Kurupí
Notícias recentes
Terra Nova do Norte e Matupá vencem o Campeonato Regional de Veteranos

Terra Nova do Norte e Matupá vencem o Campeonato Regional de Veteranos

access_time06/08/2018 16:12

A 4ª rodada do Campeonato Regional Veteranos de Futebol de Campo que aconteceu no domingo (05) no Es

Gestores Esportivos se reúnem para formar Comissão Disciplinar da região

Gestores Esportivos se reúnem para formar Comissão Disciplinar da região

access_time18/02/2019 08:25

Estiveram reunidos na Secretaria Municipal de Esportes de Peixoto de Azevedo, os gestores de Matupá,

Voo da FAB leva mais de 200 venezuelanos para Manaus e Cuiabá

Voo da FAB leva mais de 200 venezuelanos para Manaus e Cuiabá

access_time04/09/2018 08:21

Mais 204 venezuelanos foram interiorizados para o Amazonas e Mato Grosso nesta terça-feira (4). Eles

Petrobras reduz preço do diesel e da gasolina após sucessivas altas
Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), da Petrobras, em Cubatão, SP (Foto: José Claudio Pimentel/G1)

Petrobras reduz preço do diesel e da gasolina após sucessivas altas

Preço da gasolina será reduzido em 2,08% e do diesel em 1,54%. Caminhoneiros voltam a protestar em rodovias contra preço dos combustíveis

access_time22/05/2018 08:50

Após uma sequência de reajustes praticamente diários, a Petrobras reduzirá os preços da gasolina em 2,08% e os do diesel em 1,54% nas refinarias a partir desta quarta-feira (23), informou a petroleira no seu site nesta terça-feira (21).

Segundo a petroleira, o preço da gasolina nas refinarias cairá de R$ 2,0867 o litro para R$ 2,0433 a partir desta quarta. Já o preço do diesel será reduzido de R$ 2,3716 para R$ 2,3351.

A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado. Pela nova metodologia, os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diariamente, refletindo as variações do petróleo e derivados no mercado internacional. Somente na semana passada, foram 5 reajustes diários seguidos.

Na véspera, a petroleira tinha anunciado um novo aumento nos preços do diesel e da gasolina, elevando os preços dos combustíveis para novas máximas dentro da política da estatal. Desde o início da nova sistemática de reajustes adotada pela Petrobras, o preço da gasolina comercializada nas refinarias acumulava aumento de 58,76% e o do diesel, de 59,32%, segundo o Valor Online.

Em maio, já foram anunciadas 10 altas e 5 quedas no preço do litro do diesel. No caso da gasolina foram 12 altas, 2 quedas e uma estabilidade. A última queda no preço da gasolina nas refinarias tinha ocorrido em 3 de maio. Na ocasião, o valor do litro da refinaria foi reduzido em 0,99%, de R$ 1,8072 para R$ 1,7893. No caso do diesel, a última redução ocorreu no dia 12 de maio, quando o preço passou de R$ 2,2361 para R$ 2,2162, queda de 0,88%. Veja quadro abaixo:

Evolução dos preços cobrados pela Petrobras nas refinarias nas últimas semanas (Foto: Divulgação)

O governo marcou uma reunião nesta terça-feira para discutir a alta dos combustíveis. Participam do encontro os ministros Eduardo Guardia (Fazenda) e Moreira Franco (Minas e Energia) e o presidente da Petrobras, Pedro Parente.

“Algo é preciso ser feito, sem mudar a política de preços e prejudicar a Petrobras”, afirmou Moreira Franco ao blog do Valdo Cruz. O ministro disse que ainda está na mesa de negociações a possibilidade de redução da cobrança de tributos sobre os combustíveis.

Na véspera, o ministro da Fazenda, duardo Guardia, reafirmou, entretanto, que não há espaço para reduzir tributação sobre combustíveis nesse momento.

Na segunda-feira (21), caminhoneiros pararam o trânsito em rodovias de 20 estados e no DF contra a escalada de aumentos dos combustíveis e nesta terça-feira novos protestos são registrados no país.

Impacto no preço cobrado nos postos

A decisão de repassar o aumento do valor da combustível cobrado nas refinarias para o consumidor final é dos postos de combustíveis.

Em comunicado divulgado na sexta-feira (18), a Petrobras voltou a justificar os reajustes diários, afirmando que os combustíveis derivados de petróleo são commodities, que os o preços estão "atrelados aos mercados internacionais". Nesta segunda-feira, o barril de petróleo no EUA atingiu o maior valor desde novembro de 2014, e encerrou a US$ 72,24.

Na semana passada, o preço médio da gasolina nos postos do país atingiu novas máximas no ano, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O preço médio do litro de gasolina para os consumidores ficou em R$ 4,284, ante R$ 4,257 na semana anterior. Com o novo aumento, a gasolina acumula alta de 4,51% desde o início do ano. Desde julho do ano passado, a alta é de mais de 22%.

O valor do diesel também terminou a semana em alta. Segundo a ANP, o valor médio por litro passou para R$ 3,595, acumulando avanço de 8% no ano e de 21,5% desde julho do ano passado.





Por: G1

Outras notícias

Comentários