Spigreen
Notícias recentes
Ministério vai criar comissão contra o crime organizado

Ministério vai criar comissão contra o crime organizado

access_time20/07/2018 15:47

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou hoje (20) que será criada uma Comissão Nacio

Brasil teve mais de 11,5 mil pessoas assassinadas no 1º trimestre do ano

Brasil teve mais de 11,5 mil pessoas assassinadas no 1º trimestre do ano

access_time04/06/2018 10:33

Ao menos 11.578 pessoas foram assassinadas nos três primeiros meses deste ano no Brasil. É o que mos

Caminhão que transportava porcos se envolve em acidente e animais ficam soltos na pista em MT

Caminhão que transportava porcos se envolve em acidente e animais ficam soltos na pista em MT

access_time08/11/2019 10:52

Um acidente envolvendo duas carretas, sendo que uma delas com carga de porcos, deixou trecho da BR-1

Validade da carteira de motorista pode passar para 10 anos
10 17:32:38

Validade da carteira de motorista pode passar para 10 anos

Projeto do governo também prevê aumento da pontuação de multas

access_time10/04/2019 06:54

O governo federal vai apresentar um projeto de lei para ampliar a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de cinco para 10 anos.

A proposta também deve alterar a pontuação máxima que cada condutor pode acumular ao longo de um ano por causa das infrações. Atualmente, o máximo é 19 pontos. A partir de 20 pontos na carteira, um processo de suspensão do direito de dirigir já pode ser instalado pelo órgão de trânsito.  

Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, os detalhes do projeto foram apresentados hoje (9) pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas. Ele deve finalizar ainda netsa semana um projeto que será apresentado ao presidente da República para ser enviado ao Legislativo. A proposta de ampliar a pontuação máxima e o prazo de validade da CNH é uma promessa de campanha de Jair Bolsonaro. Quando era deputado, ainda em 2011, Bolsonaro chegou a apresentar um projeto de lei com esse objetivo, mas a proposiçao não avançou no Congresso Nacional.   

De acordo com o governo, o aumento na pontuação não vai flexibilizar a punição de motoristas infratores. "O ministro também destacou que o aumento do número de pontos não significa leniência, ao contrário. As infrações graves serão mais duramente punidas pelo sistema", afirmou Rêgo Barros, sem dar detalhes como seria o aumento da punição.





Por: Pedro Rafael Vilela - Repórter da Agência Brasil

Outras notícias

Comentários