Spigreen
Notícias recentes
MT deve colher mais de 25% da produção de grãos, cereais e oleaginosas do país na safra 2018, estima IBGE

MT deve colher mais de 25% da produção de grãos, cereais e oleaginosas do país na safra 2018, estima IBGE

access_time12/06/2018 18:05

Mesmo com a previsão de queda na produção nacional, o estado de Mato Grosso deve ser responsável por

Homem é flagrado com 400 mil euros na mala, no Aeroporto do Recife

Homem é flagrado com 400 mil euros na mala, no Aeroporto do Recife

access_time30/10/2019 09:14

Um homem, de 41 anos, foi autuado em flagrante ao desembarcar com 400 mil euros no Aeroporto Interna

Justin Carter, cantor de country, morre ao atirar em si mesmo por engano gravando clipe com arma

Justin Carter, cantor de country, morre ao atirar em si mesmo por engano gravando clipe com arma

access_time22/03/2019 07:14

O cantor de country Justin Carter morreu após disparar acidentalmente contra si mesmo no sábado (16)

Preso morre mais de 10 dias depois de ser espancado em penitenciária em Cuiabá
Preso estava no Pronto Socorro de Cuiabá — Foto: Luiz Alves/Secom-Cuiabá

Preso morre mais de 10 dias depois de ser espancado em penitenciária em Cuiabá

A secretaria disse que a causa da morte ainda não foi identificada. Paulo Ricardo cumpria pena por furto, roubo qualificado, ameaça e tráfico de drogas

access_time02/04/2019 09:52

Um preso morreu no último domingo (31) depois de ficar internado por mais de 10 dias no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC).

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (Sesp), Paulo Ricardo Tavares de Almeida, de 29 anos, foi agredido na cela do raio 4 da Penitenciária Central do Estado (PCE), no dia 21 de março.

De acordo com a Sesp, ele foi socorrido pela equipe de saúde da unidade prisional e depois atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que o encaminhou ao Pronto-Socorro.

A secretaria disse que a causa da morte ainda não foi identificada. Paulo Ricardo cumpria pena por furto, roubo qualificado, ameaça e tráfico de drogas.

O caso deve ser investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários