Spigreen
Notícias recentes
Vacina da Pfizer/BioNTech evitou todos os casos sintomáticos de Covid com variante sul-africana, dizem fabricantes

Vacina da Pfizer/BioNTech evitou todos os casos sintomáticos de Covid com variante sul-africana, dizem fabricantes

access_time01/04/2021 11:15

   É o primeiro resultado deste tipo a ser divulgado contra essa variante, mas especialista ressalta

Paula Rasch é eleita Miss Peixoto 2018

Paula Rasch é eleita Miss Peixoto 2018

access_time15/05/2018 08:34

A estudante Paula Rasch, 17 anos, foi eleita a Miss Peixoto 2018 no concurso realizado na noite de s

Todos os municípios de Mato Grosso apresentam risco baixo de contaminação da Covid-19

Todos os municípios de Mato Grosso apresentam risco baixo de contaminação da Covid-19

access_time04/12/2020 07:43

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (03.12) o Boletim Informativo nº

Programa da ONU deve investir R$ 3 milhões em projetos sustentáveis em MT
Para este ano já estão assegurados US$ 875 mil para o desenvolvimento de ações, o que equivale a cerca de R$ 3 milhões. — Foto: Assessoria

Programa da ONU deve investir R$ 3 milhões em projetos sustentáveis em MT

Entre os projetos em desenvolvimento está a regularização ambiental do assentamento Vale do Mangaval, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, que possui 108 famílias

access_time04/02/2019 07:51

O programa da Organização das Nações Unidas (ONU) “Parceria para Ações na Economia Verde” vai investir cerca de R$ 3 milhões este ano em projetos que incentivem a economia e a geração de empregos sustentáveis em Mato Grosso.

A Page, sigla em inglês de Partnership for Action on Green Economy, ajuda países a adotar e implementar políticas e estratégias para o desenvolvimento da economia verde com o objetivo de diminuir a emissão de carbono no mundo. No Brasil, o programa é desenvolvido apenas em Mato Grosso, primeiro estado subnacional a firmar convênio com esse organismo da ONU.

Com o convênio assinado em 2016, alguns projetos já estão sendo desenvolvidos nas áreas de energia renovável, planejamento territorial, turismo sustentável e regularização ambiental em assentamentos rurais. Para este ano já estão assegurados US$ 875 mil para o desenvolvimento de ações, o que equivale a cerca de R$ 3 milhões.

Além do governo de Mato Grosso, também compõem o projeto a Federação das Indústrias de no Estado de Mato Grosso (Fiemt), Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Academia de Arquitetura e Urbanismo (AAU), Instituto Centro de Vida (ICV), Assembleia Legislativa de Mato Grosso e Ministério do Trabalho e Emprego.

Entre os projetos em desenvolvimento está a regularização ambiental do assentamento Vale do Mangaval, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, que possui 108 famílias. Com a regularização, elas poderão ter acesso a crédito e aumentar a produção, garantindo assim o aumento de renda. Outro projeto em finalização é a elaboração de diretrizes para padronização e certificação dos produtos turísticos sustentáveis.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários