Camara Peixoto
Notícias recentes
MT registra 14 mortes por Covid-19 em 24 horas; jovem de 21 anos entre as vítimas

MT registra 14 mortes por Covid-19 em 24 horas; jovem de 21 anos entre as vítimas

access_time19/01/2022 08:08

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (18), 582.373 caso

Banco Central mantém juros básicos no menor nível da história

Banco Central mantém juros básicos no menor nível da história

access_time09/05/2019 09:51

Pela nona vez seguida, o Banco Central (BC) não alterou os juros básicos da economia. Por unanimidad

Peixoto de Azevedo comemorou 33 anos

Peixoto de Azevedo comemorou 33 anos

access_time14/05/2019 11:37

No final de semana 03 eventos marcaram esta primeira etapa de comemorações do 33º aniversário políti

Ucrânia afirma que cidade de Severodonetsk vive um
Soldados ucranianos comandam um tanque na região do Donbass

Ucrânia afirma que cidade de Severodonetsk vive um "inferno"

Região está sob cerco das forças russas, que fazem bombardeios intensos para assumir o controle local

access_time22/06/2022 10:05

A Ucrânia afirmou nesta quarta-feira (22) que a cidade de Severodonetsk, no leste do país, vive um "inferno" com o cerco das tropas russas que tentam controlar essa área do Donbass.

"Durante quatro meses, todas as nossas posições estiveram sob fogo cruzado — e quero enfatizar isso — de todas as armas que o Exército russo tem", afirmou Serguei Gaiday, governador da região de Lugansk, nas redes sociais.

"É o inferno", completou, referindo-se ao cerco de  Severodonetsk, que há semanas enfrenta bombardeios intensos devido às tentativas dos russos de assumir o controle da cidade.

O governador afirmou que o Exército ucraniano mantém suas posições e vai "resistir pelo tempo que for necessário".

Nos últimos dias, as tropas russas avançaram pelo sul de Severodonetsk e se aproximaram da cidade de Lysychansk, que fica do outro lado do rio Donets.

Gaiday disse que as forças de Moscou tentam "cercar" Lysychansk, mas que a cidade ainda está sob controle de Kiev.

"Lysychansk está sendo intensamente bombardeada com armas de grosso calibre", acrescentou, antes de insistir que a cidade sofreu uma "destruição colossal".

O governador afirmou que moradores ainda estão sendo retirados de Lysychansk, mas que em Severodonetsk as centenas de civis que buscaram refúgio na fábrica de produtos químicos de Azot não podem abandonar o local devido aos combates.

"Uma operação de retirada é possível em caso de um acordo de alto nível, se acontecer um cessar-fogo e tivermos uma rota claramente demarcada", disse Gaiday.





Por: Do R7 (foto: ANATOLII STEPANOV/AFP)

Outras notícias

Comentários