Spigreen
Notícias recentes
Vacinação contra a gripe exclusiva para grupo prioritário termina nesta sexta

Vacinação contra a gripe exclusiva para grupo prioritário termina nesta sexta

access_time31/05/2019 09:55

Esta sexta-feira (31) é o último dia para os integrantes do grupo prioritário terem exclusividade ao

França pede doações e avalia danos na Notre-Dame

França pede doações e avalia danos na Notre-Dame

access_time16/04/2019 09:02

As chamas que destruíram parcialmente a Catedral de Notre-Dame, em Paris, ainda nem estavam completa

Inscrições para Encceja terminam nesta sexta-feira

Inscrições para Encceja terminam nesta sexta-feira

access_time28/05/2019 08:06

Terminam nesta sexta-feira (31) as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competência

POLÍCIA

Prefeito e outros 3 homens são presos por caça predatória e porte ilegal de arma em MT

access_time08/08/2020 10:19

O prefeito de Nova Marilândia, a 261 km de Cuiabá, Juvenal Alexandre da Silva, de 73 anos, e outros três homens foram presos nessa quinta-feira (5) ao serem flagrados por caça predatória e porte ilegal de arma na zona rural do município. Policiais do Batalhão Ambiental abordaram o grupo em uma barreira de fiscalização na estrada que dá acesso a Comunidade São Mateus. O prefeito dirigia uma caminhonete com três passageiros. A reportagem não conseguiu localizar a defesa do prefeito. Os militares encontraram uma espingarda calibre 20, depois encontraram um revólver calibre 38, com seis munições intactas, um rifle calibre 22, com carregador municiado, com seis munições intactas e uma espingarda calibre 36 com uma munição intacta. Na inspeção na carroceria estavam duas pacas abatidas a tiros dentro de um saco plástico. O prefeito, dono do revólver, alegou ter registro da arma, mas não tinha a documentação. Os homens não assumiram serem donos dos animais mortos. Em nota, a Polícia Civil de Nova Marilândia, para onde o grupo foi levado, informou que eles foram presos em flagrante por crime ambiental e posse ilegal de arma de fogo. O prefeito e os outros três suspeitos foram interrogados e foram autuados em flagrante pelo crime ambiental de caça de animal silvestre e posse ilegal de arma de fogo. A Polícia Civil informou que, por causa do flagrante, eles não tiveram direito à fiança. Prefeito de Nova Marilândia, a 261 km de Cuiabá, Juvenal Alexandre da Silva, de 73 anos, e outros três homens foram presos nessa quinta-feira (5) ao serem flagrados por caça predatória e porte ilegal de arma na zona rural do município — Foto: Prefeitura de Nova Marilândia/Divulgação

Acusado de tentar assassinar ex-esposa é morto em troca de tiros com a PM no Nortão

access_time07/08/2020 06:20

De acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito estava com mandado de prisão por tentativa de homicídio. No local do confronto, os policiais apreenderam um revólver com munições. Foi encontrado um acampamento com travesseiro e cobertor. Consta ainda no documento que o suspeito estava usando documentos falsos e com mandado de prisão em aberto da cidade de São Miguel do Iguaçu (PR) por tentar assassinar a ex-esposa, com golpes de faca. Em Nova Guarita, também era acusado de envolvimento numa tentativa de homicídio e por agredir a atual esposa. Em uma das agressões, ela teve princípio de aborto no terceiro mês de gestação. Quando as policiais chegaram na fazenda, flagraram o suspeito entrando numa mata. A esposa também teria tentado obstruir a abordagem avisando o marido da chegada dos militares. Ontem, com ajuda a Agência de Inteligência (ARI) e do Grupo de Apoio (GAP), realizaram o cerco policial para cumprir o mandado da justiça para prender o suspeito. No entanto, quando foi visualizando pelas guarnições, o suspeito atirou contra os policiais que revidaram. Ele acabou sendo atingido, foi colocado em uma viatura e levado para atendimento médico em Nova Guarita, mas não resistiu.

SEMA embarga garimpo ilegal no Nortão com auxílio de satélite; multa de R$ 100 mil

access_time07/08/2020 06:17

Agentes da Unidade Desconcentrada da secretaria de Meio Ambiente de Alta Floresta e a Polícia Civil embargou um garimpo ilegal e apreendeu uma escavadeira hidráulica e quatro motores. Cinco pessoas foram presas em flagrante. A fiscalização na região está sendo realizada desde o início da semana devido aos alertas emitidos pela Plataforma de Monitoramento da Cobertura Vegetal, que utiliza Imagens de Satélite Planet. Um dos alertas indicava o desmatamento e foi verificado in loco que era uma área de garimpo. A equipe de fiscalização aplicou uma multa de R$ 100 mil por atividade de empreendimento poluidor sem possuir licença do órgão ambiental. A multa pelo desmate ainda será aplicada pela equipe que se encontra em campo. Os equipamentos foram removidos do local e depositados no pátio da prefeitura de Apiacás. O combate ao desmatamento ilegal faz parte da política pública do Governo do Estado de Mato Grosso de tolerância zero para crimes ambientais.  A meta é que por meio da fiscalização em campo e da Plataforma de Monitoramento da Cobertura Vegetal que utiliza Imagens de Satélite Planet a pasta possa agir de forma preventiva, minimizando os danos e aumentando a celeridade na resposta. O diretor da Unidade Desconcentrada de Alta Floresta, Vinicius Rezek, destacou que a plataforma utiliza imagens de Satélite Planet e permitiu que a fiscalização nas regionais da Sema ficasse mais eficientes “É muito importante para acompanharmos em tempo real com imagens atualizadas. Com os alertas gerados pela ferramenta cruzamos com as informações que temos no banco de dados da secretaria. As imagens por satélites nos auxiliam muito”.

Vereador de Carlinda é preso por homicídio cometido em São Paulo em 1984

access_time03/08/2020 13:21

O vereador Manoel Miranda Costa, de 66 anos, foi preso na sexta-feira (31) em Carlinda, norte de Mato Grosso, pela Polícia Militar de São Paulo Grosso. Ele era procurado acusado de um homicídio naquele estado. De acordo com a Polícia Militar, que deu apoio à prisão, Manoel, que é vice-presidente da Câmara de Vereadores, foi preso em um prédio no centro da cidade. A reportagem não localizou o advogado dele. A Câmara de Vereadores não se posicionou sobre a prisão. O homicídio ocorreu em 1984 em Rio Claro, São Paulo. Segundo a PM, o vereador foi levado à Polícia Civil de Alta Floresta. O júri do crime foi realizado em setembro de 2009. Na audiência a Justiça de São Paulo já havia determinado a prisão de Manoel, foragido desde então. O crime prescreve em 2029.

Mulher esquece bebê de 2 meses no interior de carro alheio

access_time31/07/2020 11:25

Uma moradora do Bairro Liberdade contou aos policiais que estava bebendo com outras pessoas e deixou seu filho dentro do carro de um homem. A polícia foi informada do desaparecimento pela mãe e com as características conseguiu encontrar a criança trancada no interior do carro. O policial teve que quebrar o vidro para pegar a nenê que foi reconhecida pela mãe ainda no local. Segundo o homem, que estava em visível estado de embriagues, ele foi até a cidade de Guarantã do Norte resolver problemas particulares, retornou a Peixoto de Azevedo e não lembrou que havia uma criança de dois meses no carro.

Polícia Civil e PRF apreendem mais de 180 quilos de pasta base no Nortão avaliados em R$ 3 milhões

access_time31/07/2020 11:21

A Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal apreenderam um carregamento de 180 tabletes de pasta base de cocaína e prenderam uma pessoa em flagrante no município de Ipiranga do Norte, ontem.  O prejuízo estimado ao narcotráfico é R$ 3 milhões. O carregamento foi apreendido após os policiais abordarem uma Ford F-350, que seguia do município para Sorriso. No momento da abordagem, o veículo trafegava sem a placa dianteira e o condutor, de 31 anos, informou que havia saído de Juara e seguiria para a cidade de Itaberaí, no interior de Goiás. Contudo, o homem estava bastante nervoso ao ser abordado e os policiais iniciaram os procedimentos de busca no veículo e identificaram um fundo falso preparado sob a carroceria do compartimento de carga onde estavam os tabletes da droga. Após receber voz de prisão, o suspeito relatou aos policiais que fez o transporte de drogas em duas ocasiões anteriores e que em cada uma das viagens recebeu o valor de R$ 15 mil. O delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, explica que a apreensão é fruto de uma  investigação que já vinha em andamento na unidade policial e contou com a parceria da PRF para que fosse possível abordar e prender o condutor do veículo e a droga. “Essa parceria que estamos firmando com a PRF para que possamos reforçar a atuação em prol da segurança pública de nosso estado e no combate ao tráfico de entorpecentes”. O diretor de Atividades Especiais da Polícia Civil, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, destaca a interação da DRE com as instituições, que tem resultado em apreensões constantes e trabalho investigativo de repressão ao crime de tráfico de entorpecentes. “A repressão qualificada ao tráfico de drogas no estado é constante, inclusive no tráfico doméstico, e a integração com as forças de segurança vem dando a resposta esperada pela sociedade”, destaca o diretor.

Operação apreende máquinas em garimpo ilegal e prende cinco pessoas por crime ambiental

access_time31/07/2020 11:10

Cinco homens foram detidos na tarde de quinta-feira (30) na zona rural de Apiacás, a 1.010 km ao norte de Cuiabá, durante uma ação da Polícia Civil e da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) de combate a crimes ambientais na região. Eles trabalhavam em um garimpo ilegal. Os suspeitos de 51, 52, 55, 58 e 65 anos foram autuados em flagrante por usurpação (produzir bens ou explorar matéria prima pertencente à União sem autorização legal) e por poluição (construir ou fazer funcionar, estabelecimentos, obras ou serviços potencialmente poluidores, sem licença). O trabalho foi deflagrado em apoio à equipe da Sema para fiscalização de um garimpo situado em uma propriedade rural situada na estrada W3. Chegando às proximidades, as equipes avistaram uma escavadeira e barulho de motores em funcionamento. Os policiais e fiscais foram recebidos por um homem que se apresentou com o proprietário do local e foi solicitado que o mesmo desligasse o motor que estava na beira do córrego e chamasse as outras pessoas que estavam garimpando dentro de uma escavação. No local foram encontrados três motores, sendo dois em funcionamento de uma s draga de seis polegadas. Foi constatada a existência de um córrego, que passa ao lado do garimpo, um braço do rio Das Primas, cujas águas estavam sendo utilizadas para a garimpagem. Também foi localizada uma máquina escavadeira, que não estava em funcionamento, porém, utilizada no garimpo. As equipes constataram quatro garimpeiros trabalhando dentro de um buraco. As cinco pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Apiacás. Todos os materiais utilizados no garimpo foram apreendidos pela Sema. Os conduzidos foram interrogados e responderão pelos crimes de usurpação (produzir bens ou explorar matéria prima pertencente à União sem autorização legal) e por poluição (construir ou fazer funcionar, estabelecimentos, obras ou serviços potencialmente poluidores, sem licença). Cinco homens foram detidos na tarde de quinta-feira (30) na zona rural de Apiacás, a 1.010 km ao norte de Cuiabá — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

Policiais descobrem garimpo ilegal e destroem motores no Nortão

access_time29/07/2020 08:31

Os policiais militares destruíram um garimpo ilegal, na região da Linha Grota do Sapo, localizado a cerca de 12 quilômetros de Novo Mundo, ontem à tarde. O crime foi descoberto com ajuda da plataforma Planet, que informa pontos de desmate em Mato Grosso, através de monitoramento diário com imagens. No local, foram encontrados motores usados para extração de ouro, retroescavadeira, além disso foram apreendidas uma espingarda calibre 20 e munições. Os motores e os alojamentos foram destruídos com fogo devido ao difícil acesso para remoção. Já a retroescavadeira foi transportada por um caminhão da prefeitura de Guarantã do Norte, que ficou como fiel depositário e poderá usar a máquina até a conclusão do processo judicial. Os policiais informaram ainda que um homem, de 31 anos, foi preso no local ao se apresentar como proprietário e afirmar que não possuía documentação necessária para funcionamento do garimpo. Ele foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil e deve responder por crime ambiental e posse ilegal de arma de fogo.

Com 5 frente de trabalho, bombeiros ainda encontram dificuldades para combater incêndio no Pantanal de MT

access_time28/07/2020 18:51

Para combater o fogo no Pantanal mato-grossense os bombeiros estão com cinco frentes de trabalho. No entanto, o maior incêndio fica numa região de difícil acesso, o que torna o trabalho ainda mais arriscado. O Centro Integrado de Multiagências, criado por decreto neste mês, se reuniu nesta terça-feira (28) para traçar estratégias de combate aos incêndios florestais em Mato Grosso. São mais de 10 instituições estaduais e federais reunidas com um só objetivo: combater os incêndios florestais nos três biomas de Mato Grosso: Pantanal, Cerrado e Floresta Amazônica. "A principal estratégia do estado hoje é a integração das forças. Além dessa integração a coparticipação onde o estado pode fiscalizar áreas federais e os entes federais podem fiscalizar áreas do estado. Isso otimiza o nosso trabalho”, explicou o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante. O que mais preocupa hoje é o Pantanal onde o fogo já atingiu uma área de 35 mil hectares. "Esse ano é um ano atípico no Pantanal, muito seco. Há 14 anos não tinha um grande incêndio no Pantanal e culminou agora com uma grande estiagem e seca e também com uma grande quantidade de massa, vegetação, que nesse período seco se transforma em matéria orgânica, apodrece, se deteriora e forma diversos gases e pode pegar até fogo espontâneo”, explicou o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Alessandro Borges Ferreira. De acordo com Alessandro, a estratégia é fazer uma defesa forte das áreas de conservação. “O acesso é difícil. Nós não temos acesso nem por terra e nem por meio aéreo porque não tem pistas de pousos naquela região, então realmente dificulta muito o combate”, ressaltou. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) é um dos parceiros que vão dar apoio no Pantanal, mas por enquanto as equipes estão atuando em outras áreas. O superintendente do Instituto, Gibson Almeida Costa Júnior, disse que são 11 brigadas constituídas. Dessas nove estão em Terras Indígenas e duas em projetos de assentamentos rurais. "Essas brigadas estão distribuídas com 180 brigadistas. Estamos com duas aeronaves no estado fazendo o trabalho de prevenção, uma no parque nacional do Xingu e outra na Ilhado Bananal na divisa com Tocantins”, contou. Crime Apesar de alguns incêndios nessa região terem ocorrido de forma natural, e alguns locais as pessoas têm contribuído para as queimadas. De acordo com a delegada de Polícia Especializada do Meio Ambiente, Alessandra Saturino, a pena para quem cometer esse tipo de crime vai de dois a quatro anos, pois é considerado uma agressão ao Meio Ambiente. “A pessoa que intencionalmente ataca o meio ambiente fazendo o uso do fogo. Aquele que de forma negligente também atua, ele também poderá ser A Polícia Militar por meio do Batalhão de Proteção Ambiental atua na função de comando e controle e fiscalização aplicando as medidas administrativas e criminais nesse tipo de ocorrência. A multa pode ser de R$ 1 mil a 5 mil por hectare de área queimada, além de outros referentes a danos ambientais que podem ocorrer na área afeta a essa a essa queimada ilegal.

Briga de casal termina com morte do marido em Peixoto de Azevedo

access_time27/07/2020 07:33

O casal discutiu na casa de parentes e a briga intensificou ao chegarem em casa na rua Ministro César Cals. Segundo a suspeita, Francileia Vieira de Souza, de 24 anos, ela estaria sendo enforcada, quando alcançou uma faca e acertou seu marido Valber Junior Ferreira dos Santos de 22 anos. Francileia teria corrido para rua pedindo socorro e logo apareceu os policiais, que chamaram a ambulância e conduziram a suspeita e sua mãe Rosangela Vieira de Jesus para delegacia. Valber foi socorrido, mas não resistiu ao ferimento e faleceu no Hospital Regional de Peixoto de Azevedo.