Banner Outras
Notícias recentes
Presidentes da Rússia e da China pedem diminuição de protecionismo

Presidentes da Rússia e da China pedem diminuição de protecionismo

access_time14/11/2019 08:03

A diminuição do protecionismo é essencial para enfrentar a desaceleração econômica global, disseram

Coronavírus: número de casos confirmados sobe para 34 no Brasil

Coronavírus: número de casos confirmados sobe para 34 no Brasil

access_time10/03/2020 15:43

O número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) subiu para 34 no país, com nove novos p

Governo deve cortar mais de R$ 5 bi de benefícios irregulares do INSS

Governo deve cortar mais de R$ 5 bi de benefícios irregulares do INSS

access_time25/07/2018 07:28

Até o final do ano, mais de R$ 5 bilhões gastos em benefícios da Previdência Social deverão ser cort

Pressionado, Tiago Nunes critica gramado e garante: “Grupo está fechado comigo”

Pressionado, Tiago Nunes critica gramado e garante: “Grupo está fechado comigo”

access_time08/03/2020 08:03

O Corinthians chegou ao quinto jogo consecutivo sem vitória neste sábado, após o empate em 1 a 1 com o Novorizontino, em Novo Horizonte, pela nona rodada do Campeonato Paulista. Pressionado pela falta de resultados positivos, o Tiago Nunes vem tendo de lidar com cada vez mais questionamentos, no entanto, garante que o elenco está comprometido com o seu trabalho.

“A gente conversa com os jogadores para compartilharem tudo, as cobranças e os acertos. Externamente, a gente vive em um teatro, parece que a gente vem aqui interpretar. Se a gente fosse líder, o empate seria um bom resultado. A gente sabe que a obrigação era a vitória. O discurso muda muito rápido no futebol, às vezes muda em 45 minutos. Meu foco é no próximo jogo e eu estou fechado com o grupo, que também está fechado comigo. Eles têm sido muito fiéis comigo”, afirmou Tiago Nunes.

Sem Yony González, Ramiro e Pedinho, que viajou a Portugal para resolver os últimos detalhes de sua transferência ao Benfica, Tiago Nunes foi a campo com o que tinha, testando Janderson e Everaldo juntos pela primeira vez. Mas, o que se viu ao longo dos 90 minutos foi uma grande dificuldade de criar boas oportunidades de gol.

“O futebol é compatível à característica que o jogo se ofertou, jogo de primeira, segunda bola, gramado infelizmente em péssimas condições. Não sei o que a Federação fala sobre molhar o gramado, [sem molhar] o jogo fica lento, e o time que quer ser técnico acaba tendo problemas. A gente precisa vencer, torcedor espera vitória, mas temos que levar em consideração que o Novorizontino é um time com uma das maiores pontuações, parece que jogamos contra uma equipe desprezível. Isso não é verdade. Mas, se tratando de Corinthians, temos que vencer sempre e melhorar a capacidade individual de entender o jogo”, prosseguiu.

Por fim, o comandante alvinegro defendeu uma possível obrigatoriedade em relação à irrigação dos gramados. Para Tiago Nunes, o gramado seco atrapalha quem busca atuar em alto nível, e a falta de um campo em bom estado atrapalhou bastante o elenco, que previu as dificuldades que teria neste sábado ainda no aquecimento.

“Primeiro discurso depois do aquecimento foi que não dava para tocar a bola, que o gramado estava ruim. Sendo ndo um time que tenta trocar passes, fica difícil. Eles [Novorizontino] não tocam a bola, para eles não faz diferença. Se na maioria das ligas do mundo todos molham o gramado, há uma razão, é para dar velocidade, para a bola rolar”, pontuou.

“Isso fica prejudicado para o jogador de excelência, que passa como perna de pau. Isso não é para tirar mérito do Novorizontino, que tem méritos, mas para ter excelência. Temos que trabalhar no mais alto nível”, concluiu.





Por: Gazeta Esportiva

Outras notícias

Comentários