Kurupí
Notícias recentes
Mais de 300 cadernos com anotações do crime organizado e 50 armas artesanais são apreendidos em presídio de MT

Mais de 300 cadernos com anotações do crime organizado e 50 armas artesanais são apreendidos em presídio de MT

access_time17/09/2019 08:13

A operação realizada na Penitenciária Central do Estado (PCE) no último mês apreendeu 352 cadernos c

Crianças entram em casa para pegar bola de futebol que caiu no local durante jogo e encontram corpo de idoso em decomposição

Crianças entram em casa para pegar bola de futebol que caiu no local durante jogo e encontram corpo de idoso em decomposição

access_time15/05/2019 09:01

Crianças que jogavam futebol em uma rua do Jardim Aeroporto, em Peixoto de Azevedo, encontraram o co

País cria 173 mil empregos, maior resultado para fevereiro desde 2014

País cria 173 mil empregos, maior resultado para fevereiro desde 2014

access_time26/03/2019 06:59

O país registrou, pelo terceiro mês seguido, a criação de empregos com carteira assinada. Segundo da

Trump: Irã receberá reação de
Isac Nóbrega/PR

Trump: Irã receberá reação de "grande força" se atentar contra os EUA

access_time21/05/2019 08:50

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou, nessa segunda-feira (20), que o Irã enfrentará uma reação de "grande força" caso faça algo que vá contra os interesses norte-americanos no Oriente Médio. Acrescentou que Teerã tem sido muito hostil em relação a Washington.

O presidente norte-americano disse a repórteres que está disposto a negociar com o Irã "quando eles estiverem prontos", mas que agora não há discussões em andamento.

As declarações de Trump foram dadas apesar de pressões de Teerã para que os EUA tratem a República Islâmica com respeito, e não com ameaças de guerra, em resposta a comentários feitos pelo líder norte-americano no domingo (19), que ampliaram as preocupações quanto a um possível conflito entre os dois países.

"Com o Irã, veremos o que acontece", disse Trump. "Mas eles têm sido muito hostis. Eles realmente têm sido os provocadores número 1 do terror."

"Acho que o Irã estará cometendo um grande erro se fizer algo. Se fizer alguma coisa, receberá uma reação de grande força, mas não temos indicações de que eles farão", disse. "Não teremos escolhas", completou.

Trump alertou os líderes iranianos que não telefonem para conversas, a não ser que estejam preparados para negociar.





Por: Steve Holland e Eric Beech, da Reuters

Outras notícias

Comentários