Spigreen
Notícias recentes
Empresário é atacado no rosto por sucuri de 3 metros durante pescaria

Empresário é atacado no rosto por sucuri de 3 metros durante pescaria

access_time12/09/2018 07:39

Um empresário foi atacado no rosto por uma sucuri durante uma pescaria no final de semana em uma pro

Urnas testadas por 'hackers' apresentaram duas falhas superficiais, diz TSE

Urnas testadas por 'hackers' apresentaram duas falhas superficiais, diz TSE

access_time29/11/2019 22:34

Um grupo de peritos da Polícia Federal encontrou duas falhas consideradas superficiais no sistema da

Manoel Gomes, autor de

Manoel Gomes, autor de "Caneta Azul", registra direitos autorais do hit

access_time29/10/2019 15:10

O maranhense Manoel Gomes, autor do hit "Caneta Azul", deu início na tarde dessa segunda-feira (28/1

Vizinho suspeito de estuprar, estrangular e matar criança de 8 anos é levado para cadeia
Jonathan Nicolas Duarte, de 20 anos, foi preso suspeito de estuprar, estrangular e matar criança de 8 anos em Sorriso — Foto: Divulgação

Vizinho suspeito de estuprar, estrangular e matar criança de 8 anos é levado para cadeia

Criança morava com mãe, mas na noite do crime estava sozinha em casa, enquanto a mãe trabalhava. Suspeito confessou o crime e alegou que estava sob o efeito de droga e bebida alcoólica

access_time20/07/2019 09:58

O homem que foi preso suspeito de estuprar, estrangular e matar uma menina de 8 anos em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, passou por audiência nesta sexta-feira (19) e teve a prisão mantida pela Justiça de Mato Grosso. Ele foi encaminhado ao Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS).

Jonathan Nicolas Duarte, de 20 anos, é suspeito de cometer o crime na noite de quarta-feira (17) e foi preso na quinta-feira (18). O suspeito passou por audiência com o juiz Anderson Candiotto, da 1ª Vara Criminal de Sorriso, que manteve a prisão.

Segundo a Polícia Civil, ele vai responder por homicídio qualificado, com emprego de meios cruéis, asfixia e estupro de vulnerável. A criança foi estuprada, teve o pescoço quebrado e morreu por asfixia, conforme confirmação do médico legista do município.

Jonathan é vizinho dos fundos da casa da vítima e confessou o crime. Ele alegou que estava sob o efeito de droga e bebida alcoólica.

De acordo com a polícia, a menina estava sozinha. Os pais dela são separados e, normalmente, ela fica sob os cuidados do pai até que a mãe retorne. Na ocasião, porém, ela pediu para ficar em casa para brincar com as outras crianças do bairro.

A criança morava com mãe, mas na noite do crime estava sozinha em casa, enquanto a mãe trabalhava. A mulher contou que chegou em casa e percebeu que a filha estava desacordada e que tinha sofrido uma convulsão.

Ela foi levada às pressas ao Hospital Regional, onde a equipe médica fez manobras de ressuscitação durante 45 minutos, mas a garota não respondeu aos procedimentos e foi confirmado a morte.

O médico do hospital acionou o Instituto de Medicina Legal (IML) para necrópsia com objetivo de descobrir a causa da morte.

Na manhã de quinta-feira (18), o legista comunicou o delegado da Polícia Civil, André Eduardo Ribeiro, que a criança apresentava sinais de abuso sexual bem como indícios de morte violenta.

O suspeito contou aos policiais que naquela noite teria ido dormir e não mais saído de casa. No entanto, um amigo dele, que divide o mesmo quarto, falou que ambos teriam ficado à noite bebendo, e Jonathan, por volta de 1h, saiu de casa e retornou 30 a 40 minutos depois, já quase por volta das 2h.

Levado à delegacia, o suspeito acabou confessando que durante a madrugada, após fazer uso de bebida alcoólica e entorpecente, aproveitou que a vítima estava sozinha em casa, e foi até a residência dela.

Enquanto a criança dormia, a asfixiou e a estuprou. Ele contou que durante o estupro percebeu que menina não mais respirava e, assim, se vestiu e deixou a casa indo dormir.





Por: G1 MT

Outras notícias

Comentários