Spigreen
Notícias recentes
Médico alerta homens a aproveitarem 'Novembro Azul' para fazer check-up da saúde

Médico alerta homens a aproveitarem 'Novembro Azul' para fazer check-up da saúde

access_time13/11/2020 09:55

Embora uma parcela dos homens frequente os consultórios médicos sem nenhum problema, o número dos qu

Bolsonaro volta a defender abertura de comércio no país

Bolsonaro volta a defender abertura de comércio no país

access_time25/03/2020 07:16

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a reabertura do comércio brasileiro na manhã desta qua

Xi Jinping e Trump prometem intensificar relações diplomáticas

Xi Jinping e Trump prometem intensificar relações diplomáticas

access_time01/01/2019 09:00

Os presidentes da China e dos Estados Unidos trocaram mensagens em que expressaram a intenção de int

Reforma em 'escola de lata' que não tem refeitório e nem biblioteca foi determinada pela Justiça de MT
Escola de lata deve ser reformada — Foto: Fantástico/ Reprodução

Reforma em 'escola de lata' que não tem refeitório e nem biblioteca foi determinada pela Justiça de MT

Situação da Escola José Pedro Gonçalves, em comunidade rural em Rosário Oeste, foi mostrada no Fantástico no último domingo (3), e caso gerou repercussão

access_time07/03/2019 09:34

A Justiça determinou ao município de Rosário Oeste, a 133 km de Cuiabá, que comece a reformar a Escola José Pedro Gonçalves, que funciona em contêineres e tem estrutura precária, foi mostrada no Fantástico no último domingo (3). A decisão do juiz Ricardo Nicolino de Castro, da Vara Única de Rosário Oeste, é do dia 25 de fevereiro, mas ainda não foi cumprida.

O prazo para início da obra é em 10 dias, a partir da data da notificação da prefeitura.

A prefeitura alegou que desde o ano passado a unidade de ensino passa por um processo de transferência de responsabilidade para o estado. Com essa mudança, de acordo com o município, a escola seria anexa à Escola Isaac Rodrigues de Mesquita, no Distrito de Bauxi, e o município ficaria responsável só pela gestão do transporte escolar. O processo tramita no Conselho Estadual de Educação, conforme a prefeitura.

Além de multa, a Justiça estabeleceu que prefeito deve ser afastado caso não cumpra a decisão.

A escola também não tem refeitório, nem biblioteca, e os banheiros não têm porta. As paredes são cobertas com PVC, um tipo de plástico sem isolamento térmico, e o teto, com placa de isopor. Toda a estrutura é inflamável.

O pedido de reforma foi feito pelo Ministério Público Estadual.

Na ação, o MP pediu que sejam resolvidos os problemas elencados pela Vigilância Sanitária, como: banheiros sem portas, cozinha improvisada com madeira em péssimo estado de conservação, lixo e esgoto ao céu aberto, fiação elétrica exposta, salas de aula improvisada de madeira em péssimo estado de conservação, piso danificado, entre outros.

Por causa da estrutura, um terço dos alunos abandonou os estudos no ano passado.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários