anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Mulher sofre emboscada e acaba baleada com oito tiros em Peixoto

Mulher sofre emboscada e acaba baleada com oito tiros em Peixoto

access_time27/03/2023 08:22

Uma mulher de 25 anos foi alvo de uma emboscada e foi baleada com oito tiros, no sábado, por volta d

Polícia Civil apreende mais de R$ 1,3 milhão com dono de distribuidora preso em flagrante por receptação qualificada

Polícia Civil apreende mais de R$ 1,3 milhão com dono de distribuidora preso em flagrante por receptação qualificada

access_time13/09/2023 17:23

A Polícia Civil apreendeu R$ 1,381 milhão, escondidos em uma caixa térmica, durante o cumprimento de

Polícia Civil prende em Paraíta homem que matou amigo pelas costas

Polícia Civil prende em Paraíta homem que matou amigo pelas costas

access_time22/12/2023 17:56

O autor de um homicídio doloso ocorrido em Paranaíta, no mês de setembro deste ano, foi preso nesta

Polícia Civil localiza ossadas em cemitério clandestino em Peixoto de Azevedo
Assessoria | Polícia Civil-MT

Polícia Civil localiza ossadas em cemitério clandestino em Peixoto de Azevedo

Dois corpos em avançado estado de decomposição foram localizados; identificação só será possível após resultado da perícia

access_time11/05/2023 07:34

A Polícia Civil localizou nesta quarta-feira (10.05), na zona rural de Peixoto de Azevedo, dois corpos enterrados em um cemitério clandestino na área de Chácaras Produtivas. Os restos mortais foram encontrados com o apoio da Polícia Penal no local que serviria como ponto de apoio de facção criminosa.

A delegado de Peixoto de Azevedo, Geordan Fontenelle, explicou que a ação foi desencadeada a partir de denúncias sobre a existência do cemitério.

Um das investigações é sobre o desaparecimento, ocorrido em março deste ano, de Ana Lúcia dos Santos, de 38 anos, sendo que uma das ossadas pode ser da vítima.

“Nas investigações que fizemos em busca de localizar a mulher conhecida como “Sheila”, surgiram informações de que poderia haver um cemitério clandestino na zona rural da cidade. Fomos até lá com a equipe da Polícia Penal que nos prestou total apoio e conseguimos encontrar essas ossadas”, explicou o delegado.

O material será encaminhado para a perícia da Politec e somente após as análises será possível confirmar a identificação.





Por: Assessoria | Polícia Civil-MT

Outras notícias

Comentários