anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Atenção para continuidade da programação de exames da campanha Novembro Azul

Atenção para continuidade da programação de exames da campanha Novembro Azul

access_time18/11/2019 22:17

A Secretaria Municipal de Saúde de Peixoto de Azevedo preparou programação especial de atendimentos

Palmeiras tenta se aproximar do líder Flamengo antes da Copa

Palmeiras tenta se aproximar do líder Flamengo antes da Copa

access_time13/06/2018 13:18

Palmeiras e Flamengo se enfrentam nesta quarta-feira, às 20h (de Mato Grosso), no Allianz Parque em

Pesquisador 'troca' EUA pelo Pantanal de MT após se encantar por onças e há 40 anos cria projetos de preservação

Pesquisador 'troca' EUA pelo Pantanal de MT após se encantar por onças e há 40 anos cria projetos de preservação

access_time01/08/2019 09:05

Há quase 40 anos um pesquisador norte-americano trabalha documentando onças-pintadas, aves e outros

Vigilante que atirou 4 vezes e matou sargento diz que se assustou ao ser abordado

Vigilante que atirou 4 vezes e matou sargento diz que se assustou ao ser abordado

Vigilante, identificado como Luiz Fernando Nunes de Souza, de 31 anos, foi preso em flagrante. Sargento abriu a porta traseira do veículo e foi baleado

access_time25/05/2018 14:28

O vigilante Luiz Fernando Nunes de Souza, de 31 anos, que foi preso na madrugada desta sexta-feira (25) suspeito de ter atirado e matado um sargento da Polícia Militar, disse que se assustou ao ser abordado por ele, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

Ilário Vilela Silva, de 42 anos, foi assassinado às 1h50 ao abordar o carro do vigilante, que dormia no interior do automóvel. O vigia contratado pelo proprietário do estabelecimento atirou quatro vezes contra o policial que morreu no local. A Polícia Civil investiga o caso.

Na companhia do soldado Fábio Vicente da Silva, de 28 anos, o sargento fazia as rondas pela cidade. Eles viram um Gol branco suspeito no pátio de um mercado em construção. O veículo do vigilante tinha os vidros 100% fumê e estava estacionado em local separado dos demais, o que motivou a realização da abordagem.

Com o giroflex ligado e utilizando a lanterna, a viatura se aproximou e o comandante chamou pelo motorista, mas não teve nenhuma resposta. O sargento Vilela se aproximou do veículo pela porta traseira direita para verificar o que poderia estar no veículo.

Foi quando foi surpreendido por quatro disparos de arma, sendo que dois atingiram o sargento. O soldado Vicente que o acompanhava fez 9 disparos e pediu reforço. Após os disparos o suspeito fugiu para dentro da construção. Com o apoio das equipes policiais, entraram e o localizaram escondido atrás de prateleiras.

Ele informou que foi contratado pelo proprietário do estabelecimento para trabalhar de segurança no local, e que teria recebido um revólver calibre 38.

O vigilante disse que estava dormindo no veículo e se assustou com a abordagem, por isso atirou cinco vezes, quatro foram deflagradas e uma picotada. No entanto, ele se negou a apresentar a arma, que foi localizada pela Força Tática dentro de uma gaveta trancada. Ele não tinha registro da arma.

O boletim foi registrado na 1º Delegacia de Polícia e a Polícia Civil investigará o caso.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários