Banner Outras
Notícias recentes
Cidade de Guadalajara, no México, é atingida por tempestade de granizo; veja fotos

Cidade de Guadalajara, no México, é atingida por tempestade de granizo; veja fotos

access_time01/07/2019 12:37

A cidade de Guadalajara, no oeste do México, foi atingida neste domingo (30) por uma tempestade de g

Com direito a golaço, Rússia vence mais uma, fica perto das oitavas e praticamente elimina o Egito

Com direito a golaço, Rússia vence mais uma, fica perto das oitavas e praticamente elimina o Egito

access_time19/06/2018 18:49

O QUE TIVEMOS EM SÃO PETERSBURGO Golaço de Dzyuba, assistência de Mário Fernandes e gol de pênalti

MT deve liderar produção de grãos e carne bovina no país até 2030

MT deve liderar produção de grãos e carne bovina no país até 2030

access_time27/07/2019 09:22

Atual maior produtor de grãos e de carne bovina do país, Mato Grosso deve continuar na liderança do

STF valida lei que permite emissão de documentos em cartórios
Marcello Casal Jr./Agência Brasil

STF valida lei que permite emissão de documentos em cartórios

Norma inclui documentos de identificação e de veículos

access_time11/04/2019 07:45

O Supremo Tribunal Federal (STF) julgou constitucional na quarta-feira (10) a lei que permitiu aos cartórios de registro civil a oferta de serviços remunerados como emissão de documentos de identificação e de veículos. Em geral, esse tipo de serviço é prestado em cartórios em cidades pequenas. 

Pela decisão, os cartórios precisam de autorização do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e dos tribunais de Justiça dos estados para oferecer novos serviços. A atividade primária dos cartórios de registro civil é a emissão de certidões de nascimento, de casamento e de óbito. 

A questão chegou ao Supremo por meio de uma ação do PRB, protocolada em 2017. No mesmo ano, uma medida provisória alterou a Lei de Registros Públicos para garantir que os cartórios do registro civil das pessoas naturais são considerados ofícios da cidadania e podem prestar serviços remunerados, por meio de convênios com órgãos públicos.

O partido sustentou que a norma deveria partir da iniciativa do Poder Judiciário. 





Por: André Richter - Repórter da Agência Brasil

Outras notícias

Comentários