anuncie aqui
Notícias recentes
Mais de 3,3 milhões de contribuintes recebem hoje restituição do IR

Mais de 3,3 milhões de contribuintes recebem hoje restituição do IR

access_time16/07/2018 09:00

O crédito bancário para mais de 3,3 milhões de contribuintes contemplados no segundo lote de restitu

Em jogo

Em jogo "gelado", São Paulo e Internacional empatam sem gols no Morumbi

access_time05/06/2018 22:57

O JOGO Em um jogo de poucas chances, São Paulo e Internacional empataram por 0 a 0, na noite desta

Premiação na Rússia é dez vezes maior do que foi a do penta

Premiação na Rússia é dez vezes maior do que foi a do penta

access_time13/06/2018 13:29

Sochi, Rússia A revisão das projeções econômicas de crescimento do país fez com que o governo tomas

Rio de Janeiro é a primeira cidade brasileira a banir canudos plásticos
Recentemente, o McDonald's anunciou que vai substituir os canudos de plástico pelos de papel em todos os seus restaurantes do Reino Unido e Irlanda (iStock/iStock)

Rio de Janeiro é a primeira cidade brasileira a banir canudos plásticos

De acordo com a lei, os estabelecimentos devem oferecer aos consumidores versões de papel biodegradável ou reciclável

access_time07/07/2018 11:34

O Rio de Janeiro tornou-se a primeira cidade brasileira a banir o uso de canudos de plástico em quiosques, bares e restaurantes. O projeto de lei foi sancionado nesta quinta 5 pelo prefeito Marcelo Crivella.

Os estabelecimentos que descumprirem a lei estão sujeitos a multa de 3.000 reais – valor que pode chegar a 6.000 reais em caso de reincidência. De acordo com o texto, canudos de papel biodegradável ou reciclável devem ser oferecidos como alternativa.

A medida, de autoria do vereador Jorge Felippe (MDB), foi publicada no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro ontem. Ainda não há data para que a lei entre em vigor.

Recentemente, o McDonald’s anunciou que vai substituir os canudos de plástico por canudos de papel em todos os seus restaurantes do Reino Unido e Irlanda a partir de setembro. A rede utiliza 1,8 milhão de canudos por dia apenas no Reino Unido.

A guerra contra o produto começou há três anos, quando o vídeo de uma tartaruga viralizou na internet. O animal tinha um canudinho entalado nas narinas. Nos Estados Unidos, 500 milhões de canudos são usados e descartados diariamente. No Brasil, não há dados tão precisos, mas segundo o IBGE, a produção foi de 2.800 toneladas em 2015.

Apesar de ter uma vida útil de dez minutos – o tempo que se gasta para tomar um refrigerante –, o canudo de plástico demora 500 anos para se decompor na natureza.

Desde que a produção de canudinhos em larga escala teve início, nos anos 60, estima-se que vaguem por aí, como detritos, 8,3 bilhões de toneladas de objetos feitos de plástico. Além disso, a indústria do poliestireno colabora para o agravamento do aquecimento global, pela emissão de gás carbônico na atmosfera, polui ecossistemas e ameaça a sobrevivência de animais em risco de extinção, como algumas das espécies de tartarugas marinhas.





Por: Veja.com

Comentários