ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Irmãos investigados por homicídio no distrito União do Norte são presos no interior do Maranhão

Irmãos investigados por homicídio no distrito União do Norte são presos no interior do Maranhão

access_time24/11/2021 07:08

Dois irmãos foram presos no interior do Maranhão em cumprimento a mandados de prisão decretados pela

União Europeia anuncia sanções contra a vice-presidente da Venezuela

União Europeia anuncia sanções contra a vice-presidente da Venezuela

access_time25/06/2018 09:38

União Europeia anunciou nesta segunda-feira (25) novas sanções econômicas contra 11 autoridades da V

Operação da PF combate fraudes no Ministério do Trabalho

Operação da PF combate fraudes no Ministério do Trabalho

access_time05/07/2018 09:07

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (5) a 3ª fase da Operação Registro Espúrio, com o objetivo de

Primeira-dama de Cuiabá faz acordo com MPE por improbidade após uso de carro oficial para ir a clínica de estética

Primeira-dama de Cuiabá faz acordo com MPE por improbidade após uso de carro oficial para ir a clínica de estética

Márcia Pinheiro usou veículo em março para ir a estabelecimento no bairro Duque de Caxias. Na ocasião, o automóvel foi roubado

access_time14/09/2021 10:41

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, fez um acordo com o Ministério Público do Estado e vai pagar multa de R$ 2.424,39 por ter usado um carro oficial da prefeitura para ir a uma clínica de estética, em março deste ano, na capital. O MPE considerou o ocorrido como ato de improbidade administrativa que causa enriquecimento ilícito e atenta contra os princípios da administração pública.

Procurada, a assessoria da primeira-dama disse que não vai se manifestar sobre o assunto.

O caso ocorreu no dia 11 de março de 2021. Márcia estava em uma Toyota Hilux que foi roubada no momento em que ela chegava a uma clinica de estética no bairro Duque de Caxias. Depois do ocorrido, o Ministério Público começou a investigar o uso de veículo oficial pela primeira-dama sem a permissão normativa e supostamente de forma indevida.

Na ocasião, a primeira-dama disse que foi ao local para fechar uma parceria para um projeto social do qual era coordenadora e que depois iria pra a Secretaria Municipal de Saúde. Porém, uma funcionária da clínica informou que Márcia estava ali para compromisso particular.

O Acordo de Não Persecução Cível foi firmado no dia 26 de julho com a 9ª Promotoria de Justiça Cível de Cuiabá, representada pelo promotor Marcos Regenold. O documento, ao qual o G1 teve acesso nesta terça-feira (14), é sigiloso.

O acordo prevê devolução de valores e a primeira-dama se comprometeu a pagar meia diária de carro alugado e mais 1/3 de tanque de combustível de 55 litros, somando R$ 224,39, e multa de dois salários-mínimos (totalizando R$ 2.200): pela conduta contra os princípios da administração pública e conforme consta da Resolução 808/2020 do MPE-MT sobre parâmetros a serem observados para a celebração desse tipo de acordo .





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários