Banner Outras
Notícias recentes
Águas de Peixoto de Azevedo realiza palestra sobre a importância da água e esgoto tratado para a comunidade

Águas de Peixoto de Azevedo realiza palestra sobre a importância da água e esgoto tratado para a comunidade

access_time22/08/2019 15:29

Neste mês de agosto, a Águas de Peixoto de Azevedo, realizou ações de conscientização, no município,

Advogado é assassinado a tiros em escritório em Juara

Advogado é assassinado a tiros em escritório em Juara

access_time17/03/2020 11:58

Um advogado foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira (17) na cidade de Juara. Segundo a Po

Passageiro é detido ao se masturbar em ônibus ao lado de jovem

Passageiro é detido ao se masturbar em ônibus ao lado de jovem

access_time31/05/2019 09:34

Um homem foi detido nessa quinta-feira (30) ao ser flagrado se masturbando dentro de um ônibus ao la

Presidente da OAB-MT se licencia do cargo por 30 dias após ser preso suspeito de agredir a mulher
Leonardo Campos, presidente da OAB-MT — Foto: Facebook

Presidente da OAB-MT se licencia do cargo por 30 dias após ser preso suspeito de agredir a mulher

Ele afirmou que protocolou o afastamento na última sexta-feira (29) para tratar de assuntos particulares

access_time01/06/2020 10:41

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos, de 41 anos, anunciou, nesta segunda-feira (1º), que pediu licença do cargo por 30 dias.

Campos foi preso na semana passada suspeito de agredir a mulher dele, Luciana Póvoas Lemos, de 42 anos, em Cuiabá. Leonardo negou as agressões e foi liberado.

O anúncio foi feito em uma rede social.

“Uma discussão de casal acabou se tornando pública, com contornos e versões que precisam ser melhor apurados. Espero, sinceramente, que tudo se esclareça”, declarou o presidente.

Ele afirmou que protocolou o afastamento na última sexta-feira (29) para tratar de assuntos particulares.

A OAB-MT, neste período, será presidida pela vice-presidente Gisela Cardoso.

O caso

De acordo com a Polícia Militar, os policiais foram chamados pela mulher de Leonardo, que também é advogada, por volta de 22h no condomínio do casal, localizado no bairro Goiabeiras.

Luciana contou que Leonardo chegou em casa e eles tiveram uma discussão. Ela afirmou que foi empurrada e xingada pelo marido. Também revelou que não foi a primeira vez que isso aconteceu.

No boletim de ocorrência, a mulher detalhou à PM que o marido aparentava ter ingerido bebida alcoólica.

Em nota enviada à imprensa no final da manhã desta quinta-feira, o presidente da OAB negou as agressões.

Na nota, o presidente afirma que, na delegacia, Luciana prestou o depoimento assistida pela presidente do Conselho Estadual de Defesa da Mulher e também afirmou – está registrado em Boletim de Ocorrência – que não houve agressão. Tanto que não houve sequer necessidade do exame de corpo de delito.





Por: Denise Soares, G1 MT

Outras notícias

Comentários