Spigreen
Notícias recentes
Estado deve fornecer remédio fora da lista do SUS em caso excepcional, decide Supremo

Estado deve fornecer remédio fora da lista do SUS em caso excepcional, decide Supremo

access_time11/03/2020 21:18

O Estado não pode ser obrigado, por decisão judicial, a fornecer medicamento de alto custo não dispo

Preso em Marcelândia acusado de ‘gerenciar’ o tráfico de drogas

Preso em Marcelândia acusado de ‘gerenciar’ o tráfico de drogas

access_time25/05/2020 08:15

Os policiais civis e militares prenderam, hoje de madrugada, um homem acusado de gerenciar o tráfico

Placas de veículos terão até dezembro padrão dos países do Mercosul

Placas de veículos terão até dezembro padrão dos países do Mercosul

access_time11/05/2018 14:23

O Diário Oficial da União publicou hoje (11) resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) qu

Notícias com a tag: Australia

VAR volta a entrar em ação, e Austrália empata com a Dinamarca

access_time21/06/2018 12:07

TUDO IGUAL O VAR voltou a aparecer com a marcação de um pênalti - o quinto na Copa, o terceiro no Grupo C - e ajudou a Austrália a empatar com a Dinamarca em 1 a 1, nesta quinta-feira, em Samara. Com o resultado, todas as selelções seguem vivas no Grupo C, que tem França x Peru, às 11h, no complemento da segunda rodada. A Dinamarca lidera com quatro pontos, e a Austrália tem um, enquanto a França tem três e o Peru ainda não pontuou. A última rodada terá os dois jogos do Grupo C acontecendo ao mesmo tempo, às 10h (horário de Brasília) da próxima terça-feira: a Dinamarca pega a França no estádio de Lujniki, em Moscou, e a Austrália encara o Peru em Sochi. ESSE NÃO CURTIU O VAR Nenhum jogador sofreu mais com o auxílio do árbitro de vídeo do que Yurary Poulsen, da Dinamarca, nesta Copa do Mundo. Já são dois pênaltis na conta dele em duas partidas, ambos flagrados pelo VAR – um contra o Peru, um agora contra a Austrália. Pior: ele recebeu amarelo nos dois lances e, por isso, está suspenso contra a França, na terça-feira. Yurary Poulsen, da Dinamarca: dois jogos, dois pênaltis flagrados pelo VAR, dois cartões amarelos (Foto: Reuters) NA MARCA DA CAL Já são 11 pênaltis em oito dias de Copa, superando os 10 de toda a primeira fase do Mundial de 2014. Dos 11, cinco foram marcados com o auxílio do VAR. E só dois foram desperdiçados: Cueva (Peru) e Messi (Argentina). E só um jogador já bateu (e converteu) dois pênaltis: Jedinak, que já havia marcado contra a França, deixou sua marca nesta quinta diante da Dinamarca. FELIZ E... COM DOR Eriksen chegou a 13 gols nos últimos 15 jogos pela Dinamarca. Na comemoração, ele foi deslizar de joelho e se deu mal. O meia já se levanta sentindo dor no local ralado no chão. Tá achando que é Premier League, meu querido? PRIMEIRO TEMPO A Dinamarca foi melhor no início e demorou apenas seis minutos para abrir o placar, com o craque Eriksen num belo chute, após assistência de Jorgensen. O time dinamarquês criou outras chances para ampliar, mas, aos poucos, foi recuando, esperando a chance de um contra-ataque para matar o jogo. A Austrália, que demorou 25 minutos para conseguir uma boa jogada no ataque, acabou empatando num escanteio em que a bola bateu na mão de Yurary Poulsen - pênalti assinalado pelo VAR, convertido por Jedinak. SEGUNDO TEMPO A Austrália voltou melhor na etapa final, mais confiante e com melhor toque de bola. A Dinamarca, por sua vez, caiu muito de produção, principalmente por conta do sumiço de Eriksen. As substituições do técnico Age Hareide atrapalharam - tirou Yurary Poulsen e Jorgensen para as entradas de Braithwaite e Cornelius, um nível abaixo dos titulares. A Austrália esteve muito mais perto do segundo gol do que a Dinamarca. O goleiro Schmeichel acabou sendo decisivo, com defesas difíceis em finalizações de Arzani e Leckie. Destaque para a feia lesão de Nabbout – o atacante deslocou o ombro direito numa jogada com Stryger Larsen. Andrew Nabbout deixa Dinamarca x Austrália com dores no ombro (Foto: Reuters)