Spigreen
Notícias recentes
Após 4 meses de proibição, pesca é liberada nos rios de MT na sexta-feira (1º)

Após 4 meses de proibição, pesca é liberada nos rios de MT na sexta-feira (1º)

access_time30/01/2019 07:14

O período de Piracema, que começou em outubro, termina na próxima quinta-feira (1º), nos rios de Mat

OMS alerta para epidemia de DSTs na era dos aplicativos de encontros

OMS alerta para epidemia de DSTs na era dos aplicativos de encontros

access_time07/06/2019 09:20

A Organização Mundial de Saúde (OMS) fez um alerta nesta quinta-feira (6) para a falta de progresso

Faturamento das empresas tem aumento de 9% no início de maio, diz Sefaz-MT

Faturamento das empresas tem aumento de 9% no início de maio, diz Sefaz-MT

access_time14/05/2020 15:40

O faturamento das empresas de Mato Grosso apresentou melhora de 9% entre o dia 4 e 8 deste mês, se c

Taxas cobradas pelo Detran-MT para exames psicotécnico e médico ficam mais caras a partir de 1º de janeiro
Exames para emissão de CNH ficarão mais caros — Foto: Divulgação

Taxas cobradas pelo Detran-MT para exames psicotécnico e médico ficam mais caras a partir de 1º de janeiro

A portaria que reajusta os valores das taxas foi publicada no Diário Oficial que circula nesta segunda-feira (26)

access_time27/11/2018 07:51

A partir do dia 1º de janeiro de 2019, as taxas cobradas pelo Departamento de Trânsito de Mato Grosso (Detran) para avaliações médicas para a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pela primeira vez ou renovação ficarão mais caras. A portaria foi publicada no Diário Oficial que circula nesta segunda-feira (26).

O exame médico que hoje custa R$ 83,97 subirá para R$ 96, o que corresponde a um aumento de 14,3%. Já o exame psicotécnico, também obrigatório para quem vai tirar a CNH pela primeira vez teve reajuste de 12,5%. Passará de R$ 128 para R$ 144.

A taxa para quem reprovar no exame psicológico e tiver que refazê-lo, que atualmente é de R$ 64, passará para R$ 72.

Conforme a assessoria de imprensa do Detran-MT, o reajuste obedece a Lei 9197/2009, que altera o valor das tarifas cobradas pelos médicos e psicólogos credenciados ao órgão para a realização das avaliações de aptidão física e mental e psicológicas.

Ainda de acordo com a lei, os honorários são corrigidos anualmente, adotando-se como parâmetro os mesmos índices utilizados, respectivamente, na Classificação Brasileira de Procedimentos Médicos (SBP) e referencial estabelecido pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP), e divulgado por meio de portaria expedida pelo Detran.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários