Banner Outras
Notícias recentes
Por que o Ebola continua voltando? Congo vive novo surto

Por que o Ebola continua voltando? Congo vive novo surto

access_time15/05/2018 07:36

O vírus ebola apareceu de novo, desta vez na República Democrática do Congo. Ainda que seja impossív

Quase 180 mil eleitores de MT que não fizeram revisão biométrica tiveram o título cancelado

Quase 180 mil eleitores de MT que não fizeram revisão biométrica tiveram o título cancelado

access_time08/01/2019 08:17

Em Cuiabá, 124.780 eleitores tiveram o título cancelado por não fazer o cadastramento biométrico, já

Má notícia: próxima Copa está mais longe do que você pensa

Má notícia: próxima Copa está mais longe do que você pensa

access_time07/07/2018 11:30

Com a queda da seleção, derrotada nesta sexta-feira pela Bélgica nas quartas de final, os torcedores

Usina de etanol de milho deve gerar 1,2 mil empregos diretos e indiretos em Sinop
Primeira usina de etanol de milho foi construída em Lucas do Rio Verde — Foto: André Souza/G1

Usina de etanol de milho deve gerar 1,2 mil empregos diretos e indiretos em Sinop

Foram investidos R$ 700 milhões na construção da sede da usina

access_time05/07/2019 11:09

Durante uma reunião realizada na quinta-feira (4), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), para discutir a nova proposta de incentivos fiscais apresentada pelo governo do estado foi anunciada a instalação de uma usina de etanol de milho. A usina deve gerar 1,2 mil empregos diretos e indiretos, em Sinop, a 503 km de Cuiabá.

O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes (DEM) e, segundo ele, para provar que o estado não vai deixar de receber investimentos por causa da reforma da lei de incentivos fiscais.

O projeto do executivo vem causando polêmica desde a apresentação. Entretanto, o governo argumenta que precisa corrigir distorções e garantir segurança jurídica aos processos de concessão.

O diretor-executivo da indústria, Rafael Ranzolin, também participou da reunião. Ele afirmou que foram investidos R$ 700 milhões na construção da sede da usina e que, o mesmo valor deve ser investido em outra unidade que deve ser construída em Nova Mutum, a 269 km da capital.

O executivo declarou ainda que, atualmente, cerca de 1,8 mil operários trabalham na obra. No entanto, quando a empresa começar a funcionar, a estimativa é de gerar 250 empregos diretos e mil postos indiretos.

A indústria tem capacidade para produzir 1,5 milhão de litros de álcool por dia, 100 mil litros de óleo e 20 megawatts de energia.

A previsão é de que o empreendimento seja inaugurado em 20 dias.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários