ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
21 municípios de Mato Grosso registraram chuva na quinta-feira, diz Inmet

21 municípios de Mato Grosso registraram chuva na quinta-feira, diz Inmet

access_time27/08/2021 14:08

Mais de 20 municípios de Mato Grosso registraram as primeiras chuvas deste semestre durante esta qui

Alerta à população para a falta de soro antiofídico

Alerta à população para a falta de soro antiofídico

access_time03/07/2019 10:40

A Secretaria Municipal de Saúde de Peixoto de Azevedo alerta a população para a falta de soro antiof

Fiscais flagram desmate no Pantanal e aplicam multa de mais de R$ 1 milhão em MT

Fiscais flagram desmate no Pantanal e aplicam multa de mais de R$ 1 milhão em MT

access_time29/05/2018 07:45

Fiscais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema-MT) flagraram o início de um desmate de uma á

Zelensky pede cautela com Rússia após saída do 1º navio com cereais
Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia

Zelensky pede cautela com Rússia após saída do 1º navio com cereais

Presidente ucraniano aproveitou seu discurso noturno para lembrar que as tropas de Putin ainda podem interromper as exportações acordadas para impedir um contexto de insegurança alimentar global

access_time02/08/2022 07:03

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, se mostrou cauteloso nesta segunda-feira, 02, e pediu que não haja “ilusões” sobre a Rússia após um navio que transportava 26 mil toneladas de milho ter deixado o porto de Odessa pela primeira vez após a invasão russa, iniciada em 24 de fevereiro. Nesta segunda, começou a ser implementada a iniciativa para a exportação de cereais e outros produtos agrícolas ucranianos acordada com a Rússia e mediada pela Turquia e Organização das Nações Unidas (ONU). “Não podemos ter ilusões de que a Rússia simplesmente vai se abster de tentar interromper as exportações ucranianas. É cedo demais para tirar conclusões e prever acontecimentos futuros. Mas o porto começou a funcionar, o tráfego de exportação começou, e isto pode ser chamado de um primeiro sinal positivo de que existe uma possibilidade de parar a propagação da crise alimentar no mundo”, disse Zelensky no habitual discurso noturno.

De acordo com o líder ucraniano, tudo depende da implementação dos parâmetros de segurança da iniciativa, que é da responsabilidade dos parceiros, principalmente ONU e Turquia. A Rússia, denunciou Zelensky, “tem provocado constantemente a fome nos países africanos e asiáticos, que tradicionalmente importavam grandes volumes de alimentos ucranianos”. “E agora, em condições de extremo calor, como neste ano na Europa, a ameaça de uma crise de preços e algumas carências alimentares é também possível para alguns países europeus”, comentou o presidente ucraniano. “Veremos como funcionam os acordos e se haverá realmente segurança, 16 navios já estão à espera da sua vez de partir, e estamos prontos para dar uma contribuição adequado para a estabilização do mercado alimentar mundial”, acrescentou.

O primeiro navio carregado com cereais ucranianos dentro do acordo assinado há dez dias em Istambul, o cargueiro Razoni, que deixou Odessa, chegará às costas turcas no início da quarta-feira e será inspecionado antes de navegar para o Líbano, disseram as autoridades turcas nesta segunda-feira. “Espera-se que o navio chegue a Istambul após a meia-noite de terça-feira. O navio não entrará no porto. A inspeção será efetuada enquanto estiver ancorado no mar”, comunicou o Ministério da Defesa divulgada à imprensa. Razoni, navegando sob a bandeira de Serra Leoa e transportando 26.527 toneladas de milho, deixou o porto de Odessa e segue rumo ao porto de Trípoli, no Líbano. Este é o primeiro navio mercante a deixar a Ucrânia graças ao acordo assinado por Moscou e Kiev em Istambul no dia 22 de julho, com a mediação de Ancara e a colaboração das Nações Unidas, que permite a exportação de cereais de três portos ucranianos, bloqueados desde o início da invasão russa à Ucrânia.





Por: Jovem Pan / com informações da EFE

Outras notícias

Comentários