anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Medeiros denuncia Lula por fake news após chamar impeachment de

Medeiros denuncia Lula por fake news após chamar impeachment de "golpe"

access_time30/01/2023 09:55

O deputado federal mato-grossense, José Medeiros (PL), acionou a Procuradoria-Geral da República (PG

Ex-secretário preso por desvios na Saúde é transferido para a PCE após audiência de custódia

Ex-secretário preso por desvios na Saúde é transferido para a PCE após audiência de custódia

access_time10/02/2023 11:01

O ex-secretário de Saúde de Cuiabá, Célio Rodrigues, foi transferido para uma cela no raio 8 da Peni

Júlio é eleito presidente da CCJ e aposta na

Júlio é eleito presidente da CCJ e aposta na "experiência e autoridade" para conduzir a comissão

access_time15/02/2023 11:31

Eleito presidente da Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa de

PT quer ‘IPVA’ anual para armas de fogo
O projeto também pretende determinar vistoria obrigatória do armamento pela Polícia Federal | Foto: Foto: Divulgação/Canva

PT quer ‘IPVA’ anual para armas de fogo

Novo imposto teria alíquota de 20%

access_time25/04/2023 13:29

Parlamentares do PT vão apresentar nos próximos dias um projeto de lei que cria mais um tributo a ser pago pelos proprietários de armas de fogo. A ideia é ter um Imposto sobre Armas de Fogo (IPAF), uma espécie de cobrança anual para o armamento, semelhante à taxa paga pelos donos de veículos (IPVA).

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o autor do projeto é o deputado Alencar Santana (PT-SP). De acordo com o parlamentar, a alíquota do tributo seria de 20% sobre o valor da arma de fogo.

Ainda segundo o parlamentar, a intenção é finalizar a iniciativa e pedir ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, urgência na tramitação. O deputado acredita que o governo poderia arrecadar cerca de R$ 2 bilhões com o novo imposto.

O projeto também deve determinar que as armas sejam vistoriadas anualmente pela Polícia Federal (PF). Caso seja encontrada alguma irregularidade, o proprietário poderá ser multado e alvo de uma investigação para apurar o que ocorreu.

O parlamentar não especificou quais seriam as punições caso o proprietário da arma de fogo não pague o IPAF. A medida se soma a um conjunto de esforços do governo Lula para ampliar o controle sobre armas nas mãos de civis e burocratizar o acesso.





Por: Fernando de Castro da Revista Oeste

Outras notícias

Comentários