ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Gana é primeiro país a receber vacinas financiadas pelo sistema Covax

Gana é primeiro país a receber vacinas financiadas pelo sistema Covax

access_time24/02/2021 09:31

Gana deve receber hoje o primeiro lote de vacinas contra o SARS CoV-2, em nível mundial, financiado

Banco Central antecipa produção de R$ 9 bilhões em cédulas

Banco Central antecipa produção de R$ 9 bilhões em cédulas

access_time14/05/2020 15:26

O Banco Central (BC) antecipou para este mês pedido de produção de cédulas, no valor de R$ 9 bilhões

Brasil deve exportar 552 mil toneladas de aço a menos com restrição dos EUA

Brasil deve exportar 552 mil toneladas de aço a menos com restrição dos EUA

access_time11/05/2018 15:11

A decisão do governo dos Estados Unidos de impor quotas para o aço brasileiro deve reduzir as export

Quatro pessoas são indiciadas por fake news contra políticos e empresários em Cuiabá
Irmão de prefeito de Cuiabá e dois servidores são alvos de operação contra fake news
Foto por: Foto: PJC MT

Quatro pessoas são indiciadas por fake news contra políticos e empresários em Cuiabá

No inquérito policial instaurado foi identificada uma associação criminosa responsável pela fabricação e disseminação de fake news e arquivos digitais.

access_time07/04/2022 10:05

A Polícia Civil de Cuiabá concluiu nesta quinta-feira (6) o inquérito da Operação Fake News, deflagrada em dezembro de 2021 para apurar suposta associação criminosa voltada para a criação e divulgação de notícias falsas com motivação política.

No relatório final das investigações, quatro pessoas foram indiciadas pelos crimes de injúria, calúnia, difamação, perseguição, falsa identidade e associação criminosa.

Em dezembro, três pessoas foram alvos da operação, entre eles, o irmão do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), Marco Polo Pinheiro.

Os outros dois eram servidores da prefeitura, sendo um deles assessor de endomarketing e o outro servidor temporário da Secretaria Municipal de Saúde.

No inquérito policial instaurado foi identificada uma associação criminosa responsável pela fabricação e disseminação de fake news e arquivos digitais como fotos, vídeos, memes, textos apócrifos e outros, de conteúdo ofensivo contra agentes políticos, empresários e servidores públicos do estado.

Foi realizado um intenso trabalho investigativo tecnológico que permitiu identificar que os quatro indiciados integravam a associação criminosa com motivação política.

Um dos indiciados no inquérito cumpre pena em regime aberto por roubo majorado, furto qualificado e por integrar quadrilha de roubo a banco.

Nas apurações foram colhidos inúmeros elementos informativos, em mais seis inquéritos policiais que estão em fase conclusiva, sendo possível estabelecer a conexão e coordenação entre os investigados.





Por: Por g1 MT

Outras notícias

Comentários