação geral vigente, bem como, o estatuto da Federação Paulista de Futebol e os regulamentos geral e específico da competição;

- A Comissão Médica da FPF está trabalhando no desenvolvimento de um protocolo de segurança, que proteja a saúde e integridade de todos os envolvidos nos jogos.

A Federação Paulista de Futebol e seus Clubes filiados entendem que as dificuldades de organização de datas e a possibilidade de realização de jogos com portões fechados geram consequências comerciais e técnicas negativas para todos. No entanto, prevaleceu entre todos a convicção de que a priorização da saúde e da segurança dos milhares de profissionais envolvidos no futebol se faz necessária nesse momento, e é o princípio que guiará todas as nossas decisões.

Participantes da Videoconferência: Reinaldo Carneiro Bastos – Presidente FPF, Fernando Enes Solleiro – Vice-Presidente FPF, Mauro Silva – Vice-Presidente FPF, Luis Antonio Martinez Vidal - Vice-Presidente FPF, Gustavo Delbin - Vice-Presidente de Registro, Transferências e Licenciamentos FPF, Mislaine Scarelli - Vice-Presidente de Gestão Corporativa FPF, Emerson Piovesan – Vice-Presidente de Finanças FPF, Moisés Cohen – Presidente do Comitê Médico FPF, Fernando Mello – Vice-Presidente de Comunicação e Marketing FPF, Bernardo Itri – Diretor de Comunicação FPF, Cristina Abreu – Diretora de Competições FPF, Ana Paula Oliveira – Presidente da Comissão Estatual de Arbitragem FPF, Ednilson Corona – Membro da Comissão Estadual de Arbitragem FPF, Aline Pellegrino – Diretora de Futebol Feminino FPF, André Sica – Membro Comissão de Assuntos Jurídicos, Alexandre Pássaro Filho – Membro Comissão de Assuntos Jurídicos, Cristiano Caús - Membro Comissão de Assuntos Jurídicos, Lucas D´Andrea Balistiero – Presidente da AA Internacional de Limeira , Sebastião Moreira Arcanjo – Presidente da AA Ponte Preta, Gerson Engrácia Garcia – Presidente do Botafogo Futebol S/A, Paulo Sirqueira Korek Farias – Presidente do EC Água Santa, Sidney Gerson Riquetto – Presidente do EC Santo André, Carlos Alberto Salmazo – Presidente da Ferroviária Futebol S/A, Genilson da Rocha Santos – Presidente do Grêmio Novorizontino, Ricardo Miguel Moisés – Presidente do Guarani FC, Paulo Silvestri – Gestor do Ituano FC, Edson Antônio Ermenegildo – Presidente do Mirassol FC, Ernesto Francisco Garcia – Presidente do Oeste FC, Aparecido Roberto de Freitas – Diretor Executivo de Futebol Oeste FC, Thiago Roberto Scuro – Presidente do Red Bull Bragantino, José Carlos Peres – Presidente do Santos FC, Carlos Augusto de Barros e Silva – Presidente do São Paulo FC, Maurício Precivalle Galiotte – Presidente do SE Palmeiras e Andrés Navarro Sanchez – Presidente do SC Corinthians Pta."





Por: Martín Fernandez

Outras notícias

Comentários