anuncie aqui
Notícias recentes
Ministério Público denuncia Haddad por corrupção e lavagem de dinheiro

Ministério Público denuncia Haddad por corrupção e lavagem de dinheiro

access_time05/09/2018 08:24

O Ministério Público paulista denunciou o ex-prefeito de São Paulo e candidato a vice do PT ao Plana

Aço Norte de Guarantã levou o título Regional de Veteranos

Aço Norte de Guarantã levou o título Regional de Veteranos

access_time24/09/2018 14:52

Em belo jogo no Estádio Morada do Ouro em Peixoto de Azevedo, a equipe Guarantaense venceu a Moveis

China está disposta a negociar sobretaxas a produtos do Brasil

China está disposta a negociar sobretaxas a produtos do Brasil

access_time30/07/2018 09:33

As autoridades chinesas “têm toda a vontade” de buscar com as autoridades brasileiras uma solução pa

ESPORTE

Desfalcado de Coutinho e Marcelo Brasil enfrenta o Uruguai

access_time16/11/2018 09:05

As seleções de futebol do Brasil e Uruguai se enfrentam em jogo amistoso nesta sexta-feira (16), às 18h, em Londres. A equipe brasileira jogará desfalcada de dois titulares: Phillipe Coutinho e Marcelo, afastados por contusões. O treinador Tite chamou para o lugar deles: Renato Augusto e Alex Sandro. Hoje (15), a seleção fez o último treino no Centro de Treinamento do Arsenal, antes de enfrentar o Uruguai. O técnico Tite pôde finalmente trabalhar com todos os jogadores, entre eles, o atacante Richarlison e o meia Arthur. Visto pela imprensa como um jogador com uma qualidade excepcional na distribuição de bolas, Arthur, que joga atualmente no Barcelona, disse que essa qualidade é consequência do trabalho dos técnicos pelos quais passou. “Tive vários treinadores importantes na base e sou grato ao Grêmio pela minha formação, mas esse estilo é minha maneira de enxergar o futebol. Veio comigo desde sempre, e fico feliz por estar dando resultado e por chegar a um dos maiores clubes do mundo e à seleção brasileira, que é o sonho de toda criança”.

Rodada de muito equilíbrio pela Taça Saudoso Edinho de Futebol

access_time12/11/2018 15:27

Mais uma rodada agitou o domingo no Estádio Morada do Ouro pela Taça Saudoso Edinho de Futebol de Peixoto de Azevedo. TURMA DO GUETO 0 X 0 D'GOLD COMPRA DE OURO Jogo marcado por polêmica e pênalti perdido, a equipe da Turma do Gueto entrou em campo bastante desfalcado, o primeiro tempo as defesas levaram vantagens sobre o ataques, no segundo tempo foi marcado por pênalti não marcado para Turma do Gueto e um a favor do D' Gold em que Jackson acabou batendo e Cidinho defendeu, o grande destaque no jogo foi o goleiro Dida do D' Gold que fez inúmeras defesas e salvando o seu time da derrota. TERENAS KOPENOTY 2 X 2 COMERCIAL SANTAREM Mais uma vez a equipe dos Terenas deixou escapar a vitória, a equipe fez 2 a 0 com gols de Elias e Matheus, contra a equipe do Comercial, teve praticamente todo jogo na mão, faltando 8 minutos a equipe Santarém chegou ao empate, Caio de falta fez um gol com colaboração do goleiro Jadson e nos acréscimos Negrão empatou a partida ficando a equipe do Comercial com 04 pontos e Terenas com 02 pontos. CHICAO GARIMPEIRO 02X00 AJAX ESPORTE CLUBE O jogo mais esperando da rodada, duas equipes que entraram em campo desfalcados mais mostraram que são favoritas ao título, melhor em campo a equipe do Chicão começou a ter as melhores chances, Gustavinho numa bela cobrança de falta fez 1 a 0, aos 30 minutos, Roberto que já tinha amarelo entrou de forma violenta e acabou sendo expulso, deixando o Ajax com um a menos, na segunda etapa a pressão continuou para a equipe do Chicão que teve um pênalti ao seu favor mais Gustavinho acabou perdendo, faltando cinco minutos Linton fez o segundo gol do Chicão Garimpeiro dando a vitória e a liderança isolada na sua chave. SITUAÇAO DAS CHAVES CHAVE A 1° - XINGU - 04 PONTOS - SALDO +03 - G.MARCADOS=06 2° - TRUILHO - 04 PONTOS - SALDO+03 - G.MARCADOS =04 3° - MARQUINHOS SPORT - 03 PONTOS - SALDO -01-GOLS MARCADOS=06 4° - BAIXINHO PONTE PRETA - 00 PONTOS - SALDO -05 - GOLS MARCADOS=01 CHAVE B 1° - CHICÃO GARIMPEIRO - 07 PONTOS - SALDO +07 - GOLS MARCADOS = 09 2° - AJAX ESPORTE CLUBE - 06 PONTOS - SALDO +01 - GOLS MARCADOS = 06 3° - COMERCIAL SANTAREM - 04 PONTOS - SALDO +03 - GOLS MARCADOS = 07 4° - TERENAS KOPENOTY - 02 PONTOS - SALDO -02 - GOLS MARCADOS =03 5° - BORRUSSIA DORTIMOND - 00 PONTOS - SALDO -09 - GOLS MARCADOS - 01 CHAVE C 1° - CAMALEÃO ESPORTE CLUBE - 06 PONTOS - SALDO +03 - GOLS MARCADOS= 06 2° - CHAPEAÇAO DO ANDRE - 04 PONTOS - SALDO +01 - GOLS MARCADOS = 02 3° - D' GOLD - 04 PONTOS - SALDO +01 - GOLS MARCADOS = 03 4° - TURMA DO GUETO - 02 PONTOS - SALDO - 02 - GOLS MARCADOS = 01 5°- SAGRADO C.JESUS - 00 PONTOS - SALDO - 04 - GOLS MARCADOS= 04 Próxima rodada - 15/11 – Quinta - Feriado 08h50 - Terenas Kopenoty x Borrussia Durtmond - Chave B 14h30 - Camaleão Esporte Clube x Chapeação do Andre - Chave C 16h30 - Sagrado Coraçao Jesus x Turma do Gueto - Chave C

Deyverson e Felipão são suspensos pelo STJD e desfalcam Palmeiras em um jogo

access_time12/11/2018 13:06

Em julgamento realizado nesta segunda-feira, com a presença de Deyverson e Luiz Felipe Scolari, o Superior Tribunal de Justiça Deportiva (STJD) puniu ambos por episódios na vitória do Palmeiras sobre o Ceará. O atacante pegou dois jogos de gancho (um já cumprido automaticamente na rodada seguinte), e o treinador foi punido com uma partida de suspensão. Eles desfalcam o time diante do Fluminense, na quarta-feira, na arena. Felipão prestou depoimento na sede do tribunal, no Rio de Janeiro — Foto: Daniela Lameira/STJD Contra o Ceará, em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro e disputada em 21 de outubro, no Pacaembu, Deyverson acertou uma solada na barriga de Richardson aos 45 minutos do primeiro tempo e foi expulso. Antes de deixar o campo, o atacante pediu desculpa para o adversário, caído no gramado, e para a torcida do Palmeiras. Ele poderia pegar gancho de um a seis jogos. Expulso! Deyverson acerta o peito de Richardson e está expulso aos 45 do 1º Já o técnico Luiz Felipe Scolari e o diretor Alexandre Mattos corriam o risco de pegar, respectivamente, de uma a seis partidas e de 15 a 180 dias de suspensão. Os dois detonaram o juiz André Luiz de Freitas Castro e também o comando de arbitragem da CBF. Na ocasião, quatro jogadores do líder Palmeiras acabaram suspensos para o jogo seguinte, contra o Flamengo. – Parece até que tinha uma lista pronta – afirmou Felipão. – Ele (o árbitro) direcionou. Não dá mais para ficar só calado e mandando DVD – completou Mattos. Felipão e Mattos eram reincidentes. No fim de outubro, eles já tinham sido julgados no STJD por declarações contra jogadores do Cruzeiro e a arbitragem em partidas pela Copa do Brasil e pelo Brasileirão. O técnico acabou absolvido, mas o diretor tomou uma advertência. Justamente por conta da reincidência, o treinador desta vez foi punido com um jogo de gancho, enquanto Mattos recebeu suspensão de 15 dias.

Com a colaboração de Vinicius Junior, Real Madrid sai do sufoco contra o Valladolid e volta a vencer

access_time03/11/2018 15:11

O Real Madrid passou sufoco na tarde deste sábado. Uma das sensações do Campeonato Espanhol, o Valladolid não só ia arrancando um empate valioso no Santiago Bernabéu como, por vezes, parecia até mais próximo da vitória - como quando acertou o travessão de Courtois duas vezes. As coisas estavam ruins para o lado merengue. Até que o técnico Solari chamou Vinicius Junior, ali pela metade do segundo tempo. E o menino ex-Flamengo tirou o Real do aperto. Com uma dose de sorte, é verdade: o chute para o gol explodiu em Alcaraz e abriu o placar da partida. Em seguida, ele deu o passe para Benzema sofrer o pênalti, e Sergio Ramos selar a vitória por 2 a 0. BOA, GAROTO! Vinicius Junior, enfim, está recebendo os minutos que ele, a imprensa espanhola e a torcida do Real Madrid tanto pediam. Neste sábado, foi o último a sair do banco, entrou no lugar de Asensio e acabou sendo decisivo. Contou com muita sorte no primeiro gol - a bola passaria longe da meta do goleiro Masip. Mas foi premiado por partir para cima da marcação e tentar a finalização, afinal ele entrou para isso. E o árbitro deu o gol para ele. Na comemoração, o menino de 18 anos, com muita personalidade, reverenciou a torcida.

É possível! Cinco motivos para acreditar na classificação do Palmeiras contra o Boca

access_time31/10/2018 08:12

O estádio lotado nesta quarta-feira é um sinal de que o torcedor do Palmeiras acredita na vitória sobre o Boca Juniors, da Argentina, e na classificação para a final da Taça Libertadores. Mais de 38 mil ingressos foram vendidos antecipadamente para o confronto, que terá início às 21h45 (horário de Brasília). Líder do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras de Felipão tenta voltar a disputar uma final de Libertadores depois de 18 anos. Para isso, precisa vencer o Boca por três gols de diferença. Se a vitória for por 2 a 0, a decisão será nas cobranças de pênaltis. Veja motivos que fazem o palmeirense confiar na classificação: Felipão no banco e viradas Luiz Felipe Scolari foi o comandante do título de 1999 e do vice de 2000 na Libertadores. Em ambas as temporadas, o Palmeiras construiu a campanha com viradas importantes nos mata-matas. Em 1999, o Verdão duelou com o River Plate, da Argentina, na semifinal. No jogo de ida, derrota por 1 a 0 em Buenos Aires. Na volta, vitória palmeirense por 3 a 0. Na decisão, novamente derrota por 1 a 0 na Colômbia contra o Deportivo Cali e vitória no Palestra Italia por 2 a 1. Felipão ergue a taça de campeão da Libertadores em 1999 — Foto: Arquivo / Agência Estado Em 2000, o Palmeiras passou pelo Peñarol nas oitavas de final nas cobranças de pênaltis. Em Montevidéu, derrota por 2 a 0, mas vitória por 3 a 1 na volta – ainda não havia o critério dos gols como visitante como desempate. O jogo contra os uruguaios, aliás, foi a única vez que o Verdão conseguiu inverter a desvantagem de dois gols do primeiro jogo. Na semifinal de 2000, o Verdão perdeu o jogo de ida para o Corinthians por 4 a 3, mas venceu o segundo por 3 a 2. A classificação para a decisão veio nos pênaltis, com direito a mais uma atuação história de Marcos.   Artilharia pesada Deyverson será o escolhido por Felipão para comandar o ataque palmeirense nesta quarta-feira. E a escolha pelo centroavante se justifica pelo desempenho recente: ele virou um dos grandes destaques na boa campanha da equipe no Brasileirão. Pouco utilizado com Roger Machado, Deyverson evoluiu com Felipão e já soma sete gols na competição nacional. Mas ele ainda não marcou no torneio sul-americano. Miguel Borja é o artilheiro da Libertadores de 2018, com nove gols marcados. A média é de quase um gol por jogo do colombiano, já que o camisa 9 entrou em campo nas 11 partidas do Verdão no torneio sul-americano. Campeão da Libertadores em 2016, Borja tem um histórico de decisão no torneio. Ele estreou pelo Atlético Nacional apenas na semifinal daquela edição, mas marcou cinco gols contra São Paulo e Independiente de Valle. Borja e Deyverson na Academia de Futebol — Foto: César Greco/Ag. Palmeiras   Apoio da torcida A torcida do Palmeiras não desanimou depois da derrota por 2 a 0 no jogo de ida. O sentimento entre os alviverdes é de confiança na recuperação da equipe e na classificação para final da Libertadores. A expectativa é de casa cheia. Se em Buenos Aires foram cerca de 1.900 palmeirenses na Bombonera, o time de Felipão deve contar com apoio de aproximadamente 40 mil pessoas nesta quarta-feira. Desde a reinauguração do estádio, em 2014, o Verdão já conquistou a Copa do Brasil de 2015 e o Brasileirão de 2016 no local. Torcida do Palmeirasna arena — Foto: Marcos Ribolli   Força do elenco O discurso do Palmeiras sobre a Libertadores é de disputar o torneio todos os anos. Até para diminuir a expectativa criada, o Verdão tem se cobrado menos em relação ao torneio sul-americano. Mas é fato que o grupo de 2018 está o mais preparado para sonhar com a conquista do campeonato. Com a vantagem de poder dividir o grupo em dois times competitivos, Felipão viu o Palmeiras chegar à liderança do Brasileirão e avançar até a semifinal da Libertadores. Para se recuperar contra o Boca, o treinador tem a possibilidade de mexer no time. Deyverson e Lucas Lima, por exemplo, são dois jogadores que vêm tendo mais sequência no Brasileirão, mas ambos serão utilizados contra os argentinos. A dupla pode melhorar a produção ofensiva do Verdão, que precisa de pelo menos dois gols. Lucas Lima no treino do Palmeiras — Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras Experiência de sobra Um goleiro campeão olímpico, um zagueiro campeão da Libertadores, um volante que disputou Copa do Mundo e um atacante que ganhou quase tudo no Palmeiras. É com a base de Weverton, Edu Dracena, Felipe Melo e Dudu que o Verdão pode se apoiar na decisão contra o Boca Juniors. Além do quarteto, o Palmeiras tem no banco de reservas um treinador campeão do mundo com a seleção brasileira e campeão por diversas vezes em suas outras duas passagens pelo clube alviverde. Felipe Melona arena do Palmeiras — Foto: Marcos Ribolli

Renato explode contra Conmebol e se diz "p* da vida" com VAR: "O Grêmio foi roubado"

access_time31/10/2018 08:03

Renato Gaúcho gosta de salientar a cada entrevista coletiva que não reclama da arbitragem após as partidas. Mas o treinador do Grêmio "explodiu" com a Conmebol e o árbitro assistente de vídeo no início da madrugada desta quarta-feira, na sequência da eliminação em plena Arena para o River Plate na semifinal da Libertadores. "O Grêmio foi roubado. Acho que o lance não tem dúvida. Será que era o Stevie Wonder (cantor cego) não veria?" (Renato Gaúcho) Com termos como "p* da vida", "raiva", "humilhação", "desrespeito", entre outros, Renato afirmou que seu time foi "roubado" dentro de casa. Ele até tentou falar sobre a estratégia utilizada para a partida, o desenrolar dos 90 minutos, mas acabava retornando ao VAR. Segundo os gremistas, houve toque de mão de Borré no lance do gol de empate argentino sem revisão, o que aconteceu no pênalti de Bressan – neste caso, o Tricolor considerou justa a marcação da infração. – O Grêmio só não está classificado por causa do VAR. Se funciona, eu estaria sorrindo, a torcida feliz, e o Grêmio na final da Libertadores. Estaria tudo certo. O Grêmio foi roubado. Acho que o lance não tem dúvida. Será que era o Stevie Wonder (cantor cego) não veria? Vendo o jogo naquela cabine, como o cara não vê, com aquele monte de câmera, que o jogador faz o gol com o braço? Será que ele vai dormir hoje por causa disso? Quem sabe até vai, porque não tem nada a ver com o Grêmio – disparou Renato Gaúcho. Portaluppi também foi questionado sobre a presença do técnico do River, Marcelo Gallardo, no vestiário do time, no intervalo. Uma decisão da Conmebol suspendeu o treinador na noite de segunda-feira por ser reincidente em retardar o começo de jogos ou retornos para o segundo tempo. Ele preferiu deixar para a direção falar, mas voltou a criticar a entidade sul-americana. – A diretoria sabe, é um motivo a mais. Mas quem fala é o presidente. É uma desmoralização da Conmebol. No mínimo, teriam que ter tirado o treinador do vestiário. Depois vocês perguntam como eles (River) mandaram a escalação. Junta tudo isso com a palhaçada do VAR, faz uma salada e vê no que vai dar. Amanhã, a Conmebol suspende o Gallardo por 100 dias, e o River está na final. Eu queria estar suspenso por 200 dias e na final. É uma humilhação da Conmebol, foi um desrespeito ao Grêmio – acrescentou o técnico gremista. Com a derrota por 2 a 1, o Grêmio está fora da Libertadores. Agora, concentra as forças no Brasileirão. No sábado, às 17h, enfrenta o Atlético-MG no Horto, em Belo Horizonte. Atualmente, o time está em quinto com 52 pontos, 11 atrás do líder Palmeiras. O Galo é o sexto, com 46.

Benedetto sai do banco, faz dois gols, e Boca Juniors abre vantagem em semi contra o Palmeiras

access_time25/10/2018 07:21

MAS SERÁ O BENEDETTO? O Palmeiras se segurou bem na Bombonera, mas não contava com a estrela de Darío Benedetto no Boca Juniors. O atacante entrou aos 31 minutos do segundo tempo, fez dois gols e decretou a vitória do Boca por 2 a 0, no jogo de ida da semifinal da Taça Libertadores. A postura alviverde na maior parte do tempo foi de controle, criando pouco, é verdade, mas sem deixar o Boca se impor dentro de casa. A entrada do atacante, porém, acabou com o jogo na Bombonera. Apesar do bom desempenho na Argentina, o Verdão terá de vencer (e bem) em sua arena se quiser continuar sonhando com o título. COMO FICA? O jogo de volta da semifinal é na próxima quarta-feira, dia 31, às 21h45 (de Brasília). O Palmeiras terá de vencer por três gols de diferença para se classificar (um 2 a 0 a favor leva a decisão para os pênaltis). Empate ou vitória alviverde por um gol classificam o Boca Juniors – para enfrentar Grêmio ou River Plate na finalíssima (o Grêmio venceu o jogo de ida, em Buenos Aires, por 1 a 0). CLIQUE AQUI e veja a tabela da Taça Libertadores. ELE MUDOU O JOGO! Titular do Boca Juniors num passado recente, Benedetto não enfrentou o Palmeiras na fase de grupos (uma vitória do Verdão e um empate) por causa de uma grave lesão que o tirou de combate no fim de 2017. Desta vez, porém, saiu do banco aos 31, e marcou aos 38, de cabeça, e aos 42, num chutaço de fora da área após giro em Luan, para empolgar de vez a Bombonera lotada. Benedetto não marcava há quase um ano, mas desencantou na hora certa.

Contra o Boca, Palmeiras testa retrospecto de 100% fora na Libertadores

access_time24/10/2018 08:33

Às 20h45 (de Mato Grosso) desta quarta-feira, na Bombonera, o Palmeiras entra em campo para enfrentar o Boca Juniors, pela semifinal da Copa Libertadores. No temido estádio de Buenos Aires, o clube alviverde defende um aproveitamento de 100% como visitante no torneio continental. Sob o comando de Roger Machado, ainda na fase de grupos da Copa Libertadores, o Palmeiras ganhou de Junior Barranquilla (3 x 0), Boca Juniors (2 x 0) e Alianza Lima (3 x 1). Já com Felipão, bateu o Cerro Porteño (2 x 0) nas oitavas e o Colo-Colo (2 x 0) nas quartas. A série de cinco vitórias consecutivas é a melhor do Palmeiras como visitante na história da Copa Libertadores. Na edição de 1971, sob o comando de Rubens Minelli, o time alviverde ganhou quatro seguidas, contra Deportivo Galícia-VEN (3 x 2), Deportivo Italia-VEN (3 x 2), Fluminense (3 x 1) e Universitário-PER (2 a 1). Embalado, o Palmeiras detém a melhor campanha da Copa Libertadores, com oito vitórias, um empate e apenas uma derrota. Foram 20 gols marcados e quatro sofridos. Autor de nove gols, Borja divide a artilharia com Morelo, do Santa Fe, já eliminado. O Palmeiras foi o único time capaz de vazar o Boca Juniors na Bombonera nesta edição da Copa Libertadores. Como mandante, além da derrota por 2 a 0 contra o time alviverde, a equipe argentina ganhou de Junior Barranquilla (1 x 0), Alianza Lima (5 x 0), Libertad (2 x 0) e Cruzeiro (2 x 0). O Palmeiras deve ter novidades no miolo de zaga diante do Boca Juniors, com Antônio Carlos e Edu Dracena entre os reservas. A tendência é que o time entre em campo com Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gomez e Diogo Barbosa; Felpe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Willian e Borja. Confira as cinco vitórias do Palmeiras fora: Junior Barranquilla 0 x 3 Palmeiras Boca Juniors 0 x 2 Palmeiras Alianza Lima 1 x 3 Palmeiras Cerro Porteño 0 x 2 Palmeiras Colo-Colo 0 x 2 Palmeiras

2º rodada da Taça Saudoso Edinho de Futebol agita o final de semana em Peixoto de Azevedo

access_time22/10/2018 11:22

2º rodada do Campeonato Municipal de Futebol - Taça Saudoso Edinho teve as vitórias da Chapeação do André, Marquinhos Sport e Camaleão. Chapeação do André 1 x 0 D'Gold Compra de Ouro - Chave C Jogo em que as duas equipes buscaram o gol do começo ao fim, em uma jogada individual o atacante Mateus acabou sofrendo pênalti, e Ludemir fez o único gol do jogo para a Chapeação. Marquinhos do Sport/Só Motor 3 x 1 Baixinho da Ponte Preta - Chave A A equipe da Ponte Preta entrou em campo como favorito, só que a equipe do Marquinhos Sport se impôs em campo e acabou sendo mais eficiente durante a partida, com gols de Genilson, Pablo e Joilson a equipe do Bairro Nova Esperança venceu a Ponte que teve Vavá como autor do gol de honra. Camaleão Esporte Clube 2x0 Turma do Gueto - Chave C Jogo mais esperado na rodada, as duas equipes com reforços com atletas de outros municípios, a disputa foi grande entre as duas equipes, um pouco melhor durante a partida a equipe do Camaleão venceu com gols de Charlisvan e Fernando. Mais uma vez a rodada teve um grande público nas partidas, a próxima rodada acontece no sábado (27), às 16h, Turma do Gueto contra Chapeação do André. No domingo (28) não haverá rodada em virtude das eleições. O evento tem apoio da Prefeitura Municipal de Peixoto de Azevedo e a organização é da Semelpa

Da euforia à frustração: São Paulo fica para trás em briga por título e retoma planejamento inicial

access_time22/10/2018 07:08

O São Paulo foi da euforia à frustração no Brasileirão e agora ficou para trás na briga pelo título – principalmente depois do empate sem gols com o Atlético-PR, sábado, no Morumbi. Apesar de a expectativa por uma possível conquista ter sido tratada com cautela, houve empolgação natural da torcida diante das rodadas na liderança. Hoje, no entanto, o São Paulo soma 53 pontos, vê o líder Palmeiras abrir vantagem rodada a rodada e concentra esforços para não perder a vaga direta na Taça Libertadores de 2019. Agora, são nove pontos atrás do rival, que venceu o Ceará neste domingo. A frustração da torcida com o papel de coadjuvante do São Paulo na disputa do título do Brasileirão não é completamente compartilhada nos bastidores. Isso porque o planejamento inicial era reconstruir o time depois de fugir do rebaixamento, em 2017, e montar um elenco forte para brigar pelo troféu do Brasileirão de 2019. Ou seja, o resultado veio seis meses antes do esperado, pois a equipe liderou o campeonato. A avaliação interna é de que o São Paulo tem um bom time, mas com um elenco sem tantas boas opções para repor as peças. Na visão do capitão Hudson, por exemplo, houve um baque por pontos perdidos. O time campeão do primeiro turno hoje é o quarto lugar e não vence há cinco jogos. – A gente criou o sonho para o torcedor. Quando começou o Brasileiro, lá na primeira ou segunda rodada, o torcedor não acreditaria que o São Paulo poderia brigar pelo título. E a gente colocou o São Paulo nessa posição, de brigar pelo titulo. Então acho que é uma responsabilidade nossa. Não gostamos de euforia e expectativa. Isso não ajuda em nada no futebol. Estamos evitando isso – disse Hudson na semana passada, antes do duelo com o Furacão. O desempenho do São Paulo (venceu uma partida das últimas nove) também refletiu nas arquibancadas. Após oito jogos seguidos com públicos superiores a 40 mil torcedores, o Tricolor jogou para 13.053 pessoas no Morumbi. Morumbi recebeu público de 13 mil pessoas para São Paulo x Atlético-PR — Foto: Marcos Ribolli