Kurupí
Notícias recentes
Governo deve cortar mais de R$ 5 bi de benefícios irregulares do INSS

Governo deve cortar mais de R$ 5 bi de benefícios irregulares do INSS

access_time25/07/2018 07:28

Até o final do ano, mais de R$ 5 bilhões gastos em benefícios da Previdência Social deverão ser cort

China inaugura maior ponte marítima do mundo com números assombrosos

China inaugura maior ponte marítima do mundo com números assombrosos

access_time23/10/2018 12:32

O presidente chinês, Xi Jinping, inaugurou oficialmente a maior ponte de travessia marítima do mundo

Variação do dólar, preço do frete e aumento da ração prejudicam suinocultura

Variação do dólar, preço do frete e aumento da ração prejudicam suinocultura

access_time30/12/2018 14:42

Os suinocultores de Mato Grosso esperam que 2019 seja melhor que este ano para o setor e que a produ

Polícia faz operação e prende 14 por tráfico em Guarantã, Sinop, Peixoto, Pará e Goiás

Polícia faz operação e prende 14 por tráfico em Guarantã, Sinop, Peixoto, Pará e Goiás

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Só Notícias/arquivo)

access_time04/04/2019 11:33

A operação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas prendeu 14 pessoas. Duas delas em flagrante e as demais preventivamente decretadas pelo judiciário. As investigações são da polícia de Guarantã do Norte (233 quilômetros de Sinop), onde ocorreram 7 prisões. Outras duas foram em Sinop, uma em Peixoto de Azevedo (nas unidades prisionais onde encontram-se recolhidos, respectivamente) e 4 em Itaituba (PA) e Goianésia (GO).

Os 14 suspeitos foram alvos da “Operação Mercúrio”, que ocorreu em janeiro deste ano, visando à repressão ao tráfico de drogas e combate a uma organização criminosa na região. Na ocasião, foram cumpridos 26 mandados de busca e 9 mandados de prisões temporárias.

No entanto, após a operação os investigados, presos por força dos mandados de prisão temporária, no decorrer do trâmite processual, acabaram conseguindo a liberdade. Porém, o delegado de Guarantã, Waner dos Santos Neves representou novamente pelos pedidos de prisão preventiva dos acusados, os quais foram deferidos pela justiça. “Ainda vamos terminar de cumprir os mandados de prisão e as investigações continuam. Há muito tempo estamos fazendo essas investigações de combate ao tráfico de drogas”, explicou Neves.

A polícia ainda vai identificar quais dos presos são os líderes do tráfico na região. “Estamos fazendo os levantamentos das funções de cada um na quadrilha. A rota do tráfico ainda está sob investigação. Ainda não sabemos o local que estava vindo a droga. O valor movimentado pela quadrilha também está sendo apurado”.





Por: Só Notícias/Cleber Romero (foto: Só Notícias/arquivo)

Outras notícias

Comentários