anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Cuiabá anuncia goleiro, zagueiro e meia como reforços para 2024

Cuiabá anuncia goleiro, zagueiro e meia como reforços para 2024

access_time11/01/2024 10:57

O Cuiabá anunciou três jogadores como reforços para a temporada de 2024. São eles: o goleiro Mateus

Operação conjunta desmantela esquema de extração ilegal de madeira em São Félix do Araguaia

Operação conjunta desmantela esquema de extração ilegal de madeira em São Félix do Araguaia

access_time19/01/2024 11:42

A Polícia Civil, em uma ação conjunta das Delegacias de Confresa, São Félix do Araguaia e Alto Boa V

Japão busca mais de 240 desaparecidos do terremoto que deixou 94 mortos e 30 mil desalojados

Japão busca mais de 240 desaparecidos do terremoto que deixou 94 mortos e 30 mil desalojados

access_time05/01/2024 10:43

Passado quatro dias que um terremoto de magnitude 7,6 atingiu o Japão, o país ainda enfrenta as cons

Substituto de Deltan diz que cassação ‘não se contesta’ e promete honrar votos do ex-procurador
Deputado também falou sobre a articulação pela aprovação da reforma tributária
Foto por: Reprodução/Jovem Pan News

Substituto de Deltan diz que cassação ‘não se contesta’ e promete honrar votos do ex-procurador

Luiz Carlos Hauly assume vaga de deputado federal pelo Podemos após decisão do ministro Dias Toffoli; em entrevista ao Jornal da Manhã, parlamentar disse ter recebido ligação de Dallagnol

access_time08/06/2023 09:57

O ex-deputado federal Luiz Carlos Hauly (Podemos-PR) vai assumir a vaga deixada por Deltan Dallagnol, que teve o mandato como deputado federal cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A confirmação de que Hauly assumiria a vaga deixada pelo ex-procurador veio após o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF) atender a um recurso do Podemos que determinou que Hauly fosse o escolhido. Em entrevista exclusiva, Hauly afirmou que a cassação não pode ser contestada e que irá honrar os votos de Dallagnol. “Decisão judicial não se contesta. Decisão da Justiça se cumpre, você pode não gostar. Claro que o doutor Dallagnol é um homem ilibado, de conduta reta, um grande homem público e promotor de Justiça. Temos que olhar pra frente”, disse Hauly, que continuou: “Ele mesmo me telefonou ontem me dando os parabéns e eu disse que honraria também os seus eleitores e seus princípios. Claro que ele é da área jurídica e eu da área econômica. […] São característica que se complementam. Também defendo os princípios que o doutor Deltan defende, como o princípio da moralidade pública, do direito à vida e à família. Lamento que o Congresso tenha perdido o doutor Deltan”.

Em outro0 momento, Hauly falou sobre a articulação da reforma tributária, dizendo que, por se tratar de um tema nacional que engloba mais de um grupo político, não deverá ter problemas nas votações. O deputado também defendeu a criação de uma agenda nacional de pautas. “A base parlamentar é fluída, é por tema. Se você tem um tema de interesse do governo que é de interesse nacional, ele é votado, como foi votado o arcabouço fiscal. Mesmo no governo passado, foi por tema. Com a reforma tributária, assim como a previdência, a reforma trabalhista, o testo de gastos e agora o arcabouço, não tem problema. Se a matéria é nacional, não é problema. A maioria do Parlamento, que é de centro, centro-direita e centro-esquerda, tem sua pauta própria. Temos que ter uma agenda nacional”, afirmou o parlamentar.





Por: Jovem Pan

Outras notícias

Comentários