Banner Outras
Notícias recentes
Nos 70 anos da LBV, campanha pela educação mobiliza a sociedade brasileira

Nos 70 anos da LBV, campanha pela educação mobiliza a sociedade brasileira

access_time25/03/2020 19:36

A Legião da Boa Vontade (LBV) deu início à sua tradicional iniciativa de mobilização social em prol

Destroços de avião que caiu em MT são monitorados pela polícia até chegada de investigadores do Cenipa

Destroços de avião que caiu em MT são monitorados pela polícia até chegada de investigadores do Cenipa

access_time06/05/2019 08:06

Uma equipe do Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa),

Mulher é assassinada logo após denunciar marido por agressão e estupro em Novo Mundo

Mulher é assassinada logo após denunciar marido por agressão e estupro em Novo Mundo

access_time17/03/2020 06:13

Uma mulher foi assassinada na manhã desta segunda-feira (16) no centro de Novo Mundo, logo após sair

Três são detidos por captação ilícita de clientes a mando de advogados
Segundo a OAB-MT, advogados por trás dos captadores ilícitos ainda não foram identificados (Foto: Assessoria)

Três são detidos por captação ilícita de clientes a mando de advogados

Detidos devem responder por tentativa de extorsão, corrupção ativa e formação de quadrilha. A OAB-MT, ainda tenta identificar os advogados por trás dos captadores

access_time26/06/2018 19:30

Tês homens foram presos em Cuiabá, na segunda-feira (25), suspeitos de participarem de um esquema de captação ilícita de clientes a mando de advogados. O esquema foi denunciado por uma advogada que teve um cliente abordado pelos detidos.

Sandro Brides da Silva, Natanael Manoel de Oliveira e Rafael Xavier de Moraes devem responder por tentativa de extorsão, corrupção ativa e formação de quadrilha.

A reportagem não conseguiu localizar a defesa deles.

A ação da polícia foi acompanha por membros do Tribunal de Defesa das Prerrogativas (TDP) e pela Procuradoria da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT).

Segundo a denúncia, os três abordavam as partes que receberiam valores depositados judicialmente e pediam metade em troca. Num dos casos, eles ameaçaram o cliente da advogada que denunciou a prática.

Para obter acesso as informações, os três teriam tido acesso ao sistema do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) com a senha disponibilizado por algum advogado.

A OAB-MT ainda deve tentar descobrir quem são os advogados agindo por tás dos captadores.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários