Spigreen
Notícias recentes
Fachin nega pedido da defesa de Lula para suspender inelegibilidade

Fachin nega pedido da defesa de Lula para suspender inelegibilidade

access_time06/09/2018 08:01

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido

Messi desencanta, Argentina supera drama, bate a Nigéria e avança com herói improvável

Messi desencanta, Argentina supera drama, bate a Nigéria e avança com herói improvável

access_time26/06/2018 16:17

DRAMA Bienvenida, Argentina! Dobro pozhalovat! Com toda dramaticidade digna de um tango inesquecíve

Consumo de etanol comparado ao de gasolina é mais vantajoso em MT, diz ANP

Consumo de etanol comparado ao de gasolina é mais vantajoso em MT, diz ANP

access_time09/08/2018 08:59

O consumo de etanol em Mato Grosso é mais vantajoso se comparado ao da gasolina, segundo dados divul

Três são detidos por captação ilícita de clientes a mando de advogados
Segundo a OAB-MT, advogados por trás dos captadores ilícitos ainda não foram identificados (Foto: Assessoria)

Três são detidos por captação ilícita de clientes a mando de advogados

Detidos devem responder por tentativa de extorsão, corrupção ativa e formação de quadrilha. A OAB-MT, ainda tenta identificar os advogados por trás dos captadores

access_time26/06/2018 19:30

Tês homens foram presos em Cuiabá, na segunda-feira (25), suspeitos de participarem de um esquema de captação ilícita de clientes a mando de advogados. O esquema foi denunciado por uma advogada que teve um cliente abordado pelos detidos.

Sandro Brides da Silva, Natanael Manoel de Oliveira e Rafael Xavier de Moraes devem responder por tentativa de extorsão, corrupção ativa e formação de quadrilha.

A reportagem não conseguiu localizar a defesa deles.

A ação da polícia foi acompanha por membros do Tribunal de Defesa das Prerrogativas (TDP) e pela Procuradoria da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT).

Segundo a denúncia, os três abordavam as partes que receberiam valores depositados judicialmente e pediam metade em troca. Num dos casos, eles ameaçaram o cliente da advogada que denunciou a prática.

Para obter acesso as informações, os três teriam tido acesso ao sistema do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) com a senha disponibilizado por algum advogado.

A OAB-MT ainda deve tentar descobrir quem são os advogados agindo por tás dos captadores.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários