ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Avó de índia recém-nascida enterrada viva deu chás abortivos para interromper gravidez da filha, diz polícia

Avó de índia recém-nascida enterrada viva deu chás abortivos para interromper gravidez da filha, diz polícia

access_time09/06/2018 18:33

A avó da índia recém-nascida – que foi resgatada depois de ser enterrada viva pela família dela, na

Tecnologia 5G vai a leilão hoje; entenda os impactos

Tecnologia 5G vai a leilão hoje; entenda os impactos

access_time04/11/2021 06:28

Após anos de pesquisa, articulação e negociação, está marcado para hoje (4) o leilão das frequências

Mercado financeiro prevê queda de 5,12% na economia este ano

Mercado financeiro prevê queda de 5,12% na economia este ano

access_time18/05/2020 09:41

O mercado financeiro continua a revisar a estimativa de queda da economia neste ano. Pela 14ª semana

Sema monitora barragem após denúncia de risco de rompimento
Foto: Reproduçã

Sema monitora barragem após denúncia de risco de rompimento

access_time07/01/2022 12:14

Por conta das fortes chuvas, uma barragem da cidade de Confresa encheu. A cidade, localizada a 1.600 quilômetros de Cuiabá, decretou estado de emergência e calamidade pública por conta dos estragos causados por temporais desde o ano passado.
A Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) informou que a equipe de Segurança de Barragem da Pasta fez duas visitas à represa para verificar denúncias de risco de rompimento.

Após a verificação, na tarde de quinta-feira (05) e na manhã de sexta-feira (06), a conclusão é de que não há risco iminente de rompimento, ou de galgamento (transbordamento) da represa.

Em nota, a Pasta pontua que também foi realizada uma limpeza do vertedouro, e com isso, aumentou a vazão da água e houve redução do nível da barragem, para comportar melhor o período das chuvas.

A barragem é de água para captação de água para abastecimento urbano e o monitoramento do caso continua sendo feito de modo permanente pela Sema.

Em Confresa, a prefeitura emitiu no dia 27 de dezembro o Decreto n° 250/2021, que declara situação de emergência nas diversas áreas rurais do município afetadas pelas tempestades.

“Com pontes danificadas, estradas de terra com erosão e casas inundadas em diversos pontos, a gestão está trabalhando para, primeiramente, garantir que todas as pessoas nas áreas de risco estejam seguras e vivendo com o mínimo de dignidade”, explica a prefeitura.

O decreto possibilita transferências dos recursos da União aos órgãos e entidades dos Estados, Distrito Federal e Municípios para execução de ações de prevenção em áreas de risco de desastres e de respostas e de recuperações de áreas, e autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação do Comdec (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil) nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução dos pontos prejudicados.





Por: Da Redação - Fabiana Mendes

Outras notícias

Comentários