anuncie aqui
Notícias recentes
Brasil deve exportar 552 mil toneladas de aço a menos com restrição dos EUA

Brasil deve exportar 552 mil toneladas de aço a menos com restrição dos EUA

access_time11/05/2018 15:11

A decisão do governo dos Estados Unidos de impor quotas para o aço brasileiro deve reduzir as export

Mais de 1,2 mil pessoas foram atendidas no primeiro dia do evento

Mais de 1,2 mil pessoas foram atendidas no primeiro dia do evento

access_time22/05/2018 09:45

A Caravana da Transformação de Sinop começou na manhã desta segunda-feira (21.05) no estacionamento

Mais de 200 mil eleitores tiveram o título cancelado e não poderão votar nas próximas eleições

Mais de 200 mil eleitores tiveram o título cancelado e não poderão votar nas próximas eleições

access_time22/05/2018 09:37

Mais de 200 mil eleitores tiveram o título cancelado e não poderão votar nas próximas eleições, segu

Petrobras precisa acelerar exploração do pré-sal, diz Castello Branco
Roberto Castello Branco, futuro presidente da Petrobras do governo de Bolsonaro (Adriano Machado/Reuters)

Petrobras precisa acelerar exploração do pré-sal, diz Castello Branco

Economista que comandará a estatal no governo Bolsonaro disse que ainda não tem planos concretos para a empresa

access_time21/11/2018 08:14

O economista Roberto Castello Branco, anunciado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) como próximo presidente da Petrobras, afirmou nesta terça-feira, 20, que a prioridade da empresa nos próximos anos será a aceleração da exploração das áreas do pré-sal.

Ele se reuniu esta manhã pela primeira vez com a equipe econômica da transição, depois de ser indicado na segunda-feira, 19, para dirigir a petroleira, em substituição a Ivan Monteiro, que pode ir para o Banco do Brasil. “O foco deve ser na aceleração do pré-sal”, disse Castello Branco.

Na segunda-feira, 19, o economista afirmou que a Petrobras desenvolve atividades que “não são naturais” da empresa e não dão retorno, citando, por exemplo, a BR Distribuidora. “A BR é uma cadeia de lojas, no fim das contas. A competência da Petrobras é na exploração e produção de petróleo”, disse.

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, e o próprio presidente eleito já afirmaram que a petroleira não será privatizada, mas partes dela podem ser vendidas, inclusive a BR Distribuidora.

Ao sair do escritório de transição, Castello Branco disse ainda que não poderia falar de planos concretos para a Petrobras porque ainda não mergulhou especificamente nas questões da empresa. “Ao longo de novembro e dezembro, vamos construir isso para chegar em janeiro pronto”, afirmou.





Por: Veja

Outras notícias

Comentários