Banner Outras
Notícias recentes
Três Marias fica em alerta após rompimento de barragem no Córrego do Feijão, em Brumadinho

Três Marias fica em alerta após rompimento de barragem no Córrego do Feijão, em Brumadinho

access_time26/01/2019 09:42

Os Bombeiros Voluntários de Três Marias confirmaram na tarde desta sexta-feira (25) que os rejeitos

Passageiro é detido em MT com 12 mil comprimidos de remédio e Viagra proibidos no país

Passageiro é detido em MT com 12 mil comprimidos de remédio e Viagra proibidos no país

access_time27/08/2018 09:06

Uma carga com mais de 12 mil comprimidos de remédios e tipos de Viagra foi apreendida durante a manh

Filósofo Ricardo Rodríguez é escolhido ministro da Educação

Filósofo Ricardo Rodríguez é escolhido ministro da Educação

access_time23/11/2018 06:58

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou nesta quinta- feira (22), pelo twitter, a indicação do

Trump suspende viagens da Europa para os EUA por 30 dias para frear coronavírus

Trump suspende viagens da Europa para os EUA por 30 dias para frear coronavírus

Medida exclui o Reino Unido e começa na sexta. Território americano registrou mais de mil casos da infecção e 37 mortes

access_time11/03/2020 21:35

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (11) que o país está suspendendo a entrada de todos os viajantes vindos da Europa por um período de 30 dias, a partir de sexta-feira. A única exceção será para o Reino Unido, que tem 460 casos.

As medidas foram tomadas para tentar conter o novo coronavírus, no mesmo dia em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia de Covid-19.

Em pronunciamento na TV, Trump disse que os norte-americanos estão "respondendo com grande velocidade e profissionalismo" à crise. O presidente ainda acusou a Europa de não ter tomado as medidas necessárias para evitar o crescimento da pandemia.

Trump comparou a medida à restrição de voos imposta à China no início da crise do novo coronavírus. Segundo ele, a Europa errou ao não fazer o mesmo.

"Tomamos uma ação dura com a China, e agora estamos fazendo o mesmo com a Europa", afirmou.

Até a última atualização desta reportagem, havia mais de 1 mil casos de Covid-19 nos EUA. De acordo com levantamento da Universidade Johns Hopkins, 36 pessoas morreram no país por causa da doença.

'Não é crise financeira'

O presidente também afirmou que a situação não é uma crise financeira, e que tomará ações de emergência — com apoio do Congresso — para providenciar auxílio financeiro para trabalhadores que estejam doentes, em quarentena ou afastados para cuidar de pessoas afetadas pelo coronavírus.

Trump disse ainda que está instruindo setores do governo que lidam com pequenas empresas a garantir capital e liquidez para aqueles que forem afetados pelo coronavírus, fornecendo empréstimos com pequenos juros.

Ele pediu também ao Congresso que vote a favor de reduções fiscais para ajudar a combater possíveis perdas econômicas causadas pelo vírus.





Por: G1

Outras notícias

Comentários