ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Mancha vermelha em Júpiter é um furacão do tamanho da Terra que encolhe por razão ainda misteriosa

Mancha vermelha em Júpiter é um furacão do tamanho da Terra que encolhe por razão ainda misteriosa

access_time16/08/2019 11:27

Semana passada a NASA divulgou sua imagem mais recente do planeta Júpiter. Desde 2014 a agência espa

Advogada tem WhatsApp clonado e estelionatário tenta aplicar golpes em seus contatos

Advogada tem WhatsApp clonado e estelionatário tenta aplicar golpes em seus contatos

access_time22/08/2020 07:33

A mulher, de 53 anos, procurou à delegacia de Polícia Civil ontem, para informar que um estelionatár

Visitante é detida em cadeia de MT com cocaína escondida em suco em pó

Visitante é detida em cadeia de MT com cocaína escondida em suco em pó

access_time13/08/2018 13:23

Uma visitante foi detida no sábado (11) ao tentar entregar cocaína para um preso na Cadeia Pública d

ARTIGOS

8 doenças mentais que dão direito ao auxílio-doença e aposentadoria

access_time21/05/2022 11:04

Os transtornos psicológicos afetam a capacidade cognitiva, psíquica ou mental do indivíduo, muitas vezes tornando o mesmo incapaz de trabalhar. Assim, algumas dessas doenças podem garantir que o segurado tenha direito ao auxílio-doença ou em alguns casos mais graves até mesmo a aposentadoria por invalidez. Sabemos que existem diversas doenças psiquiátricas, onde, cada uma delas possui suas próprias particularidades. Contudo, dentro do INSS, não importa de fato qual é o tipo de transtorno, mas sim o que ela causa ao segurado. É importante lembrar que cada caso é um caso e deve ser analisado individualmente, além de tudo isso depender de como o perito avalia a condição do segurado. Nesse sentido, a doença, as condições e a incapacidade do segurado em trabalhar são avaliadas pelo médico na hora da perícia médica realizada pelo INSS. No caso, uma doença que torna uma pessoa temporariamente incapaz de trabalhar pode garantir o auxílio-doença, já uma doença que deixe a pessoa total e permanentemente incapaz pode pleitear a aposentadoria por invalidez. Quais doenças dão direito ao auxílio-doença? Como dito anteriormente, o que determina de fato o acesso ao benefício além da doença é a condição que a doença incapacita temporariamente o segurado. Apesar de não haver regras específicas sobre quais são essas doenças, as doenças mais comuns que geram direito ao auxílio-doença são: Episódios depressivos;   Transtornos ansiosos;   Transtorno depressivo recorrente;   Transtorno afetivo bipolar;   Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de múltiplas drogas e ao uso de outras substâncias psicoativas.   “Reações ao ”stress” grave e transtornos de adaptação”   Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool   Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de cocaína Para garantir o acesso ao auxílio-doença o segurado deve se encaixar nos seguintes requisitos: Carência (necessário ter contribuído por pelo menos 12 meses ao INSS);   Qualidade de segurado (período em que você tem direito a pedir o Auxílio-doença);   Incapacidade laboral (estar afastado do trabalho por pelo menos 15 dias). Quais doenças dão direito a aposentadoria por invalidez? Para garantir o direito de pedir a aposentadoria por invalidez o primeiro ponto é que o transtorno psicológico tenha deixado o trabalhador permanentemente incapaz de trabalhar. Apesar de não haver doenças específicas que aposentam, tendo em vista que a exigência para garantir o benefício é estar incapaz permanentemente, as doenças mais comuns que geram o direito a aposentadoria são: Esquizofrenia;   Depressão;   Transtorno afetivo bipolar;   Episódios depressivos;   Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool;   Psicose não-orgânica não especificada   Outros transtornos mentais devido à lesão e disfunção cerebral e a doenças físicas. Para garantir o acesso à aposentadoria por invalidez o segurado deve se encaixar nos seguintes requisitos: Carência (necessário ter contribuído por pelo menos 12 meses ao INSS);   Qualidade de segurado (período em que você tem direito a pedir o Auxílio-doença);   Incapacidade laboral (estar permanentemente incapaz de trabalhar em qualquer tipo de função).

Lei traz quatro mudanças previdenciárias que você precisa saber!

access_time16/05/2022 10:11

A notícia previdenciária mais importante dos últimos dias foi a sanção de uma lei que já havia sido aprovada pelo Congresso Nacional. Numa só tacada o Governo Federal mexeu com o cálculo das aposentadorias, acabou com a possibilidade da contribuição única, trouxe novas exigências nos processos judiciais por incapacidade e uma boa nova para as perícias em processos. A Lei nº 14.331/2022 entrou em vigor no dia 5 de maio com uma série de modificações para quem ainda não se aposentou ou precisa de um benefício por incapacidade no INSS. O fim da contribuição única foi só um corpo estranho embutido no projeto de lei, quando ainda transitava no legislativo. O que era afinal o tão falado milagre da contribuição única? Ainda existe alguma possibilidade de usar essa fórmula? Antes de falar sobre isso vamos às outras mudanças legislativas. A regra de cálculo das aposentadorias também muda com a volta do divisor mínimo. Quase todas as pessoas que ainda não se aposentaram terão redução em seus futuros benefícios. Não para por aí! Quem busca aposentadoria por incapacidade, auxílio-doença ou BPC no sistema de justiça enfrentará novas exigências. Por fim, a única medida que parece beneficiar os brasileiros foi a solução encontrada para a volta das perícias nos processos judiciais, até então suspensas.  O milagre da contribuição única O milagre da contribuição única era a possibilidade que alguns segurados tinham de fazer um recolhimento ao INSS no valor do teto para aumentar a futura aposentadoria. Para isso, precisavam ter alcançado o requisito para aposentadoria por idade. Ou seja, 61 anos e meio para mulheres e 65 anos ou mais para os homens, em 2022, e 15 anos de contribuição, antes de 1994.Como era utilizada essa estratégia Os cálculos dos benefícios de aposentadoria são baseados em todas as contribuições feitas a partir de julho de 1994 e a data do pedido de aposentadoria. Se o trabalhador ou trabalhadora já tivesse a idade exigida poderia descartar as contribuições feitas após julho de 1994 como excedentes e fazer uma única contribuição no valor do teto ao INSS. Com isso, o cálculo do benefício seria baseado nesse pagamento. Em alguns casos era possível aumentar a aposentadoria em até 3 vezes o valor. Tem gente que ainda pode se beneficiar da contribuição única? A nova lei trouxe a necessidade de ter um número mínimo de contribuições no período entre julho de 1994 e o dia do pedido de aposentadoria, isso se aplica somente às pessoas que não têm direito adquirido. Para mulheres e homens que já haviam completado os requisitos necessários para a aposentadoria antes da nova lei, ainda é possível, por um período muito curto, fazer essa contribuição. Sabe porquê? As contribuições referentes a cada mês são realizadas até o dia 15 do mês subsequente. Sendo assim as contribuições referentes a abril devem ser feitas até o dia 16 de maio, já que dia 15 cai em um domingo. Até o dia 16, o INSS vai ter que considerar o valor do pagamento de abril recolhido no valor do teto. Se a previdência não aceitar de pronto é um direito que pode ser discutido numa revisão de aposentadoria administrativa. A alteração na regra de cálculo reduz o valor de todas as aposentadorias De agora em diante todas as regras de aposentadoria serão atingidas pelo divisor mínimo, mas a aposentadoria por idade será a mais afetada pela mudança na fórmula. A exceção será apenas para pessoas que já cumpriram os requisitos com direito às regras anteriores ou que já haviam entrado com seus pedidos de aposentadoria junto ao INSS.Como fazer o cálculo a partir de agora? A primeira coisa que se faz é somar todos os salários de contribuição (valor sobre o qual se calcula o INSS) que o segurado teve entre julho de 1994 até o momento do pedido de aposentadoria e dividir pelo número de contribuições feitas. Se o número de contribuições for menor que 108, este será o divisor utilizado. Depois da divisão, aplica-se o coeficiente de 60% sobre o resultado, e somam-se 2% ao ano que exceder 15 anos de contribuição para mulher e 20 anos para o homem. Serão prejudicados todos os segurados que tiverem menos de 108 contribuições no período básico de cálculo (julho de 1994 até o dia do pedido de aposentadoria), porque o valor da soma será dividido por 108. O divisor mínimo não será aplicado para as regras de aposentadoria por incapacidade permanente, pois essa é uma modalidade de aposentadoria não programada.  A regra de descarte continuará existindo, terá menos aproveitamento. E esses cálculos deverão ser rigorosos para que o segurado não prejudique a média da sua aposentadoria. Toda vez que o governo faz uma mudança que deixa mais difícil ou piora a regra das aposentadorias, mais importante se torna o planejamento previdenciário. Aposentadoria não é para um mês ou para um ano, é para a vida inteira. Novas exigências para o segurado nos processos por incapacidade Todos os segurados que tiveram o benefício por incapacidade negado administrativamente, deverão realizar o pedido na justiça já contestando o resultado a partir do Laudo SABI, a avaliação do perito registrada no INSS. No pedido feito ao juiz pelo advogado, defensor ou por reclamação do cidadão, será preciso descrever a doença e as limitações que ela impõe, quais as atividades do trabalho que o segurado não pode exercer devido à incapacidade e apontar o erro/contradição da perícia do INSS. O segurado também deverá demonstrar se tem processo anterior com o mesmo objetivo (benefício por incapacidade), explicando o porquê pode pedir novamente, juntar o comprovante de indeferimento do benefício ou de sua não prorrogação, comprovar a ocorrência do acidente de qualquer natureza ou do acidente do trabalho. Vai aqui um resumo da documentação médica que o segurado deve possuir e apresentar à Justiça: ficha do paciente, prontuário médico, relatórios dos atendimentos em postos, atestados, laudos; laudos de exames de imagem, de sangue relatórios de atendimento por fisioterapeuta, hidroterapia ou outros especialistas em saúde Prescrição de medicamentos O perito judicial também precisará ser mais claro se não concordar com o laudo do INSS. Precisará apontar as razões técnicas e científicas que o fazem discordar da conclusão do INSS, data de início e a correlação da incapacidade com a atividade de trabalho do periciado. Retorno das perícias judiciais nos processos por incapacidade (pagamento pelo executivo aos peritos) Não sei se você se recorda, mas desde setembro do ano passado o judiciário não mais possui dinheiro para pagamento aos peritos judiciais, pelas perícias realizadas. Em algumas localidades os juízes se reuniram com os peritos e entraram em acordo para recebimento posterior. Em outros, não houve acordo e milhares de pessoas ficaram no aguardo de uma solução para o problema. Há gente em todo o país esperando que este impasse termine. Enfim, a lei prevê que a União antecipará o pagamento pelas perícias judiciais nos processos que discutem a incapacidade. O segurado só ressarcirá tal valor caso perca o processo e não tenha direito à justiça gratuita. _________________________________________ Priscila Arraes Reino, advogada especialista em direito previdenciário e direito trabalhista, palestrante e sócia do escritório Arraes e Centeno.

Papai não quer abrir o Inventário, mas sou filha e tenho direito à herança. Posso iniciar?

access_time14/05/2022 10:04

A bem da verdade, diz a Lei que o inventário deve ser iniciado por quem estiver na POSSE e na ADMINISTRAÇÃO dos bens do Espólio - e não exclusivamente pelo (a) viúvo (a). A regra do art. 615 do Código de Processo Civil deve ser compreendida com a leitura do artigo seguinte, que expressamente descortina a legitimidade concorrente para a função:⁣ "Art. 616. Têm, contudo, legitimidade concorrente:⁣ I - o cônjuge ou companheiro supérstite;⁣ II - o herdeiro;⁣ III - o legatário;⁣ IV - o testamenteiro;⁣ V - o cessionário do herdeiro ou do legatário;⁣ VI - o credor do herdeiro, do legatário ou do autor da herança;⁣ VII - o Ministério Público, havendo herdeiros incapazes;⁣ VIII - a Fazenda Pública, quando tiver interesse;⁣ IX - o administrador judicial da falência do herdeiro, do legatário, do autor da herança ou do cônjuge ou companheiro supérstite".⁣ Conforme lição do ilustre Advogado e Professor, Dr. MARIO ROBERTO FARIA (Inventários e Testamentos - Direito das Sucessões. 2022): "O inventário deverá ser requerido por quem estiver na posse e administração da herança. Não é necessário que seja um herdeiro do falecido, mas qualquer pessoa que se encontre na administração. Poderá ser inclusive uma pessoa jurídica que esteja administrando os bens do autor da herança, como por exemplo, uma administradora de imóveis".⁣ Dessa forma, é preciso salientar desde já que caso o (a) VIÚVO (A) não requeira a abertura do inventário, quaisquer daquelas pessoas arroladas no art. 616 do CPC estão legitimadas para requerê-lo, mormente considerando a real possibilidade e legalidade da incidência de MULTA DO IMPOSTO CAUSA MORTIS (que onerará ainda mais os custos do Inventário), sem contar com a eventual possibilidade de PERECIMENTO DE BENS ou até mesmo agravamento de DÍVIDAS deixadas pelo falecido. De fato, não deve mesmo interessar a ninguém a eternização do estado de irregularidade dos bens por conta do falecimento do seu titular.⁣ POR FIM, em casos assim, não raro será, inclusive, que aquele que requerer a abertura do procedimento requeira também sua nomeação ao cargo de INVENTARIANTE. O rol do art. 617 determina uma ORDEM LEGAL que todavia pode ser EXCEPCIONALMENTE suplantada se forem evidenciados justos motivos, tal como assentado na jurisprudência acertada do STJ:⁣ "REsp 283.994/SP. J. em 06/03/2001. PROCESSUAL CIVIL. NOMEAÇÃO DE INVENTARIANTE. art. 990 do CPC. ORDEM NÃO ABSOLUTA. OFENSA NÃO CONFIGURADA. DIVERGÊNCIA NÃO CONFIGURADA.⁣ - A ordem de nomeação de inventariante insculpida no art. 990 do Código de Processo Civil deve ser rigorosamente observada, excetuando-se as hipóteses em que o magistrado tenha fundadas razões para desconsiderá-la, com o fim de evitar tumultos processuais desnecessários ou mesmo a sonegação de bens, como no caso, em face da patente litigiosidade existente entre as partes. - Divergência jurisprudencial não caracterizada, pois carente de demonstração analítica, com a transcrição dos trechos que identifiquem ou assemelhem as hipóteses confrontadas. - Recurso especial não conhecido".

Alopecia: o que é a condição capilar que motivou agressão de Will Smith a Chris Rock no Oscar

access_time28/03/2022 07:42

A cerimônia do Oscar 2022 ficou marcada pela agressão do ator Will Smith contra Chris Rock durante a premiação mais importante do cinema. Chris levou um tapa no rosto após Will Smith se irritar com o comentário feito pelo ator sobre Pinkett Smith, que tem a cabeça raspada por conta da alopecia, uma condição capilar que causa a queda de cabelo. Enquanto apresentava a cerimônia, Chris Rock comparou a esposa de Smith com a protagonista de "Até o limite da honra" (1997), vivida por Demi Moore, que raspou os cabelos – o filme é sobre a primeira mulher a participar do treinamento de força de operações especiais da Marinha dos Estados Unidos. Após o comentário de Chris Rock, Will Smith deixou seu lugar na plateia, subiu no palco, deu um tapa na cara do comediante e voltou para seu lugar. "Eu acho que o Will Smith acabou de me dar uma surra", disse Rock, em meio a um palavrão. "Mantenha o nome da minha esposa fora da sua boca", gritou Smith, também em meio a palavrões. A polícia de Los Angeles disse que não recebeu nenhuma queixa oficial sobre o incidente. Chris Rock ainda não se pronunciou. O que é a alopecia? A alopecia é um dos problemas mais relacionados à perda de cabelo ou pelo entre homens e mulheres em qualquer parte do corpo. Ela pode ser causada por influências genéticas, processos inflamatórios locais ou doenças sistêmicas. Alopecia: o que é e como tratar o problema capilar que passou a ser discutido por conta de Lucas do 'BBB21' Um dos tipos mais comuns de alopecia é a areata, que é uma doença autoimune — quando as células atacam o próprio organismo. Ela atinge aproximadamente 2% da população mundial em diferentes níveis — pode afetar desde pequenas áreas do couro cabeludo ou da barba, por meio de lesões circulares, ou até causar a completa ausência dos fios em todo o corpo. Outro tipo comum da alopecia é a androgenética, que também é autoimune e causa o afinamento progressivo dos fios. Ela é mais recorrente entre os homens, cujas áreas mais atingidas são a coroa e a região frontal (entradas). Já as mulheres — estima-se que 5% tenham alopecia androgenética — sofrem com sintomas, que costumam ser mais discretos, como perda capilar na região central do couro cabeludo. No caso delas, os períodos de queda intensa podem ter relação com irregularidade menstrual, acne ou obesidade. O quadro não é contagioso e não apresenta riscos à saúde, além da perda capilar em si. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), casos de perda total dos fios no corpo em razão da alopecia são uma minoria: cerca de 5%. A perda capilar em pessoas com algum tipo de alopecia pode ser intensificada por fatores emocionais, como estresse intenso. Mas a queda capilar não se restringe à alopecia. Especialistas apontam que a situação pode ocorrer por motivos específicos como o uso exagerado de processos químicos no cabelo, dietas, consumo de determinados medicamentos e doenças que afetam outras áreas do corpo, como o hipotireoidismo. Como resolver a queda capilar? De acordo com a SBD, não há uma forma de prevenir a alopecia por se tratar de uma doença cujas causas são desconhecidas. Mas há algumas orientações para tentar evitar quadro intenso de queda capilar, como reduzir o estresse sempre que possível. Há diversas alternativas para tratar a queda causada pela alopecia. Porém, por se tratar de uma doença autoimune, não existe um tratamento considerado definitivo para evitar a perda capilar. Dessa forma, é provável que o paciente precise de acompanhamento constante e enfrente períodos de perda capilar intensa e outros de estabilidade. Existem diversos tratamentos para tratar a queda capilar, como medicamentos tópicos ou até mesmo injeção no couro cabeludo, que estimulam o folículo a produzir cabelo novamente e precisa ser feita de modo contínuo. Além disso, também podem ser usados bloqueadores hormonais, por meio de medicamentos orais. O objetivo desses tratamentos é estacionar o processo de queda capilar e recuperar parte dos fios perdidos. Para as áreas que foram completamente tomadas pela queda dos fios, uma alternativa é o transplante capilar. Ele ajuda a melhorar o aspecto estético ao reimplantar fios do próprio couro cabeludo na região calva. Apesar de melhorar as áreas afetadas pela calvície, a técnica não impede a queda nas demais áreas. Em meio às diversas alternativas, especialistas ressaltam que é fundamental que o paciente busque um dermatologista para que possa entender as causas da perda capilar e para que o médico defina o melhor tratamento para o caso.

Will Smith dá tapa na cara de Chris Rock durante o Oscar 2022

access_time28/03/2022 07:34

Will Smith deu um tapa na cara de Chris Rock durante a cerimônia do Oscar 2022, neste domingo (27), após o comediante, que apresentava o prêmio de melhor documentário, fazer uma piada sobre a cabeça raspada de Jada Pinkett Smith, mulher do ator. Chris Rock disse que mal podia esperar para ver Jada, que tem alopecia, uma doença que causa a queda de cabelos, estrelar "G.I. Jane 2". No longa lançado em 1997, "G.I. Jane", que no Brasil foi lançado como "Até o limite da honra", a atriz Demi Moore raspou os cabelos para dar vida a uma tenente. Ao voltar para a sua poltrona, Will Smith gritou: "O nome da minha mulher não vai ficar na tua boca". Depois da premiação, a polícia de Los Angeles divulgou que Chris Rock não quis prestar queixas, e a Academia declarou que não apoia violência. Pedido de desculpas Smith levou o prêmio de melhor ator por "King Richard: criando campeãs". Durante seu discurso de agradecimento, no qual ficou visivelmente emocionado, o ator pediu desculpas à Academia e aos presentes.

Comunicado

access_time10/03/2022 16:31

COMERCIO VAREJISTA DA GAS MOLINA LTDA - Inscrita no CNPJ N° 08.775.117/0001-59, torna público que requereu junto a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Mineração e Turismo de Peixoto de Azevedo – MT a Renovação da Licença de Operação para Comercio Varejista de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), com a classe de armazenamento (VI), até 49,920KG, localizada Rua Thiago Magalhaes Nunes n° 610 – Centro – Peixoto de Azevedo – MT. Não foi determinado EIA/RIMA. 

O 15° CR inicia a Solenidade GUERREIRA DO NORTÃO em homenagem ao dia da Mulher.

access_time07/03/2022 12:49

Em comemoração ao  Dia Internacional da Mulher o 15ºCR fará a solenidade GUERREIRA do NORTÃO em 09 cidades e distrito União do Norte entre os dias 06 a 08/03. Na manhã deste dia 06/03/22, o município de Marcelandia recebeu a primeira solenidade comemorativa ao Dia das Mulheres, quando 20 mulheres foram homenageadas Guerreiras do Nortão. Conforme o Ten Cel James  Comandante do 15º CR, a comenda Guerreira do Nortão é uma Homenagem que visa contribuir para o Protagonismo e Empoderamento da Mulher, além de demostrar o respeito e dever de servir e proteger todas as Mulheres que é atributo da PMMT. Ao todo 300 Mulheres foram escolhidas para representar as demais e receber a Moeda Honorífica Guerreira do Nortão. As solenidade prosseguem confirme o cronograma: No dia 07: 08hs Itaúba 10hs Nova Santa Helena 14hs Terra Nova do Norte 17hs Nova Guarita. No dia 08: 08hs Peixoto de Azevedo 11hs União do Norte 15hs Matupá 17hs Guarantã do Norte 19hs Novo Mundo.

Ucrânia lança site para facilitar recrutamento de estrangeiros

access_time05/03/2022 15:39

O governo da Ucrânia lançou neste sábado (5) um site para facilitar o recrutamento de estrangeiros interessados em combater ao lado das Forças Armadas do país contra as tropas de ocupação russas. A página apresenta uma lista com sete passos para eventuais candidatos a ingressar na Legião Internacional de Defesa e reúne contatos de embaixadas e consulados ucranianos espalhados pelo mundo, incluindo no Brasil. A Ucrânia não exige experiência prévia em combate, e cidadãos russos não podem se inscrever. "É recomendado, se possível, levar seu próprio kit militar, como roupas, equipamentos, capacete, colete à prova de balas", diz o site, que garante "suporte total" para os estrangeiros que quiserem lutar contra a Rússia. Essa legião deve ser incorporada à Força de Defesa Territorial, um novo braço das Forças Armadas ucranianas, e terá inicialmente dois batalhões. O presidente Volodymyr Zelensky estima que cerca de 16 mil voluntários estrangeiros se juntem ao Exército. 

Previsão do tempo: alerta de temporais para 30 cidades de MT nesta terça-feira

access_time01/03/2022 11:22

O mês de março já começa com previsão de temporais em 30 cidades de Mato Grosso. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) há alerta laranja para esses municípios nesta terça-feira (1º). Alta Floresta Apiacás Aripuanã Brasnorte Campo Novo do Parecis Campos de Júlio Carlinda Castanheira Colniza Comodoro Conquista D'Oeste Cotriguaçu Itanhangá Juara Juína Juruena Nova Bandeirantes Nova Canaã do Norte Nova Lacerda Nova Maringá Nova Monte Verde Novo Horizonte do Norte Paranaíta Porto dos Gaúchos Rondolândia Sapezal Tabaporã Tangará da Serra Tapurah Vila Bela da Santíssima Trindade Nessas cidades, pode haver chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos de até 100 km/h e risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas..

'BBB22': Arthur Aguiar, Bárbara e Natália formam quarto paredão

access_time14/02/2022 09:13

Arthur Aguiar, Bárbara e Natália estão na berlinda e formam o quarto paredão do "BBB22". A formação de mais uma disputa pela permanência no reality show aconteceu na noite deste domingo (13), logo após o anúncio da entrada de Gustavo e Larissa, que estavam na Casa de Vidro, no programa. Arthur foi parar no paredão por indicação da Líder da Semana, Jade Picon. No contra-golpe, o ator puxou Bárbara. Já Natália foi a mais votada entre os participantes do reality. Ao ser informada que teria que indicar alguém direto para a berlinda, a sister apontou o nome de Laís. Os quatro seguiram para a prova bate-volta, na qual Laís acabou se livrando do Paredão.