Spigreen
Notícias recentes
Dois são presos em Peixoto por promessa de

Dois são presos em Peixoto por promessa de "limpar nome" de clientes

access_time21/06/2018 00:07

Dois homens foram detidos por abordarem pessoas em Peixoto de Azevedo sob a promessa de que “limpari

Com a colaboração de Vinicius Junior, Real Madrid sai do sufoco contra o Valladolid e volta a vencer

Com a colaboração de Vinicius Junior, Real Madrid sai do sufoco contra o Valladolid e volta a vencer

access_time03/11/2018 15:11

O Real Madrid passou sufoco na tarde deste sábado. Uma das sensações do Campeonato Espanhol, o Valla

Estimativa para inflação sobe para 3,84% este ano

Estimativa para inflação sobe para 3,84% este ano

access_time09/12/2019 09:07

As instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) aumentaram a estimativa para a infla

ESPORTE

PSG vence Lyon nos pênaltis e conquista Copa da Liga Francesa

access_time31/07/2020 23:32

Não teve gol de Neymar, mas o Paris Saint Germain segue a rotina de títulos. Com uma vitória sobre o Lyon, nos pênaltis, por 6 a 5, após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, o PSG levou, nesta sexta (31), a Copa da Liga Francesa. A equipe já havia conquistado o Campeonato Francês, a Copa da França e a Supercopa da França nesta temporada. O jogo no Stade de France foi bastante equilibrado. Desde o início, Neymar sentiu a falta do companheiro de ataque Mbappé, que está lesionado. Sempre à procura do francês, o brasileiro, isolado, teve dificuldades para produzir. Mesmo assim, era quem mais ameaçava o gol adversário. As melhores chances do PSG foram em chutes de fora da área, que pararam na boa atuação do goleiro Anthony Lopes. O Lyon foi organizado durante todo o confronto, preferiu ficar mais na defesa e sair em contra-ataques. A estratégia funcionou melhor na segunda etapa, mas não foi o suficiente para abrir o placar. O calor de quase 30ºC de Paris fez diferença na prorrogação. As equipes jogaram os 30 minutos visivelmente cansadas, o que permitiu espaços e uma partida com mais possibilidades. No último minuto, Rafael fez falta por trás em Di Maria e acabou recebendo cartão vermelho. Neymar foi para cobrança, mas jogou por cima do gol. Os times não tiraram o zero do placar e a decisão foi para os pênaltis. Nos cinco primeiros pênaltis, todos os jogadores converteram com categoria. Dentre eles os brasileiros Thiago Mendes, para o Lyon, e Neymar, para o PSG. Na sexta cobrança Traoré bateu e Keylor Navas defendeu. Sarabia foi para a sexta tentativa do time de Paris, chutou e garantiu o título da Copa da Liga Francesa para o Paris Saint Germain. As duas equipes possuem compromissos importantes no início de agosto. Dia 7 o Lyon enfrenta a Juventus, em Turim, na partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. No jogo de ida, os franceses venceram por 1 a 0. O PSG pega o Atalanta, dia 12, no Estádio da Luz, em Lisboa, pelas quartas de final do maior torneio de clubes da Europa.

Palmeiras vira sobre Água Santa, garante liderança do grupo B e rebaixa time de Diadema

access_time27/07/2020 07:57

Não foi fácil, mas o Palmeiras venceu o Água Santa por 2 a 1, neste domingo, no Allianz Parque, pela 12ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. Com a vitória, o Alviverde garantiu a liderança do grupo B, com 22 pontos somados. O Santo André, que iniciou a rodada na primeira colocação, perdeu para o Ituano e fechou a fase de classificação com 20 pontos. Já o Água Santa estacionou nos 11 pontos, foi ultrapassado por Ponte Preta e Botafogo-SP na classificação e foi rebaixado, ao lado do Oeste, para a Série A2 do Estadual. Após pressionar e ter a posse de bola durante todo o primeiro tempo, o Palmeiras saiu atrás do placar no início da segunda etapa, com gol de Lucas Silva. O time de Vanderlei Luxemburgo conseguiu responder e empatou com Ramires, aos 26, e virou com Luiz Adriano, de pênalti, aos 42. 1º tempo O Palmeiras teve muita posse no primeiro tempo, mas não conseguiu controlar a partida e criar grandes chances de gol. A primeira finalização do Alviverde veio aos dez minutos, com batida de Veiga, de primeira, por cima do gol. Aos 14, os mandantes tiveram a única chance clara da etapa inicia. Após bate-rebate, a bola sobrou para Rony dentro da área. O atacante dominou e bateu de direita. A bola passou rente a trave. Já aos 37, o Água Santa teve a primeira escapada efetiva no contra-ataque. Lucas Silva escapou e ganhou na velocidade de Felipe Melo, que parou o adversário com falta. Na cobrança, a bola explodiu na barreira. No minutos finais, o Verdão voltou a oferecer perigo. Aos 44, Marcos Rocha cruzou com espaço na direita e encontrou Veiga, mas o meia não acertou a cabeçada. Já nos acréscimos, o time cobrou escanteio, o goleiro Giovanni passou da bola e a bola sobrou para Veiga, que arriscou para o gol. A bola desviou no atacante Uéderson e não entrou. Os palmeirenses revindicaram pênalti, alegando toque de mão, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Segunda etapa O Palmeiras foi para cima logo de cara, mas foi o Água Santa que conseguiu abrir o placar. Aos 17 minutos, Luan Dias recebeu na intermediária, levantou a cabeça e cruzou rasteiro na diagonal. A bola chegou para Lucas Silva na segunda trave, que completou de primeira para as redes. A resposta alviverde não demorou. Aos 26 minutos, Felipe Melo lançou Marcos Rocha na direita. O lateral teve espaço para descer e cruzar com espaço. A bola encontrou Ramires, que testou firme para empatar. Aos 42, o Palmeiras chegou à virada. Após bate-rebate dentro da área, o árbitro marcou pênalti alegando mão na bola de Wellington Reis. Na cobrança, Luiz Adriano bateu no canto direito e Giovanni fez a defesa, mas no rebote a bola se ofereceu livre para o atacante virar.

Santos tenta explicar corte de 70% do salário de jogadores

access_time14/05/2020 15:15

O Santos desmentiu por nota que tenha cortado 70% dos vencimentos do elenco profissional. “Ainda não houve desfecho nas negociações de redução salarial com os atletas, e que, independentemente deste fato, optou por tomar a decisão de efetuar o pagamento parcial de seus respectivos salários referentes ao mês de abril, sob a mesma política adotada para todos os demais funcionários do clube. As negociações com os atletas seguirão em andamento, com o intuito de encontrar um denominador comum entre as partes”, diz o clube em comunicado emitido nesta quinta (14). O time da Vila Belmiro também diz que, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), tem feito o possível para atender todo o quadro de funcionários, inclusive terceirizados e fornecedores da equipe: “Mesmo em estado de calamidade pública e com importantes receitas suspensas, aproximadamente 60% dos funcionários receberam seus salários integralmente”. A explicação não convenceu os jogadores, que não escondem a insatisfação. Vários deles publicaram, nas redes sociais, a posição do Sindicato dos Atletas de Futebol do Município de São Paulo (SIAFMSP): “Embora tenham negociado um valor de desconto com a direção [30% de seus salários] justamente por compreender a triste e atípica situação, a diretoria, na figura de seu presidente, não apenas não honrou com o combinado, descontando absurdos 70% dos vencimentos”, diz a nota do sindicato, que não abrange os jogadores santistas por ser de outra cidade. “É inadmissível que os atletas passem por esta situação ou qualquer outra semelhante, seja no município de São Paulo ou em outros, no masculino ou no feminino”, reitera a publicação do SIAFSM.

Dirigente da CBF fala de retorno de treinos no futebol brasileiro

access_time01/05/2020 08:02

O secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Walter Feldman, falou na quinta (30) que já se começa a trabalhar na possibilidade de retorno dos treinos das equipes brasileiras de futebol, mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19). “Decidimos iniciar nessa semana o processo de retorno ao futebol baseados exatamente em uma pergunta ao Ministério da Saúde. Se era possível voltarmos com segurança. Já havíamos elaborado um protocolo de segurança para o retorno do futebol baseado em passos consistentes e subsequentes, que foi aprovado pelo secretário de saúde”, declarou o dirigente em uma entrevista realizada pela internet. Segundo Feldman, no momento só haverá um retorno aos treinos, mas com várias restrições, para garantir a segurança de atletas e membros de comissões técnicas: “Haverá restrições de alojamento e refeitórios, para que possa haver uma configuração de Centro de Treinamento parecido com o que acontece em casa, com aspectos até mais rigorosos, pois teremos a presença de médicos regularmente”. No entanto, o dirigente garantiu que, mesmo com o retorno dos treinos, ainda é cedo para se falar na volta de jogos de futebol: “Não há possibilidade alguma de falar em retomada das competições, seria insensato. Esse período de treinos pode demorar cerca de 15, 20 dias. Isso dependerá do sucesso desse processo controlado e do combate à pandemia. Porém, já sabemos que, se retornarmos ao futebol, será com portões fechados”.

Paulistão será 'concluído em campo', mas data continua indefinida

access_time18/04/2020 13:10

A Federação Paulista de Futebol e os clubes que disputam a primeira divisão do Campeonato Paulista decidiram que o torneio "será concluído em campo" e que as partidas restantes serão realizadas "inicialmente com portões fechados". A decisão foi tomada durante uma videoconferência na tarde desta terça-feira, que contou com o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, e dirigentes dos 16 clubes da Série A1, incluindo os presidentes de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos. Moisés Cohen, presidente do Comitê Médico da Federação, também participou da chamada. Veja os principais tópicos da reunião: O Paulistão será concluído dentro de campo; Não há data, porém, para o retorno da competição; uma nova conferência em vídeo servirá para essa definição; Os jogos poderão ser realizados inicialmente com portões fechados, evitando assim aglomerações; A Comissão Médica da FPF vai desenvolver um protocolo de segurança para proteção de todos os envolvidos nos jogos. O Campeonato Paulista foi interrompido por causa da pandemia do coronavírus quando faltavam duas rodadas para o fim da fase de grupos e mais as quatro datas previstas para os mata-matas. Os clubes do interior preveem problemas com a administração do elenco, já que contratos de muitos jogadores venceram ou estão por vencer. – O mesmo elenco é difícil alguma equipe do interior consiga manter. O que será conversado é a abertura, na mesma proporção, de atletas que ficaram sem contrato você possa estar fazendo novas contratações ou prorrogando os contratos. A Federação vai tomar algumas providências para que nenhum clube fique sem elenco – afirmou Genilson da Rocha Santos, presidente do Novorizontino. O governo do Estado de São Paulo decretou isolamento social até o dia 22 de abril – quarta-feira da semana que vem – e é provável que o prazo seja renovado. Em entrevista ao "Fantástico" no último domingo, o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, declarou que os meses de maio e junho serão os mais críticos. Veja abaixo a nota oficial da FPF: "A Federação Paulista de Futebol e os Clubes do Campeonato Paulista Série A1 - 2020, em reunião virtual realizada nesta quarta-feira, 15 de abril de 2020, de forma unânime, chegaram ao seguinte entendimento sobre a situação atual provocada pelo COVID-19: - Em respeito aos milhões de torcedores, parceiros comerciais e Grupo Globo, detentor dos direitos de transmissão, o Campeonato Paulista Série A1 – 2020 será concluído em campo, conforme estabelece o regulamento da competição; - Diante do cenário de Pandemia, não há data para a retomada, que somente será definida em nova videoconferência a ser agendada, seguindo as determinações das autoridades públicas de saúde; - A ordem de retorno do futebol priorizará a preservação da saúde de todos os envolvidos e, portanto, o bom senso indica que as competições com menor deslocamento de todos os envolvidos (estaduais) aconteçam primeiro, avançando em seguida para aquelas que exigem viagens mais longas (nacionais e continentais); - Os jogos poderão ser realizados inicialmente com portões fechados, evitando qualquer risco de aglomerações; - O Campeonato cumprirá a Lei Pelé, o Estatuto do Torcedor e a Legislação geral vigente, bem como, o estatuto da Federação Paulista de Futebol e os regulamentos geral e específico da competição; - A Comissão Médica da FPF está trabalhando no desenvolvimento de um protocolo de segurança, que proteja a saúde e integridade de todos os envolvidos nos jogos. A Federação Paulista de Futebol e seus Clubes filiados entendem que as dificuldades de organização de datas e a possibilidade de realização de jogos com portões fechados geram consequências comerciais e técnicas negativas para todos. No entanto, prevaleceu entre todos a convicção de que a priorização da saúde e da segurança dos milhares de profissionais envolvidos no futebol se faz necessária nesse momento, e é o princípio que guiará todas as nossas decisões. Participantes da Videoconferência: Reinaldo Carneiro Bastos – Presidente FPF, Fernando Enes Solleiro – Vice-Presidente FPF, Mauro Silva – Vice-Presidente FPF, Luis Antonio Martinez Vidal - Vice-Presidente FPF, Gustavo Delbin - Vice-Presidente de Registro, Transferências e Licenciamentos FPF, Mislaine Scarelli - Vice-Presidente de Gestão Corporativa FPF, Emerson Piovesan – Vice-Presidente de Finanças FPF, Moisés Cohen – Presidente do Comitê Médico FPF, Fernando Mello – Vice-Presidente de Comunicação e Marketing FPF, Bernardo Itri – Diretor de Comunicação FPF, Cristina Abreu – Diretora de Competições FPF, Ana Paula Oliveira – Presidente da Comissão Estatual de Arbitragem FPF, Ednilson Corona – Membro da Comissão Estadual de Arbitragem FPF, Aline Pellegrino – Diretora de Futebol Feminino FPF, André Sica – Membro Comissão de Assuntos Jurídicos, Alexandre Pássaro Filho – Membro Comissão de Assuntos Jurídicos, Cristiano Caús - Membro Comissão de Assuntos Jurídicos, Lucas D´Andrea Balistiero – Presidente da AA Internacional de Limeira , Sebastião Moreira Arcanjo – Presidente da AA Ponte Preta, Gerson Engrácia Garcia – Presidente do Botafogo Futebol S/A, Paulo Sirqueira Korek Farias – Presidente do EC Água Santa, Sidney Gerson Riquetto – Presidente do EC Santo André, Carlos Alberto Salmazo – Presidente da Ferroviária Futebol S/A, Genilson da Rocha Santos – Presidente do Grêmio Novorizontino, Ricardo Miguel Moisés – Presidente do Guarani FC, Paulo Silvestri – Gestor do Ituano FC, Edson Antônio Ermenegildo – Presidente do Mirassol FC, Ernesto Francisco Garcia – Presidente do Oeste FC, Aparecido Roberto de Freitas – Diretor Executivo de Futebol Oeste FC, Thiago Roberto Scuro – Presidente do Red Bull Bragantino, José Carlos Peres – Presidente do Santos FC, Carlos Augusto de Barros e Silva – Presidente do São Paulo FC, Maurício Precivalle Galiotte – Presidente do SE Palmeiras e Andrés Navarro Sanchez – Presidente do SC Corinthians Pta."

Olimpíada de Tóquio é adiada para 2021 depois de pedido de primeiro-ministro do Japão

access_time24/03/2020 09:02

O primeiro-ministro japonês, Abe Shinzo, confirmou nesta terça-feira (24) que pediu ao Comitê Olímpico Internacional o adiamento de um ano dos Jogos Olímpicos, que estavam programados para o dia 24 de julho. Abe fez o anúncio a jornalistas depois de uma conversa telefônica com o presidente do COI, Thomas Bach. Segundo ele, o COI aceitou o pedido. O COI, então, confirmou em um comunicado o adiamento: "Na circunstância presente, e baseado na informação providenciada pela Organização Mundial da Saúde, o presidente do COI e o primeiro-ministro do Japão concluíram que os Jogos da 32ª Olimpíada em Tóquio devem ser reagendados para uma data para além de 2020, mas não além do verão de 2021, para garantir a saúde de atletas, todos envolvidos nos Jogos e a comunidade internacional." As Olimpíadas, portanto, deverão ser realizadas em 2021. Mesmo assim, o nome oficial do evento será Tóquio 2020, de acordo com o governador de Tóquio, Yuriko Koike. De acordo com a agência Reuters, ele afirmou que o COI "apoiou 100%" a proposta. Os Jogos Olímpicos foram adiados por causa da pandemia do Covid-19, que impactou a organização do evento e também a preparação dos atletas. A conversa telefônica incluiu, além de Abe e de Bach, o governador de Tóquio, Yuriko Koike, e o líder da organização dos Jogos, Yoshiro Mori. Abe pediu para que Bach tomasse uma decisão o mais rápido possível, segundo a NHK. Na era moderna, os Jogos Olímpicos já foram cancelados em quatro ocasiões: 1916, 1940 e 1940. Pressão de atletas O Comitê Olímpico do Canadá havia publicado uma carta na segunda-feira (23) na qual informou que ia boicotar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos se eles fossem realizados em 2020. Austrália, Noruega e Grã-Bretanha pressionaram o COI e ameaçaram não participar dos Jogos. Em uma pesquisa divulgada pelo "The New York Times" indicou que 78% são favoráveis a um adiamento. Quatro mil atletas de todos os continentes haviam respondido. As medidas de contenção do coronavírus, que em muitos países incluem a proibição de viagens, interromperam os jogos eliminatórios para as Olimpíadas. Muitos dos atletas não podem sair de casa por causa das medidas de isolamentos impostas. Ainda assim, até o domingo (22), o COI tinha dito que só tomaria uma decisão em quatro semanas.

Primeiro-ministro do Japão admite pela 1ª vez remarcar Olimpíadas

access_time23/03/2020 07:12

Horas depois de o COI (Comitê Olímpico Internacional) considerar pela primeira vez o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que a remarcação do megaevento pode ser considerada se a pandemia causada pelo novo coronavírus tornar impossível realizá-lo "em sua forma completa". - Se a decisão do COI significa que é impossível manter (as Olimpíadas) em uma forma completa, talvez seja necessário tomar uma decisão para adiá-las - declarou Shinzo Abe. O chanceler japonês também afirmou que cancelar as Olimpíadas não é uma opção. As declarações de Abe foram dadas ao parlamento do país na noite deste domingo no horário de Brasília, já manhã de segunda no Japão. Neste domingo, o COI (Comitê Olímpico Internacional) promoveu uma reunião de emergência de seu comitê executivo e descartou um cancelamento dos Jogos Olímpico de Tóquio. A entidade definiu uma data-limite de quatro semanas para apreciar um adiamento do megaevento esportivo, marcado inicialmente para ser realizado entre 24 de julho e 9 de agosto próximos. Em nota, o COI afirmou que "um cancelamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio não resolveria qualquer problema nem ajudaria ninguém. Portanto, um cancelamento não está na agenda". Também foi a primeira vez que o comitê olímpico aventa o adiamento das Olimpíadas de Tóquio. Existem cenários que trabalham com a remarcação do evento para o final deste ano ou para 2021 ou 2022. Pressão pelo adiamento Nos últimos dias, cresceu o movimento pelo adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A pressão vem de atletas, comitês olímpicos nacionais e federações esportivas mundo afora. Neste domingo, o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) declarou-se favorável a analisar um possível adiamento tanto dos Jogos Olímpicos quanto dos Jogos Paralímpicos, marcados para começar no dia 25 de agosto. - Em relação aos Jogos, a saúde e o bem-estar de todas as pessoas presentes são a prioridade número um e tomar essa decisão é absolutamente a coisa certa a se fazer, considerando a situação sem precedentes que atualmente enfrentamos - disse o presidente do IPC, Andrew Parsons. Quem também manifestou-se favorável ao adiamento foi o Comitê Olímpico do Brasil (COB), o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), as federações americanas de natação (USA Swimming) e atletismo (USA Athletics) e o Comitê Olímpico Espanhol.

Federação confirma jogos do Mato-grossense com portões abertos ao público

access_time14/03/2020 07:11

A Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) emitiu uma nota informando que os jogos deste final de semana, válidos pela 9ª rodada do Campeonato Mato-grossense Martinello Sicredi 2020, estão confirmados com a presença de público. “Salientamos que esta decisão parte do princípio que o Estado de Mato Grosso não apresenta nenhum caso confirmado do novo coronavírus”, diz a entidade. Em outros Estados já houve determinação para fechamento dos acessos ao público. Nesta sexta-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em sintonia com as orientações da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde, determinou que todas as partidas de futebol marcadas para as cidades de São Paulo (SP) e do Rio de Janeiro (RJ) sejam realizadas sem a presença de público. A CBF já comunicou as Federações Estaduais de futebol de São Paulo e do Rio de Janeiro para que tomem as medidas necessárias em relação às competições disputadas nas respectivas cidades. “Essa medida tem prazo indeterminado e está sendo tomada por conta do estágio de transmissão comunitária do coronavírus, já identificado pelo Ministério da Saúde nestes centros urbanos, situação que gerou a recomendação expressa de restrição do contato social nestes eventos”, afirma a Confederação. A CBF informou ainda que monitora de forma permanente o cenário nacional junto ao Ministério da Saúde, cujas orientações continuarão balizando as decisões da entidade.

Mixto contrata 4 reforços para confronto ‘decisivo’ contra o Luverdense no domingo

access_time13/03/2020 15:07

O Mixto Esporte Clube contratou mais quatro reforços para a reta final da primeira fase do Campeonato Mato-Grossense. O meia Dyorgenes Rodrigues, o lateral-direito Walber, o volante Alexsandro, e o zagueiro Felipe Pelles, chegaram ao clube e estão em condições de jogar no confronto decisivo contra o Luverdense Esporte Clube, neste domingo, às 15h, no estádio Passos das Emas. O meio campista Dyorgenes estava no Ipatinga (MG), e tem passagens pelo Vitória das Tabocas (PE), Murici (AL), Santa Cruz de Natal (RN) e Linense (SP). “Além de meia, também desempenho a função de atacante. Vou trabalhar para buscar meu espaço”, disse. O lateral-direito Walber, tem passagens pelo Central (PE), Vera Cruz (PE), Ipanema (AL), Serra Talhada (PE) e Vitória das Tabocas (PE). “Estou muito feliz de estar aqui e espero corresponder à altura. A expectativa de estrear é grande”, afirma. Felipe Pelles chega após passagem pelo Independente de Tucuruí (PA). O zagueiro também tem passagens por Atlético Rioverdense (GO), Itumbiara (GO), Jaraguá (GO), União Inhumas (GO) e Santa Maria (DF). “O Mixto é um grande clube de Mato Grosso, o maior campeão do estado. Estou com muita vontade de estrear”. Já o volante Alexsandro é velho conhecido do torcedor mixtense, ele jogou no ano passado no Tigre, pela Copa do Brasil. O jogador tem passagens pelo CSA (AL) e Santa Cruz de Natal (RN). “O Mixto é gigante, sei o peso que é vestir essa camisa, estou aqui para  ajudar a equipe”, aponta o atleta. Classificação: 1° Cuiabá – 18 pontos 2° União – 16 3° Operário – 15 4° Sinop – 14 5° Nova Mutum – 12 6° Dom Bosco – 11 7° Poconé – 8 8° Mixto – 7 9° Luverdense – 5 10° Araguaia – 3

Sinop contrata zagueiro para fase decisiva do Campeonato Mato-grossense

access_time13/03/2020 15:05

O Sinop Futebol Clube efetivou a contratação do zagueiro Bryan Herbstrith Charopem, de 20 anos, para reforçar o grupo na etapa decisiva do Campeonato Mato-grossense. O atleta já foi registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e está liberado para estrear já no próximo domingo, contra o Operário Várzea-grandense, na despedida da fase de grupos, às 15h. O jogador defendia as cores do Brasil de Farroupilha (RS). Em 2019 ele fez parte do grupo que garantiu vaga a Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho deste ano, competição que garante acesso de duas equipes para a elite do futebol no Estado. O prazo para inscrição de novos atletas para a disputa do certame termina hoje, com isso a expectativa é que até o final do dia mais jogadores sejam registrados pelos times participantes do Campeonato Mato-grossense. Conforme Só Notícias já informou, o Galo do Norte também acertou a contratação do experiente zagueiro Bruno Leal, de 28 anos. Com rodagem pelo futebol carioca, vem por empréstimo. Já passou pelo Friburguense (RJ), Linhares (ES) e Olímpia (SP). No setor ofensivo, que tem funcionado muito bem no time do Sinop, a novidade fica por conta do jovem Léo Carioca, de 22 anos, que vem do São Bernardo (SP). Outro que chega é o lateral esquerdo Ayrton Ferreira, de 28 anos, que jogou no Estrela do Norte (ES), onde este ano disputou quatro partidas. Também atuou na Desportiva Ferroviária (ES), Anapolina (GO), Vitória (ES), Rio Branco (ES), dentre outros times. O Mixto Esporte Clube também contratou mais quatro reforços para a reta final da primeira fase Estadual. O meia Dyorgenes Rodrigues, o lateral-direito Walber, o volante Alexsandro, e o zagueiro Felipe Pelles, chegaram ao clube e estão em condições de jogar no confronto decisivo contra o Luverdense Esporte Clube, neste domingo, às 15h, no estádio Passos das Emas. Classificação: 1° Cuiabá – 18 pontos 2° União – 16 3° Operário – 15 4° Sinop – 14 5° Nova Mutum – 12 6° Dom Bosco – 11 7° Poconé – 8 8° Mixto – 7 9° Luverdense – 5 10° Araguaia – 3