Banner Outras
Notícias recentes
Hidroxicloroquina: EUA testam remédio para malária no tratamento do coronavírus

Hidroxicloroquina: EUA testam remédio para malária no tratamento do coronavírus

access_time19/03/2020 21:38

O governo dos EUA anunciou nesta quarta-feira (19) que está testando medicamentos já existentes para

Celular de Bolsonaro foi alvo da ação de hackers, afirma ministério

Celular de Bolsonaro foi alvo da ação de hackers, afirma ministério

access_time25/07/2019 09:19

O telefone celular do presidente da República, Jair Bolsonaro, pode ter sido alvo da ação do grupo s

Empresário é atacado no rosto por sucuri de 3 metros durante pescaria

Empresário é atacado no rosto por sucuri de 3 metros durante pescaria

access_time12/09/2018 07:39

Um empresário foi atacado no rosto por uma sucuri durante uma pescaria no final de semana em uma pro

PF deflagra operação Rota 364 para combater o tráfico internacional de drogas
Dinheiro apreendido na operação Rota 364 — Foto: PF/Divulgação

PF deflagra operação Rota 364 para combater o tráfico internacional de drogas

Mandados são cumpridos em Rondônia, Mato Grosso e Distrito Federal. Quadrilha movimentou R$ 1 milhão, segundo PF

access_time28/11/2019 11:36

A Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação, nesta quinta-feira (28), para combater o tráfico internacional de drogas em Rondônia, Mato Grosso e Distrito Federal. A operação é chamada de Rota 364.

Mais de R$ 1 milhão foram movimentados pela quadrilha através do tráfico de drogas nos últimos meses, segundo a PF.

Ao todo, 21 mandados judiciais são cumpridos, sendo dois de prisão preventiva, quatro de prisão temporária e 15 de busca e apreensão.

Segundo a PF, a operação Rota 364 identificou, nos últimos meses, uma organização criminosa atuando no tráfico internacional de drogas em Guajará-Mirim, onde tinha sua base. Porém o grupo tinha "ramificações" na capital Porto Velho e em outros estados do Sul e Centro-Oeste.

Os investigadores apuraram que a quadrilha comprava cocaína dos fornecedores bolivianos, na cidade de Guayaramerín. Depois de fazer o pagamento pela droga, escondiam os entorpecentes em veículos “preparados” e, na sequência, realizavam o transporte do produto ilícito até o destino final por meio da rodovia BR-364.

A PF cumpre os mandados em Guajará-Mirim e Porto Velho, além das cidades de Cuiabá e Brasília.





Por: G1 RO — Porto Velho

Outras notícias

Comentários