Kurupí
Notícias recentes
Homem é preso com 17,9 mil carteiras de cigarros em Cuiabá

Homem é preso com 17,9 mil carteiras de cigarros em Cuiabá

access_time14/05/2019 08:40

Policiais da Força Tática apreenderam nesse domingo (12) uma carga de 899 maços de cigarros, avaliad

Dodge pede que STF negue mais prazo para PT substituir Lula

Dodge pede que STF negue mais prazo para PT substituir Lula

access_time11/09/2018 10:09

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) na manhã de

Criança de 4 anos morre afogada em buraco aberto para exploração de garimpo

Criança de 4 anos morre afogada em buraco aberto para exploração de garimpo

access_time19/06/2018 06:45

Um menino de 4 anos de idade morreu após se afogar em buraco com água, aberto para exploração de gar

POLÍCIA

Peão é atacado por onça-pintada quando andava a cavalo no Pantanal e passa por cirurgia no rosto em MT

access_time14/11/2019 09:27

Um peão foi atacado por uma onça-pintada nessa quarta-feira (13) em uma fazenda na região do Pantanal entre Poconé e Cáceres, a 104 km e 220 km de Cuiabá, respectivamente. Ele foi levado inicialmente ao Hospital Regional de Cáceres. Luciano da Silva Braga, de 58 anos, foi transferido e internado por volta de 14h no Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG), na região metropolitana da capital mato-grossense. A fazenda fica na zona rural de Poconé, na divisa entre Cáceres. Luciano estava com outros dois trabalhadores quando eles passaram perto de três onças. Ele estavam montados em cavalos, cada um, quando a onça o atacou por trás. De acordo com testemunhas, duas onças seriam fêmeas e o terceiro era macho. Elas estariam em um processo de acasalamento quando os peões passaram perto dos animais. Uma das onças atacou Luciano pelas costas. Os outros peões tentaram salvar o colega e afastaram o animal. O patrão dele o levou para o hospital de avião. Segundo o PSMVG, Luciano está internado no box de emergência. Ele sofreu vários cortes na região do rosto e na cabeça. De acordo com o PSMVG, o paciente foi operado para reconstrução da face e outras partes afetadas. A expectativa é que Luciano seja operado novamente e seja encaminhado para um cirurgião plástico. O prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz (PSDB), acompanhou o caso. De acordo com ele, é a primeira vez que uma onça-pintada ataca um peão montado a cavalo. Historicamente, segundo ele, esse tipo de animal não ataca os humanos dessa forma.

Caminhão que transportava porcos se envolve em acidente e animais ficam soltos na pista em MT

access_time08/11/2019 10:52

Um acidente envolvendo duas carretas, sendo que uma delas com carga de porcos, deixou trecho da BR-163 em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, parcialmente interditada nesta quinta-feira (7). De acordo com concessionária que administra a rodovia, o caminhão com placsa de Vera, a 486 km da capital, transportava 120 porcos. O veículo tombou no acostamento e os animais ficaram soltos na pista. Momentos depois outro caminhão chegou ao local e recolheu os porcos. O outro veículo era uma carreta com placas de Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, e transportava adubo. A carga também ficou espalhada pela rodovia. Segundo a Rota do Oeste, uma equipe de resgate foi até o local e encaminhou o motorista, que dirigia o caminhão com a carga de porcos, para o hospital. O outro motorista não ficou ferido e recusou ajuda e assinou um termo de recusa de encaminhamento médico. Por causa da extensão do acidente, o trânsito no local ficou parcialmente interditado, sendo operado no sistema ‘Pare e Siga’. Horas depois o tráfego foi totalmente liberado.

Estelionatário cria perfil com foto da primeira-dama de MT para aplicar golpes

access_time07/11/2019 08:48

Uma foto da primeira-dama do estado, Virgínia Mendes está sendo usada por um estelionatário que criou um perfil falso para aplicar golpes. Virgínia registrou boletim de ocorrência e já está tomando providências. Entretanto, ela pede para que as pessoas não repassem informações ou façam qualquer tipo de pagamento ou transferência bancária caso sejam abordadas pelo criminoso. De acordo com informações da assessoria de imprensa da primeira-dama, um criminoso criou um perfil em um aplicativo de mensagens de celular e anexou uma foto dela. Por meio desse perfil, o estelionatário se passou por Virgínia e entrou em contato com várias pessoas solicitando pagamento a fornecedores. O criminoso usou o pretexto de que estava em um workshop, procurou algumas pessoas e pediu para que elas fizessem um pagamento a um fornecedor, alegando que o aplicativo do banco teria dado problema. O golpista indicou um número de conta para a transferência do dinheiro. A polícia está investigando o caso.

Fiscalização apreende 729 kg de pescado irregular impróprio para consumo em MT

access_time05/11/2019 08:59

Uma fiscalização apreendeu 729 kg de pescado irregular nessa segunda-feira (4) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar de Proteção Ambiental, o pescado apreendido foi localizado em freezer na colônia de pescadores. Uma equipe da Vigilância Sanitária confirmou que o produto não estava apropriado para o consumo. Diante disso, ele foi descartado no aterro sanitário da cidade. A apreensão ocorreu em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema). De acordo com a polícia, os peixes eram da espécie jaú e caparari, muito comuns na bacia Amazônica, e estavam sem documento de origem. O responsável por comercializar os peixes, foi levado para a sede da polícia para prestar depoimento, pagou multa de R$ 17,5 mil e foi liberado. Os peixes foram encaminhados para o aterro sanitário de Rondonópolis. No período da piracema, a conferência de estoque de peixarias e depósitos faz parte do enfrentamento da pesca e comércio irregular do pescado.

Criança de 6 anos está desaparecida há duas semanas e polícia tenta refazer trajetos que ela possa ter feito em MT

access_time05/11/2019 08:52

Samuel Victor da Silva Gomes Carvalho, de 6 anos, está desaparecido há duas semanas em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Parentes e amigos da família e a polícia continuam mobilizados e fazendo buscas à procura do garoto. A Polícia Civil está tentando refazer trajetos que a criança poderia ter feito após sair de casa. A Polícia Civil deve continuar investigando o sumiço do garoto. Na última operação realizada na sexta-feira (1°), dois cães farejadores foram usados para ajudar nas buscas por Samuel Victor da Silva Gomes Carvalho, de 6 anos, que está desaparecido desde o dia 20 de outubro. Os cães, Hórus e Zafira devem continuar participando nas buscas que ainda serão realizadas para tentar achar o garoto. Os animais já foram usados para localizar dois desaparecimentos que aconteceram no estado, segundo a Polícia Civil. As buscas já foram feitas em regiões de mata e rio, mas ainda não há pistas sobre o desaparecimento dele. Samuel estava na casa da avó, quando pulou o portão da residência e desapareceu, segundo a família. Há uma semana do desaparecimento, no dia 27 de outubro, parentes e amigos da família realizaram um ato em vários bairros de Rondonópolis para tentar encontrá-lo. Os amigos e familiares fizeram cartazes com mensagens, fotos e pedidos de ajuda. No dia 25 de outubro foi realizada uma força-tarefa. Na operação foram feitas varreduras às margens do Rio Arareau para tentar localizar Samuel. Militares do Corpo de Bombeiros, policiais militares e civis participaram das buscas na região da Ponte do Jardim Primavera. Um pedido para os governantes do município foi solicitado no dia 23 de outubro. Parentes e amigos da família e moradores da cidade foram à Câmara dos Vereadores para pedir apoio e ajuda nas investigações. Lucineide fez um discurso no plenário. Na Câmara, os vereadores assinaram um documento solicitando reforço nas investigações e enviaram à Secretaria Estadual de Segurança, à Polícia Civil e ao Comando Geral da Polícia Militar. Investigação Além da operação, a Polícia Civil está analisando imagens das câmeras de segurança de comércios do Bairro Jardim Iguassu que foram recolhidas pelos investigadores. A delegada responsável pelo caso, Karla Cristina Peixoto Ferraz, explicou que o objetivo é tentar refazer a rota por onde possivelmente o menino teria passado. “Visitamos vários locais por onde ele possa ter passado para saber se alguém o viu andando pela região. Continuamos com as investigações e só vamos parar quando encontrarmos”, disse. A polícia informou que ainda não há informações sobre o desaparecimento do menino e, por isso, não descarta nenhuma linha de investigação. Desaparecimento Samuel desapareceu na tarde de domingo, no dia 20 de outubro. Segundo a avó, o neto estaria no quarto pois ele pediu arroz-doce à ela e, enquanto ela preparava a sobremesa. Quando ela foi até o cômodo, ele não estava lá. Ela notou o desaparecimento do neto por volta de 14h. Lucineide contou que o neto tem hiperatividade, e que é possível que ele pulou o portão da residência quando ninguém estava olhando e se perdeu pelas ruas do bairro. A mãe dele, Anelice da Silva, de 23 anos,, supõe que o menino tenha pulado o muro para brincar na rua. Segundo ela, o filho costumava sair para rua e brincar com outras crianças, mas, no domingo, Samuel estava de castigo e, por essa razão, o portão da casa estava trancado. Na época, um boletim de ocorrência foi registrado pela a avó. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada da Criança e Adolescente de Rondonópolis. Trotes A família recebeu dois trotes, o primeiro trote foi por meio de uma mensagem de aplicativo de celular, no dia 24 do mês passado. Na mensagem, alguém usando um número desconhecido disse que estava com a criança e pediu resgate no valor R$ 20 mil. No dia 28, a família recebeu outro trote por mensagem. A mãe de Samuel recebeu uma foto de uma orelha mutilada como se fosse a do filho. Na mensagem, o criminoso ainda pediu R$ 700 para devolver o menino à família. No entanto, em ambos a polícia descobriu que se tratava de trotes e nada foi confirmado.

Em dez meses, Polícia Civil cumpre 536 mandados de prisões de foragidos da justiça

access_time03/11/2019 09:24

A Polícia Judiciária Civil, por meio do trabalho das equipes da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (GEPOL) encerrou o mês de outubro com o cumprimento de 126 mandados de prisões decretados pela justiça. O número é o maior dos primeiros 10 meses do ano superando a meta proposta pela direção da unidade e alcançando o número total de 536 mandados cumpridos até outubro. As prisões realizadas são de pessoas procuradas pela justiça e que tiveram envolvimento na prática de diferentes crimes. “O resultado alcançado é fruto do empenho e dedicação das equipes de policiais que compõe o quadro da unidade e que trabalharam de maneira incansável para superar as metas propostas”, destaca a delegada da Polinter, Silvia Maria Pauluzi. Entre as diligências investigativas busca e captura de criminosos houve a localização de Everton Antônio Alves da Silva, suspeito de envolvimento em desvio, furto e roubo de carga. O homem foi preso pela equipe da Polinter no início do mês de outubro, em Várzea Grande, e posteriormente recambiado para o estado de São Paulo. Criminosos que atuam no arrombamento de caixas eletrônicos e explosões a terminais de autoatendimento também foram alvos das ações realizadas como a prisão, na última semana de Jefferson Mendes da Conceição, que age em ataque a instituições financeiras em vários estados do País. Outro cumprimento de mandado efetuado em outubro foi em desfavor de Célio Roberto Rodrigues, que está preso na Penitenciária Central do Estado por crimes contra o patrimônio e contra a vida. Ele teve mandado de prisão expedido pela justiça de Rondônia, onde é investigado por crime sexual. Anteriormente, tinha sido preso em Manaus (AM), após fugir do Presídio Urso Branco, em Porto Velho. Célio Rodrigues é apontado pela polícia pela prática de mais de 40 crimes de estupros. Em Cuiabá, foi material genético do preso, para confrontação em exame de DNA, e que irá compor o Banco Nacional de Perfis Genéticos. “O número alcançado no cumprimento dos mandados de prisões até então alcançados se deve ao comprometimento de toda a equipe e do apoio da Diretoria de Atividades Especiais, que contribui com as ferramentas necessárias à unidade para otimizar os trabalhos realizados”, pontua a delegada.

Após ser identificado por ter cometido assalto, foragido da Justiça é preso em Santarém

access_time03/11/2019 09:17

Um foragido da Justiça foi preso, em Santarém, no oeste do Pará, depois ter sido reconhecido por uma vítima de assalto. A prisão aconteceu na tarde deste sábado (2). De acordo com informações da polícia, um assalto ocorreu na sexta-feira (1°) em uma "saidinha de banco". Dois homens em uma moto abordaram a vítima e levaram a quantia de R$ 20 mil. No sábado, a vítima ligou para a polícia, pois teria identificado o suspeito no Porto de Santarém. Durante a abordagem o suspeito estava sem documentos e não tinha comprovação de residência fixa na cidade. Ainda de acordo com a polícia, o suspeito foi encaminhado à delegacia para esclarecimentos e foi confirmado que tinha um mandado de prisão por homicídio em aberto, do Mato Grosso do Sul.

Projeto incentiva famílias a doar corpos para estudos na faculdade de medicina da UFMT

access_time03/11/2019 09:14

Um projeto de extensão da faculdade de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) vai incentivar as famílias à doação voluntária de corpos. O objetivo é promover estudos que possam ajudar no diagnóstico e cura de doenças. O programa foi intitulado 'legado eterno'. O artigo 14 da Lei 10.406 de janeiro de 2002 diz que, é válida a disposição gratuita do próprio corpo, no todo ou em parte, para depois da morte, com objetivo científico. De acordo com o coordenador do projeto, o professor Flávio Silva Tampeline, há uma escassez de cadáveres para estudos nas universidades. Por isso, a ideia de incentivar que as pessoas façam doação voluntariamente. Ainda segundo ele, além de fornecer material de estudos, o programa visa aproximar a UFMT da comunidade, com visitas de escolas do ensino fundamental e médio ao laboratório de anatomia. Museu do corpo humano O projeto também estuda a criação de museu do corpo humano em Mato Grosso. O local seria aberto para toda comunidade, com a exposição de modelos sintéticos, incluindo mesas anatômicas, softwares de realidade virtual e cadáveres, para melhor entendimento das características humanas. Para demonstrar o interesse em participar do programa de doação de corpos, é necessário preencher formulários e reconhecê-los em cartório, com assinatura de duas testemunhas. No site da UFMT também serão disponibilizadas informações e respostas a dúvidas relacionadas ao processo de doação.

Navio suspeito pelo desastre no Nordeste carregou 1 milhão de barris de petróleo na Venezuela

access_time01/11/2019 12:21

O petroleiro grego suspeito de derramar o óleo que causa o maior desastre ambiental nas praias do Nordeste se chama Bouboulina. Ele carregou 1 milhão de barris do petróleo tipo Merey 16 cru no Porto de José, na Venezuela, no dia 15 de julho. Zarpou no dia 18 com destino à Malásia. As informações sobre o navio, sua carga e trajetória foram divulgadas pela agência de geointeligência Kpler, com base nos dados da Operação Mácula, desencadeada pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (1º). A embarcação Bouboulina teria passado a oeste da Paraíba em 28 de julho, segundo um porta-voz da Kpler, empresa de análise de dados especializada no mercado de commodities. As primeiras manchas de óleo apareceram em praias de Conde (PB) em 30 de agosto. O navio Bouboulina e a empresa grega dona da embarcação foram citados na decisão judicial que autorizou o pedido de busca e apreensão em endereços no Rio de Janeiro. De acordo com os investigadores, 2,5 mil toneladas de óleo foram derramadas no oceano. A proprietária do navio é a Delta Tankers, fundada em 2006, mesmo ano de fabricação do navio Boubolina. A reportagem entrou em contato com a empresa e aguarda um posicionamento. As investigações do governo brasileiro apontam que a Polícia Federal detectou pela 1ª vez uma mancha no oceano no dia 29 de julho, a 733 km da costa da Paraíba, com direção ao Brasil. Rota do navio O petroleiro é do tipo Suezmax, que tem capacidade de carregar 1,1 milhão de barris. Depois de sair do Porto de José, em 18 de julho, o petroleiro Bouboulina chegou à Cidade do Cabo, na costa da África do Sul, em 9 de agosto. Ele navegou pela costa por menos de um dia, depois continuou a jornada em direção ao estreito de Malaca, na Malásia. Em setembro, chegou à costa da Malásia. Durante todo este trajeto, o petroleiro estava com "Automatic Identification System" (AIS) ligado. De acordo com o delegado Agostinho Cascardo, a Marinha do Brasil apurou que, em abril, o navio grego ficou retido nos Estados Unidos durante 4 dias por causa de problemas no filtro de descarte da embarcação. Nome Bouboulina Laskarina "Bouboulina" Pinotsis foi uma marinheira grega que comandou diversos navios durante a guerra da independência da Grécia, no século 19. Bouboulina é considerada uma heroína de guerra e participou ativamente do movimento pela independência do país, levando secretamente carregamentos de munições e armamentos para os soldados, usando seus próprios recursos.

Botijão de gás explode em trem e mata dezenas de pessoas no Paquistão

access_time31/10/2019 10:16

Subiu para 71 o número de pessoas mortas depois que um botijão de gás explodiu em um trem no sul do Paquistão nesta quinta-feira (31). Outras 44 ficaram feridas, informou o jornal americano "The New York Times". O botijão explodiu depois de ser manipulado por passageiros durante o café da manhã, informou a ministra da Saúde da província local, Yasmin Rashid. Embora proibidos, os cilindros de gás são usados por passageiros em viagens longas para preparar refeições. Pelo menos três vagões lotados pegaram fogo após a explosão - dois na classe econômica e um na executiva, informou o "New York Times". A explosão ocorreu às 6h30 (hora local, 22h30 de quarta-feira no horário de Brasília), quando o trem chegava à cidade de Liaquatpur, perto de Rahim Yar Khan. O trem viajava entre Karachi e Rawalpindi, e levava um grande número de peregrinos a caminho de um festival religioso próximo à cidade de Lahore. Foi o pior desastre no sistema ferroviário do Paquistão em quase 15 anos. Muitos passageiros se salvaram porque conseguiram saltar do trem para escapar do incêndio, disse o ministro das Ferrovias. Mas muitos morreram ao saltar do trem em movimento. O trabalho de resgate continua no local, com equipes militares e médicos. Os acidentes de trem não são raros no Paquistão, que possui uma antiga rede ferroviária que remonta aos tempos do Império Britânico - do qual o país se tornou independente em 1947. Em julho, 20 pessoas morreram e 80 ficaram feridas na colisão de um trem de passageiros com uma ferrovia de carga também no sul do Paquistão. Em novembro de 2015, um acidente ferroviário causou 130 mortes e cem feridos na província do Baluchistão, no sudoeste do país. Por enquanto, apenas 18 corpos foram identificados.