anuncie aqui
Notícias recentes
87% dos brasileiros apoiam greve dos caminhoneiros e rejeitam alta de imposto e corte de gasto, diz Datafolha

87% dos brasileiros apoiam greve dos caminhoneiros e rejeitam alta de imposto e corte de gasto, diz Datafolha

access_time30/05/2018 08:08

Uma pesquisa do Datafolha divulgada nesta quarta-feira (30) mostra que 87% dos brasileiros apoiam a

Brasil pretende atrair mão de obra estrangeira qualificada para o país

Brasil pretende atrair mão de obra estrangeira qualificada para o país

access_time22/05/2018 09:28

A nova Lei da Migração completa esta semana um ano da promulgação. O governo federal pretende atrair

Douglas Costa brilha, Neymar marca, e Seleção inicia novo ciclo com vitória

Douglas Costa brilha, Neymar marca, e Seleção inicia novo ciclo com vitória

access_time08/09/2018 08:26

O novo ciclo da Seleção começou com vitória. Nesta sexta-feira, o Brasil bateu os Estados Unidos por

Trump indica o juiz Brett Kavanaugh para a Suprema Corte
Donald Trump e Brett Kavanaugh (Saul Loeb/AFP)

Trump indica o juiz Brett Kavanaugh para a Suprema Corte

Nome do jurista de 53 anos, católico e ligado aos republicanos, precisa ser aprovado pelo Senado

access_time10/07/2018 08:07

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou nesta segunda-feira o juiz federal Brett Kavanaugh para a Suprema Corte do país. A nomeação ainda precisa ser aprovada pela maioria do Senado. A vaga foi aberta com o anúncio da aposentadoria do juiz Anthony Kennedy, de 81 anos.

“O juiz Kavanaugh tem credenciais impecáveis, qualificações insuperáveis e um compromisso comprovado de Justiça igualitária perante a lei”, disse Trump ao anunciar sua escolha. Essa é a segunda indicação do republicano para o tribunal. No ano passado, ele nomeou Neil Gorsuch para a cadeira vaga com a morte do juiz Antonin Scalia.

Católico e ligado aos republicanos, Kavanaugh, de 53 anos, deve consolidar a inclinação conservadora da mais alta corte dos Estados Unidos ao substituir o centrista Kennedy, que muitas vezes foi o fiel da balança em decisões por 5 a 4 no tribunal composto por nove magistrados com mandato vitalício.

“O juiz Kennedy dedicou sua carreira a garantir a liberdade. Sinto-me profundamente honrado em ser nomeado para ocupar seu lugar na Suprema Corte”, disse Kavanaugh ao receber a indicação. “Minha filosofia jurídica é direta. Um juiz deve ser independente e deve interpretar a lei, e não fazer a lei.”

Formado na Universidade de Yale e ex-assessor jurídico de George W. Bush, o juiz ocupa atualmente o Tribunal de Apelações em Washington. Na década de 90, Kavanaugh contribuiu para o relatório do promotor que investigou o caso entre o então presidente Bill Clinton e a estagiária Monica Lewinsky. A peça resultou no processo de impeachment contra o democrata — a ação acabou derrotada no Senado.





Por: Veja.com

Outras notícias

Comentários