anuncie aqui
Notícias recentes
Trabalhador morre após levar choque ao tentar apagar fogo em fazenda causado por queda de poste

Trabalhador morre após levar choque ao tentar apagar fogo em fazenda causado por queda de poste

access_time31/07/2018 08:11

Um trabalhador rural morreu, nesta segunda-feira (30), depois de sofrer uma descarga elétrica ao ten

Refinaria suspende atividades no Pará após despejo irregular de resíduos

Refinaria suspende atividades no Pará após despejo irregular de resíduos

access_time03/10/2018 08:05

A refinaria de alumina Hydro Alunorte anunciou nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (3) q

Advogada que filmava discussão é agredida com socos dentro de fórum; veja vídeo

Advogada que filmava discussão é agredida com socos dentro de fórum; veja vídeo

access_time18/10/2018 08:08

O advogado João Alcir Rodrigues de Vargas foi detido pela acusação de agredir a colega Flaviane Rama

Rio de Janeiro é a primeira cidade brasileira a banir canudos plásticos
Recentemente, o McDonald's anunciou que vai substituir os canudos de plástico pelos de papel em todos os seus restaurantes do Reino Unido e Irlanda (iStock/iStock)

Rio de Janeiro é a primeira cidade brasileira a banir canudos plásticos

De acordo com a lei, os estabelecimentos devem oferecer aos consumidores versões de papel biodegradável ou reciclável

access_time07/07/2018 11:34

O Rio de Janeiro tornou-se a primeira cidade brasileira a banir o uso de canudos de plástico em quiosques, bares e restaurantes. O projeto de lei foi sancionado nesta quinta 5 pelo prefeito Marcelo Crivella.

Os estabelecimentos que descumprirem a lei estão sujeitos a multa de 3.000 reais – valor que pode chegar a 6.000 reais em caso de reincidência. De acordo com o texto, canudos de papel biodegradável ou reciclável devem ser oferecidos como alternativa.

A medida, de autoria do vereador Jorge Felippe (MDB), foi publicada no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro ontem. Ainda não há data para que a lei entre em vigor.

Recentemente, o McDonald’s anunciou que vai substituir os canudos de plástico por canudos de papel em todos os seus restaurantes do Reino Unido e Irlanda a partir de setembro. A rede utiliza 1,8 milhão de canudos por dia apenas no Reino Unido.

A guerra contra o produto começou há três anos, quando o vídeo de uma tartaruga viralizou na internet. O animal tinha um canudinho entalado nas narinas. Nos Estados Unidos, 500 milhões de canudos são usados e descartados diariamente. No Brasil, não há dados tão precisos, mas segundo o IBGE, a produção foi de 2.800 toneladas em 2015.

Apesar de ter uma vida útil de dez minutos – o tempo que se gasta para tomar um refrigerante –, o canudo de plástico demora 500 anos para se decompor na natureza.

Desde que a produção de canudinhos em larga escala teve início, nos anos 60, estima-se que vaguem por aí, como detritos, 8,3 bilhões de toneladas de objetos feitos de plástico. Além disso, a indústria do poliestireno colabora para o agravamento do aquecimento global, pela emissão de gás carbônico na atmosfera, polui ecossistemas e ameaça a sobrevivência de animais em risco de extinção, como algumas das espécies de tartarugas marinhas.





Por: Veja.com

Outras notícias

Comentários