anuncie aqui
Notícias recentes
Criança de 12 anos morre em tanque de aproximadamente 5 metros de profundidade

Criança de 12 anos morre em tanque de aproximadamente 5 metros de profundidade

access_time28/04/2019 18:49

Uma criança de 12 anos morreu afogada nesse sábado (27) em um tanque de psicultura, em Peixoto de Az

Conheça novas regras para posse de arma no país

Conheça novas regras para posse de arma no país

access_time16/01/2019 07:37

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (15) decreto que flexibiliza as regras para a posse de arma

Seis crianças com idades entre 1 e 8 anos são resgatadas em meio a lixo, comida estragada e fezes

Seis crianças com idades entre 1 e 8 anos são resgatadas em meio a lixo, comida estragada e fezes

access_time09/01/2019 06:41

Seis crianças com idades entre 1 e 8 anos foram encontradas abandonadas em uma casa no Bairro Jardim

Provocação? Rússia mostra míssil hipersônico e mais armas após cúpula Putin/Trump

Provocação? Rússia mostra míssil hipersônico e mais armas após cúpula Putin/Trump

Ministério da Defesa da Rússia publicou no Youtube cinco vídeos que mostram progresso no desenvolvimento de armas anunciadas por Putin em março

access_time20/07/2018 16:13

Depois de o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ter concordado com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que é preciso frear a proliferação de armas nucleares no mundo para minimizar os anseios de uma corrida armamentista do século XXI, o governo russo resolveu publicar no Youtube vídeos de seus novos armamentos — aqueles que Putin havia dito que renderiam a defesa “completamente inútil” da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

Tratam-se de um míssil nuclear de cruzeiro, o Burevestnik; um sistema de mísseis hipersônicos, o Avangard; um míssil balístico intercontinental, o Sarmat (ICBM); um drone subaquático, chamado Poseidon; e um míssil hipersônico, o Kinzhal. Reportagens da Tass, agência de notícias estatal russa, publicadas nesta semana afirmam que as cinco novas armas estão sendo testadas.

Especialistas em segurança ouvidos pela Tass, e ligados ao Kremlin, afirmam que ainda não é possível saber se a demonstração do armamento vai ajudar ou prejudicar o diálogo com os Estados Unidos, mas concordam que terá uma relevância em conversas futuras sobre o New START, uma renovação do compromisso de limitação dos arsenais nucleares entre as duas nações. 

“A ideia principal por trás da demonstração das novas armas é reduzir a corrida armamentista com os EUA, sentar-se à mesa das negociações e começar a discussão dos problemas como as defesas antimísseis ou a estabilidade estratégica”, disse Konstantin Blokhin, pesquisador do Instituto Russo para Estudos Estratégicos, organização ligada à presidência.

Entretanto, os novos armamentos foram recebidos com ceticismo em Washington, onde as autoridades lançaram dúvidas sobre se a capacidade do arsenal nuclear da Rússia, além das já conhecidas pelas agências militares e de inteligência dos EUA. Em entrevista ao Bloomberg, Anton Lavrov, analista militar independente, afirma que os vídeos tentam mostrar que o governo russo está avançando, mas que “não provam que estas armas possam ser usadas em breve”.

As novas armas
Burevestnik:
segundo o Ministério de Defesa da Rússia, o novo míssil de cruzeiro é equipado com uma pequena ogiva nuclear e tem um alcance quase ilimitado, uma trajetória imprevisível e capacidade de contornar linhas de interceptação. Segundo a agência TASS, a Rússia está se preparando para começar os testes do míssil de longo alcance.

Avangard: O míssil hipersônico voa a uma altitude de dezenas de quilômetros nas camadas densas da atmosfera e viaja ao longo de uma distância intercontinental a uma velocidade hipersônica de mais de 24 mil Km/h. Segundo o Ministério de Defesa, o Angard é capaz de realizar manobras controladas, o que torna seu vôo imprevisível para as defesas anti-mísseis e permite evitar as áreas de operação de suas informações e sistemas de armas.

Sarmat (ICBM): É um míssil capaz de transportar cargas nucleares. Segundo a agência Tass, os primeiros testes tiveram sucesso e tentativas de voo serão colocadas em prática em breve.

Poseidon: é um drone subaquático. Segundo o Ministério de Defesa russo, será capaz de combater os porta-aviões inimigos e atingir as suas instalações costeiras a uma distância intercontinental. Os testes do Poseidon já começaram, segundo a Tass.

Kinzhal: é míssil hipersônico, que é trazido à velocidade mínima de voo pelo avião a jato e depois liberado para disparar seu próprio motor de propulsão sólida, que o eleva a uma velocidade de 12 mil Km/h.





Por: Gazeta do Povo

Outras notícias

Comentários