anuncie aqui
Notícias recentes
Justiça emite ordem de despejo de 96 famílias que disputam área da União com fazendeiro

Justiça emite ordem de despejo de 96 famílias que disputam área da União com fazendeiro

access_time20/06/2018 09:04

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região emitiu ordem de despejo para 96 famílias que disputam uma á

‘Só não vamos fazer pacto com o diabo’, afirma Bolsonaro

‘Só não vamos fazer pacto com o diabo’, afirma Bolsonaro

access_time13/07/2018 09:05

Apesar de o presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, manter o discurso contra “políticos tradicionais”

Fora do Rio de Janeiro, Fluminense e Flamengo apostam alto no clássico

Fora do Rio de Janeiro, Fluminense e Flamengo apostam alto no clássico

access_time07/06/2018 08:28

Equipes se encaram no Mané Garrincha, em Brasília, e buscam a primeira vitória em clássicos no Brasi

Trump indica o juiz Brett Kavanaugh para a Suprema Corte
Donald Trump e Brett Kavanaugh (Saul Loeb/AFP)

Trump indica o juiz Brett Kavanaugh para a Suprema Corte

Nome do jurista de 53 anos, católico e ligado aos republicanos, precisa ser aprovado pelo Senado

access_time10/07/2018 08:07

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou nesta segunda-feira o juiz federal Brett Kavanaugh para a Suprema Corte do país. A nomeação ainda precisa ser aprovada pela maioria do Senado. A vaga foi aberta com o anúncio da aposentadoria do juiz Anthony Kennedy, de 81 anos.

“O juiz Kavanaugh tem credenciais impecáveis, qualificações insuperáveis e um compromisso comprovado de Justiça igualitária perante a lei”, disse Trump ao anunciar sua escolha. Essa é a segunda indicação do republicano para o tribunal. No ano passado, ele nomeou Neil Gorsuch para a cadeira vaga com a morte do juiz Antonin Scalia.

Católico e ligado aos republicanos, Kavanaugh, de 53 anos, deve consolidar a inclinação conservadora da mais alta corte dos Estados Unidos ao substituir o centrista Kennedy, que muitas vezes foi o fiel da balança em decisões por 5 a 4 no tribunal composto por nove magistrados com mandato vitalício.

“O juiz Kennedy dedicou sua carreira a garantir a liberdade. Sinto-me profundamente honrado em ser nomeado para ocupar seu lugar na Suprema Corte”, disse Kavanaugh ao receber a indicação. “Minha filosofia jurídica é direta. Um juiz deve ser independente e deve interpretar a lei, e não fazer a lei.”

Formado na Universidade de Yale e ex-assessor jurídico de George W. Bush, o juiz ocupa atualmente o Tribunal de Apelações em Washington. Na década de 90, Kavanaugh contribuiu para o relatório do promotor que investigou o caso entre o então presidente Bill Clinton e a estagiária Monica Lewinsky. A peça resultou no processo de impeachment contra o democrata — a ação acabou derrotada no Senado.





Por: Veja.com

Comentários