anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Professora morre após Biz bater contra caminhão de lixo

Professora morre após Biz bater contra caminhão de lixo

access_time26/07/2023 07:02

A professora Maria Aparecida Pricipe, de 59 anos, morreu após bater a motocicleta Honda Biz que pilo

Reféns libertadas pelo Hamas já estão em Israel

Reféns libertadas pelo Hamas já estão em Israel

access_time20/10/2023 17:25

Judith Raanan e sua filha Natalie, as duas reféns liberadas pelo Hamas nesta sexta-feira, 20, já est

Funcionários da AMBEV e transportadora integram bando de desvio de carga de cerveja em Cuiabá

Funcionários da AMBEV e transportadora integram bando de desvio de carga de cerveja em Cuiabá

access_time13/09/2023 08:06

A Polícia Civil cumpre 48 mandados judiciais nesta quarta-feira (13), contra membros de uma associaç

Polícia Civil prende integrante de organização criminosa envolvido em roubo de R$ 820 mil em Caviar

Polícia Civil prende integrante de organização criminosa envolvido em roubo de R$ 820 mil em Caviar

Investigações identificaram outros quatro envolvidos no crime que são procurados pela Polícia

access_time14/11/2023 11:18

Um integrante de associação criminosa envolvido no roubo de mais de R$ 820 mil em caviar, em que dois empresários foram feitos reféns, foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta segunda-feira (13.11), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

Outras quatro pessoas, sendo duas apontadas como mandantes e duas como executores, tiveram participação identificada no crime. Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa armada, roubo majorado e extorsão qualificada e majorada. 

As investigações iniciaram na tarde de segunda-feira (13), após as vítimas, proprietárias de uma importadora, comparecerem a Derf-VG para comunicar o roubo. Segundo informações, há cerca de 25 dias, os empresários receberam uma pessoa em sua empresa que fez a encomenda de 60 quilos de caviar, para um casamento que ocorreria entre os dias 17 a 19 de novembro.

Devido ao alto valor e a peculiaridade do produto, as vítimas decidiram trazer pessoalmente a encomenda, que supostamente deveria ser entregue na empresa contratada para o cerimonial do casamento.

No dia combinado, os empresários desembarcaram no Aeroporto Marechal Rondon, com os 60 quilos de caviar, acondicionados em embalagens de isopor, que estavam dentro de cinco malas e logo receberam uma ligação do contratante, dizendo que havia um veículo os aguardando em frente a área de desembarque.



As vítimas entraram no veículo e após 25 minutos rodando, passaram a desconfiar que estavam sendo sequestradas, momento em que fizeram imagens do veículo e do condutor, que foram enviadas para a esposa de um dos empresários. Durante o trajeto, o suspeito entrou em uma estrada de chão, onde encontrou com dois comparsas, um deles em posse de uma arma de fogo.

As malas com o caviar foram retiradas do veículo e escondida em um terreno baldio, enquanto os suspeitos entraram no veículo e levaram as vítimas para outro ponto, onde foram obrigadas a entregar os aparelhos celulares, fazerem transferências via pix e ainda foram ameaçadas de morte para que entregassem mais dinheiro. Também foram subtraídos das vítimas duas mochilas com roupas e três notebooks.

Com base nas informações passadas pelas vítimas, os policiais da Derf-VG conseguiram identificar o criminoso responsável por sequestrar os empresários no aeroporto e levá-los para o cativeiro, realizando a prisão do suspeito, assim como a apreensão do veículo utilizado no crime.

O suspeito foi reconhecido pelas vítimas como um dos autores do roubo e da extorsão majorada e qualificada. O investigado já possui condenação anterior por tráfico de drogas e é monitorado por tornozeleira eletrônica.

Interrogado pela delegada titular Derf-VG, Elaine Fernandes de Souza, ele confessou o crime e disse que recebeu R$ 1,5 mil pelo crime e que entr¿egou as malas com o caviar para um comparsa nas proximidades do cartório do Capão Grande.

Segundo a delegada, os outros envolvidos no crime, entre eles um homem e uma mulher, apontados como lideranças da organização criminosa já foram identificados e as diligências seguem em andamento para prender todos os envolvidos. 





Por: Assessoria | Polícia Civil-MT

Outras notícias

Comentários