Spigreen
Notícias recentes
Fogos de artifício falham durante festival de praia, atingem público e deixam 2 feridos graves

Fogos de artifício falham durante festival de praia, atingem público e deixam 2 feridos graves

access_time19/08/2019 10:21

Duas pessoas ficaram gravemente feridas após incidente no encerramento do Festival de Praia de Tesou

Sefaz amplia medidas preventivas nos postos de fiscalização

Sefaz amplia medidas preventivas nos postos de fiscalização

access_time16/05/2020 10:34

A Secretaria da Fazenda ampliou as medidas de prevenção e orientação para evitar o surgimento de cas

Primeiro Mutirão da Negociação online fecha com média de 173 pedidos por dia

Primeiro Mutirão da Negociação online fecha com média de 173 pedidos por dia

access_time17/09/2019 08:06

A primeira versão online do Mutirão da Negociação registrou, em cinco dias de campanha (de 09 a 13 d

POLÍCIA

PF apura fraude em transferências suspeitas de domicílios eleitorais

access_time14/10/2020 09:40

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (14) a Operação Fake Adress, com o objetivo de investigar transferências de domicílio eleitoral suspeitas, devido ao uso de comprovantes de endereços falsificados. De acordo com os investigadores, há pelo menos 75 casos suspeitos identificado pela 188ª Zona Eleitoral de Pinhais, no Paraná que teriam se aproveitado do fato de a Justiça Eleitoral ter permitido, devido à pandemia, que transferências de domicílio eleitoral fossem feitas por meio do sistema eletrônico Titulonet. Neste momento estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em endereços de investigados – entre eles no gabinete de uma vereadora na Câmara Municipal de Pinhais. Há, segundo a PF, evidências de que a estrutura dessa casa legislativa tenha sido usada para a prática de crime. “Durante as investigações foi possível vincular tais pedidos a assessores de vereadora em exercício e candidata à reeleição”, informou por meio de nota a PF. Diante da situação, um inquérito policial foi instaurado em junho de 2020, após tratamento inicial dos requerimentos pelo Juízo Eleitoral, bem como pela análise e reunião de informações complementares pelo Ministério Público Eleitoral. Segundo a PF, além de terem sido feitas transferências irregulares de domicílios, com utilização de documentação falsa, há indícios de que as multas eleitorais dos títulos com situação eleitoral irregular foram pagas pelos investigados.

Pantanal de MT passa de 2,2 milhões de hectares destruídos pelas queimadas

access_time14/10/2020 09:38

As queimadas no Pantanal mato-grossense devastaram 2.215.000 hectares até o último domingo (11), conforme dados do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama/Prevfogo) em parceria com o Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (LASA/UFRJ). Somente nos últimos oito dias, o fogo destruiu 55 mil hectares, o que equivale a 55 mil campos de futebol. Se somadas as áreas queimadas de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, 27% do bioma foram destruídos. O número corresponde a 4.117.000 hectares. A área atingida no ano chega a quase 33 mil km², que equivale à soma do território do Distrito Federal e de Alagoas. No mesmo período do ano passado, a devastação causada pelo fogo chegava a 12.948 km². A devastação observada apenas nos primeiros nove meses deste ano já superam todo o ano de 2019, que teve 20.835 km² atingidos. Antes do atual recorde, o ano com a maior área queimada era 2005, quando foram destruídos 27.472 km². O monitoramento do governo federal aponta que setembro teve ainda o maior número de queimadas desde o início das medições em 2002. Foram 14.264 focos de calor detectados de 1º a 30 de setembro, mais de 120% maior que o mesmo mês no ano passado. De janeiro a setembro de 2020, o bioma teve 32.910 focos de queimadas. No mesmo período no ano passado, foram 6.476 focos de queimadas.

Governo prorroga uso da Força Nacional na Amazônia

access_time14/10/2020 09:21

O governo federal prorrogou, por mais 180 dias, a atuação da Força Nacional de Segurança Pública em apoio às ações do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) na Amazônia. Os militares vão atuar nas unidades de conservação federais, com ênfase no combate ao desmatamento, à extração ilegal de minério e madeira e à invasão de áreas. As ações são em caráter episódico e planejado e acontecem até 11 de abril de 2021. A Força Nacional atua no combate a crimes ambientais na Amazônia desde 2018 e, de lá para cá, o governo vem fazendo as prorrogações para manter o efetivo na região. A quantidade de militares a ser disponibilizada obedecerá ao planejamento definido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. A portaria de prorrogação foi publicada hoje (14) no Diário Oficial da União.

Operação da PF prende dois em Cuiabá por tráfico de drogas

access_time06/10/2020 08:32

A Polícia Federal prendeu duas pessoas, na manhã desta terça-feira (6), nos bairros Dom Aquino e Quilombo, em Cuiabá. Segundo informações, os mandados de prisões preventiva e busca e apreensão são em decorrência da deflagração da Operação Conexão Pantaneira. As investigações começaram com a Polícia Federal de Campinas (SP) para desarticular o tráfico de drogas. Por aqui, um dos mandados foi cumprido no condomínio Chapada Diamantina, no Bairro Dom Aquino, por volta das 5h. Os agentes federais também estiveram em um prédio próximo ao Parque Mãe Bonifácia, no Quilombo. As identidades dos presos não foram informadas.

Incêndio deixa armazém de grãos destruído em Sorriso

access_time06/10/2020 08:15

Um armazém de grãos foi destruído pelo fogo durante um incêndio registrado em uma empresa agrícola no Bairro Leonel Bedin, em Sorriso, no norte do estado, nessa segunda-feira (5). De acordo com o Corpo de Bombeiros, as guarnições encontraram três focos de incêndio quando chegaram no local. Um foco estava em um armazém de grãos de crotalária e outros dois em um estoque de caixa de papelão e isopor. Bombeiros levaram cerca de 4 horas para combater incêndio de grande proporção — Foto: Corpo de Bombeiros Foi iniciado o combate dos focos com água transportada e Líquido Gerador de Espuma (LGE) cedido de uma empresa vizinha, além do resfriamento de estruturas próximas. Os bombeiros informaram que, além de cinco viaturas, houve o apoio de quatro caminhões-pipa e dois tratores da prefeitura e de vizinhos. Incêndio deixou armazém de grãos destruído em Sorriso (MT) — Foto: Corpo de Bombeiros Foram cerca de 4 horas de combate ao incêndio. Não houve vítimas. A empresa ainda não calculou o valor do prejuízo.

Piracema em MT começa nesta quinta-feira e comerciantes têm 1 dia para declarar estoque

access_time30/09/2020 16:57

A proibição da pesca amadora e profissional nos rios de Mato Grosso e nos que fazem divisa com outros estados começa nesta quinta-feira (1°). Os estoques de peixes de rio que poderão ser armazenados e comercializados durante o período de defeso precisam ser declarados pelos comerciantes até essa sexta-feira (2). O secretário adjunto executivo da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Alex Marega, explica os requisitos mínimos para fazer a declaração. “Deve conter nessa declaração as espécies de peixe que você tem armazenado, a quantidade e o peso. Dessa forma quando a nossa equipe de fiscalização for até os estabelecimentos comerciais que comercializam peixes pra verificar sobre a proibição da pesca se está ou não sendo pescado o peixe em rios. Então a declaração vai subsidiar pra que você não seja autuado e pra que você possa estar legalizado perante a Sema”, explicou. A pesca amadora e profissional está proibida até o dia 31 de janeiro. Nesse período, está liberada apenas a pesca de subsistência. “Aquele peixe que é retirado do rio para a alimentação das pessoas que moram nas beiras dos rios, as pessoas que vivem da pesca, é permitido. Não pode ser embarcado, não pode ser com equipamentos predatórios, mas a pesca para alimentação pode ser feita”, ressaltou o secretário. Durante a piracema, a fiscalização vai ser intensificada, segundo a Sema. “Esse é o período aonde a nossa equipe de pesca está constantemente no campo e nos estabelecimentos fazendo essa verificação com o objetivo realmente de inibir a prática da pesca durante o período de defeso”, disse Alex.

Dois brasileiros e dois bolivianos são mortos em suposto confronto com policiais na fronteira de MT

access_time28/09/2020 08:52

Dois brasileiros e dois bolivianos que carregavam drogas foram mortos em um suposto confronto com policiais do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) na madrugada desse domingo (27) nas proximidades de Cáceres, a 220 km de Cuiabá, região de fronteira com a Bolívia. Foram apreendidos cerca de 90 kg de pasta base de cocaína e quatro armas. Segundo o Gefron, os policiais patrulhavam na região do Rio Jauru quando tentaram abordar os suspeitos. O local é conhecido por ser rota de travessia de ‘mulas humanas’, que são pessoas contratadas por traficantes para fazer o transporte da droga entre os países. Os supostos traficantes estariam armados e atiraram na polícia brasileira. Houve reação dos policiais e os quatro suspeitos foram baleados. Cada um deles estava armado e carregava uma mochila com droga e alimentos. Eles foram socorridos até um hospital, mas não resistiram e morreram. Um dos suspeitos era irmão de um dos homens mortos em outro suposto confronto no dia 11 de agosto. Naquela ocasião, quatro indígenas do povo chiquitano foram mortos a tiros pelo Gefron. À época, os policiais alegaram que o grupo estava armado e atirou contra os agentes. No entanto, autoridades bolivianas e as quatro famílias das vítimas fizeram declarações à imprensa da Bolívia onde cobraram esclarecimentos da polícia brasileira sobre o episódio.

Dinamites usados para explosão de caixas eletrônicos são apreendidos em MT

access_time25/09/2020 09:49

A Polícia Civil apreendeu 52 bananas de dinamites em uma propriedade localizada na zona rural de Guarantã do Norte, na quinta-feira (24). Os explosivos seriam usados para destruir caixas eletrônicos da cidade. De acordo com a polícia, a equipe recebeu uma denúncia de que haviam explosivos escondidos em uma chácara do município. Os investigadores foram até o local informado e após buscas realizadas foram encontradas as bananas de dinamites. Para a polícia os criminosos estariam planejando um roubo a bancos da cidade, no entanto, com a apreensão, a tentativa foi frustrada. O material apreendido foi encaminhado à Gerência de Operação Especial para detonação. A polícia ainda não localizou o responsável pelos explosivos.

Mulher é presa após ser filmada pela vizinha tentando matar cachorra com enxada em MT

access_time25/09/2020 09:40

Uma mulher foi presa nesta quinta-feira (24), em Barra do Garças, a 503 km de Cuiabá, após ser filmada pela vizinha tentando matar uma cachorra com uma enxada. A Polícia Militar foi acionada e, após prender a mulher, resgatou o animal, que estava debilitada. A mulher disse aos policiais que a filhote estava doente e que teria gastado muito dinheiro para curá-la, porém sem sucesso, decidindo tirar a vida do animal por asfixia, usando uma enxada sem cabo. A mulher foi presa e encaminhada para a delegacia de polícia. Já a filhote foi levada para um consultório veterinário para receber atendimento especializado, tudo isso, custeado pelos próprios policiais militares que decidiram adotar o animal. O estado da cachorra, que recebeu o nome de Vitória, é considerado grave devido ao forte quadro de infecção apresentado e debilitação do animal.

Carreta com carga de algodão pega fogo na BR-163 em Nova Mutum

access_time18/09/2020 09:09

Uma carreta Iveco vermelha, com placas de Chapecó (SC), pegou fogo, ontem à tarde, no quilômetro 538 da BR-163, em Nova Mutum. O motorista seguia sentido Diamantino, quando o incêndio teve início. O Corpo de Bombeiros foi acionado e iniciou o combate às chamas. Equipes da concessionária que administra a rodovia federal também trabalharam na ocorrência. O incêndio destruiu completamente a carga de algodão que o veículo levava. A cabine não foi atingida. O motorista não teve ferimentos e assinou termo de recusa de atendimento médico. A Polícia Rodoviária Federal esteve no local e registrou a ocorrência. As causas do incêndio ainda serão apuradas. Ontem (17), em Nova Santa Helena, (123 km de Sinop), uma carreta graneleiro, com grãos, pegou fogo e ficou parcialmente destruída.